Novela “Salve,Jorge” inspira prostituição online no Maranhão

Denúncias estão sendo encaminhadas à Polícia do Estado. Escritório, especializado em combate a crimes pela internet, investiga casos.


Prostituição online: o primeiro passo é pelo teclado

Em São Luís do Maranhão, profissionais do sexo estão trocando ruas e boates pela Internet em busca de mais segurança, privacidade, lucro e até conforto. Inspirados na novela global “Salve, Jorge”, agenciadores “movimentam” o mercado com garotas que, muitas das vezes, vêm “exportadas” de outros estados brasileiros. Denúncias estão sendo encaminhadas à Polícia do Estado.


Esse tipo de crime está classificado e definido no Código Penal, no Artigo 228 –  “Induzir ou atrair alguém à prostituição ou outra forma de exploração sexual – facilitá-la, impedir ou dificultar que alguém a abandone”. A pena prevista é de reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.

Os sites de garotas de programa oferecem facilidades que se destacam de outras formas de propaganda e trazem vantagens tanto para quem acessa como para as mulheres que oferecem o “serviço”.  Um escritório, montado em São Luís com tecnologia adquirida nos Estados Unidos, investiga vários casos suspeitos para encaminhá-los à Polícia.

No caso do “musa sexy-maranhão”, que já foi denunciado à Polícia, é permitida a escolha prévia do perfil com fotos; as garotas, sempre com rostos protegidos, são apresentadas como “acompanhantes” e é oferecido até espaço para propaganda de terceiros. Visado e já sob denúncia, pelo menos este site já tomou algumas providências e fixou um “termo de uso” na entrada do portal. Intitula-se como “classificados de acompanhantes” e como “veículo de divulgação e publicidade”. 

O “musa sexy” diz ainda que “não tem nenhum vínculo com as anunciantes, não sendo interessado ou responsável pelas contratações ou serviços prestados”. Segundo o comunicado do site, “as acompanhantes assinaram um termo de responsabilidade e autorização, por e-mail, que tem validade jurídica”. E por fim diz respeitar o Estatuto do Menor, por isso “não publica anúncio de acompanhantes menores” e ainda pede que, se por um acaso, houver que seja denunciado ao portal. 

Negociações – Para o cliente, a possibilidade de escolher a mulher que mais lhe agrada por meio de fotos e do perfil já adianta a negociação. Do outro lado, a “anunciante”, que exibe o número do telefone celular, também se beneficia em estabelecer o que aceita no momento do “trabalho”. 

Do próprio computador, o interessado em contratar um “serviço” já tem as informações que geralmente fariam parte de uma conversa. Da página principal, as informações são filtradas até que se chegue ao tipo ideal para o programa. É possível escolher entre loiras, morenas, ruivas e mulatas. Depois dessa pré-classificação, outras opções como preço, local de atendimento, fantasias e características da mulher são apresentados. 

O celular toca, são combinados preço e lugar. Mais um “serviço” está agendado! Pode ser em um motel, em um privê na residência do cliente ou mesmo em eventos como acompanhante de alguém que quer exibir “aquela gata”. E podem ser cerca de seis a oito agendamentos por dia, dependendo da disponibilidade da garota.

A cada atendimento, um cliente diferente, um corpo novo e o pagamento em dinheiro vivo. A combinação sempre se dá sem o primeiro contato direto. O cliente faz a escolha pela tela do computador. Tudo online!

Postagens relacionadas

One thought on “Novela “Salve,Jorge” inspira prostituição online no Maranhão

  1. Já que favorecer-se da prostituição de outrem é crime, porque a polícia não faz nada contra os cabarés de luxo da Ilha? Vai entender… Todo mundo sabe/fala dos famosos da área do Turu…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.