OPERAÇÃO USURA II – Polícia Federal caça agiotas no Maranhão

Pacovan e esposa foram presos e conduzidos à Superintendência da PF, na Cohama
Pacovan foi conduzido pela Polícia Federal

A Polícia Federal do Maranhão resolveu intensificar, nesta quarta-feira (25), a ‘Operação Usura II’, que investiga o desvio de recursos públicos de prefeituras do Estado e o envolvimento dessas pessoas com agiotagem. De acordo com a PF, pelo menos R$7 milhões teriam sido desviados.

O agiota Josival Cavalcanti da Silva, mais conhecido como “Pacovan”, e esposa foram presos, na manhã desta quarta-feira (25) . Eles foram conduzidos à sede do órgão, na Cohama, em São Luís.

A Polícia Federal tem 19 mandados de busca e apreensão, além de mandados de condução coercitiva, onde os investigados serão levados à delegacia para prestarem depoimento. 

Em São Luís, já foram cumpridos três mandados de condução coercitiva. Estas pessoas estão sendo interrogadas na Superintendência da Polícia Federal, na Cohama. Serão sete pessoas investigadas na capital. No interior do Estado, são nove mandados de condução coercitiva em Bacabal, dois no município de Zé Doca e um em Caxias.

A operação conta com um efetivo de mais de 70 policiais e 15 auditores da Controladoria Geral da União (CGU), que estão distribuídos nas investigações, execuções e cumprimento de mandados. 


Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.