Oposição começa a recolher assinaturas para CPI dos Convênios Fantasmas

Deputados cobrarão do MP investigação para casos denunciados
Os deputados Rubens Júnior (PCdoB), Othelino Neto (PPS), Bira do Pindaré (PT), Marcelo Tavares (PSB) e Carlinhos Amorim (PDT) começam a recolher, nesta quinta-feira (22), assinaturas para a CPI dos Convênios Fantasmas, que tem como foco investigar uma série de atos suspeitos do governo Roseana Sarney como os casos Vera Macieira e Nossa Senhora das Graças, as negociatas com a empresa JNS Canaã, o recente episódio de Viana, dos banheiros superfaturados e não construídos em Humberto de Campos, etc.

O requerimento da CPI é assinado por Rubens Júnior, mas foi pensado em conjunto pelos oposicionistas. Eles querem apurar casos que, segundo eles, são escandalosos, como o convênio assinado com o Instituto Vera Macieira, no valor de aproximadamente R$ 5 milhões, para obras de melhoramento de acesso em povoados da Raposa, que foi muito mal explicado pelo governo do Estado. As “obras” foram feitas após a denúncia em outros municípios e o Executivo alegou que “houve erro de digitação” no Diário Oficial.

Outro objeto da CPI é o escândalo das obras fantasmas de Viana. O prefeito Chico Gomes (PMDB), aliado do governo Roseana Sarney, admitiu, em uma entrevista bombástica veiculada no Blog Marrapá e no Jornal Pequeno, que a Sedes firmou convênio com uma associação de São Luís, no valor de mais de R$ 1 milhão, para obras que nunca foram realizadas no município e, coincidentemente, no período eleitoral.



Deputados cobrarão investigação para casos denunciados no Ministério Público

Além de começar a recolher as assinaturas, os deputados de oposição ao governo Roseana Sarney irão se reunir com a procuradora geral do Estado, Helena Maria Cavalcanti Haickel, depois da sessão desta quinta-feira (22), para cobrar investigação de uma série de denúncias sobre convênios suspeitos de serem “fantasmas” assinados com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), que tem como titular o secretário Fernando Fialho.

De início, a CPI já deve contar com as assinaturas de todos os deputados declarados de oposição; leia -se Othelino Neto (PPS), Bira do Pindaré (PT), Rubens Jr (PCdoB), Marcelo Tavares (PSB), Eliziane Gama (PPS), Cleide Coutinho (PSB), Zé Carlos da Caixa (PT) e Carlinhos Amorim (PDT). Só aí são oito. 

Pelo perfil parlamentar devem  assinar a CPI também Gardênia Castelo (PSDB), Neto Evangelista (PSDB) e Raimundo Cutrim (sem partido). Seriam 11 assinaturas e o fato de boa parcela dos parlamentares governistas estar insatisfeita com o governo Roseana Sarney, o que faz da CPI muito viável com grande possibilidade de ser aprovada. 

Postagens relacionadas

One thought on “Oposição começa a recolher assinaturas para CPI dos Convênios Fantasmas

  1. Eu não sabia que o Zé Carlos da caixa já era oposição, agora quem quer um Maranhão digno vai assinar essa CPI, se não ano que vem as eleição está ai e muitos vão chorar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.