Oposição repercute protesto dos professores contra corte na Educação

Deputados receberam profissionais da Educação na Assembleia Legislativa
Deputados receberam profissionais da Educação na Assembleia Legislativa

O protesto dos professores da rede estadual de ensino contra os cortes no Orçamento do Estado para 2014 e em defesa do cumprimento do Estatuto do Educador repercutiu na tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (19), por meio dos pronunciamentos dos deputados Bira do Pindaré (PSB), Rubens Júnior (PC do B) e Othelino Neto (PC do B). Nesta manhã, a manifestação se concentrou em frente à Assembleia Legislativa.

“Eles estão mobilizados aqui em São Luís e em diversos municípios, protestando contra essa redução de verba na educação pública do Estado do Maranhão”, destacou Bira do Pindaré.

Rubens Júnior também manifestou apoio ao ato político e pacífico dos professores da rede estadual de ensino. Na sua avaliação, o corte orçamentário para 2014, que pode comprometer o Estatuto do Educador, “é algo grave que, portanto, merece ter a atenção especial e devida da Assembleia Legislativa”.

Na tribuna, Othelino Neto relatou que o protesto dos professores iniciou no Palácio Henrique de La Rocque e seguiu para a Assembleia Legislativa. “Como é que pode se imaginar o Maranhão com esses indicadores que tem, com o déficit que tem na área educacional, o Poder Executivo propor a redução do orçamento para educação?”, indagou, analisando que o corte no orçamento só evidencia a falta de compromisso do governo.

Comissão de deputados atendeu manifestantes

Uma comissão de deputados, composta por Othelino Neto (PCdoB), Alexandre Almeida (PTN), Bira do Pindaré (PSB), Priscylla Sá (PEN) e Eliziane Gama (PPS), recebeu, na manhã desta terça-feira (19), representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Maranhão (Sinproesemma).

Além de buscar o diálogo com a Assembleia Legislativa, a categoria busca evitar o corte de R$ 23 milhões no orçamento da Educação para 2014.

Postagens relacionadas

One thought on “Oposição repercute protesto dos professores contra corte na Educação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.