Polícia Federal deflagra operação para combater supostas fraudes de recursos da Covid-19 em São Luís

Na manhã desta quinta-feira (8), a Polícia Federal deflagrou a Operação Tempo Real, que tem como objetivo desarticular uma suspeita associação criminosa que seria formada por ex-servidores públicos e representantes de empresas investigados por suposta fraude e superfaturamento na aquisição de equipamentos destinados ao combate à pandemia da COVID-19 em São Luís.

A Polícia Federal cumpriu quatro Mandados de Busca e Apreensão e cinco Mandados de Constrição Patrimonial. Além disso, os suspeitos também foram alvos de Medidas Cautelares Diversas da Prisão consistentes na proibição de contratação com o Poder Público, proibição de acesso à Secretaria Municipal de Saúde e proibição de manter contato uns com os outros.

Se confirmadas as suspeitas, os denunciados  poderão responder por fraude à licitação (Art. 90 da Lei 8.666/93), superfaturamento (Art. 96, I da Lei 8.666/93) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal).

 

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *