Praças de São Luís viram pistas de skatismo

Bancos da Gonçalves Dias estão sendo quebrados para servir de rampa aos skatistas 

Skatista faz manobras na Praça Gonçalves Dias
Como se não bastasse a Gonçalves Dias, a Praça Benedito Leite também virou pista de skatismo em São Luís. Por falta de lugares apropriados para a prática do esporte, skatistas estão descaracterizando logradouros públicos na capital maranhense.

Na Praça Gonçalves Dias, cuja denúncia já foi feita por este blog no mês de novembro do ano passado, bancos foram quebrados para servir de rampa aos skatistas. E imagine que o logradouro é um dos pontos turísticos mais atrativos da capital maranhense. A descaracterização é um prejuízo ao Patrimônio Público.

Espaço tradicional dos namorados de São Luís, a GD, como é popularmente chamada, é o principal ponto dos skatistas. À noite, o barulho, provocado pelos skates, incomoda não só namorados e turistas, mas as atividades da Igreja dos Remédios, localizada em frente à praça.

Em São Luís, há um espaço apropriado para os skatistas na Lagoa da Jansen, mas, como o número de adeptos à prática cresce muito na capital maranhense, eles estão buscando outras alternativas. E a fácil solução foi “invadir” as praças públicas e “roubar” o prazer de seus frequentadores.


Os skatistas, em sua maioria, menores de idade, vêm praticando o esporte à noite nas praças. E o pior de tudo é que passam a madrugada desacompanhados dos pais e se tornam alvos fáceis de aliciadores e traficantes. 

O assunto já foi explorado por este blog no post “skatistas tomam conta do Largo dos Amores”. VEJA AQUI

Postagens relacionadas

One thought on “Praças de São Luís viram pistas de skatismo

  1. Olá Silvia Tereza, tudo bem?
    Como você bem salientou, falta espaços adequados à pratica do esporte na capital maranhense. A pista de skate da Lagoa da Jansen só está sendo usada ainda por skatistas graças a nós mesmos que levamos cimento e areia todo mês e reformamos a pista por conta própria. Existe ainda a pista de skate do Castelinho, essa em condições piores ainda pois não aceitam que nós mesmos tomemos conta da pista, reformando-a por conta própria.
    Dito isto, quero sugerir que você procure se informar melhor quando fala que nós invadimos e roubamos as praças do centro histórico de São Luis. Essa história de “privatização do espaço publico” é arriscada e cheia de falhas. Também espero que a senhora possa corrigir o trecho que fala “bancos foram quebrados para servir de rampa aos skatistas.” pois isso não é nem de perto verdade. O único banco que usamos pra andar foi instalada uma cantoneira de ferro, extamente pra evitar a degradação do banco. A senhora pode ir lá conferir o fato. Quanto a igreja, nós começamos diálogos com os administradores e o Padre que, infelizmente não foram pra frente mas vamos retomar essas reuniões.
    Atenciosamente,
    Tércio Fernandes
    Membro da diretoria da Liga dos Skatistas Solidários
    http://ligals2.wordpress.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.