Pregador católico chama atenção no Terminal da Cohama


Laércio faz pregações diárias, no Terminal da Cohama
De crucifixo em punho, ele se aproxima das pessoas
Usuários do terminal ouvem pregações

Quem vai todos os dias pela manhã, no horário de 7:30h às  12:00h, ao Terminal da Cohama, com certeza  já esbarrou com uma figura popular que faz pregações cristãs constantes no local, despertando a atenção de muitos e o pouco caso de outros. Ele fala de Deus, de Jesus, prega com base nos evangelhos de Mateus e de Lucas. Apresenta-se todos os dias com um crucifixo e a imagem de Cristo nas mãos. Aborda sempre assuntos do dia-a-dia. Hoje mesmo pela manhã, estava se referindo ao verdadeiro sentido do Natal e convidando as pessoas a se despirem do espírito da vaidade, do egocentrismo, rancor, vingança, etc.

Mas enfim, este  homem se chama Laércio, é católico, frequenta a paróquia do Bequimão, militou na Pastoral da Juventude e já se tornou personagem  do cotidiano de São Luís.

Entre as pessoas que se deparam com as pregações no Terminal da Cohama, muitas percepções diversas. Uns acham que ele é uma pessoa muito inteligente, que leu bastante a Bíblia e que faz pregações bem oportunas; outros preferem acreditar que ele tem alguma deficiência mental ou que é fanático.


Há também quem indague sobre de onde ele veio, onde trabalha, como faz para ganhar a vida. Enfim, a figura popular vem despertando inúmeras curiosidades, entre elas o fato de ser católico e se dedicar desta forma tão obcecada para divulgar e interpretar o evangelho com tanta eloquência.


Assim como Laércio, é possível ver nas cenas cotidianas de São Luís outros personagens que se dedicam também às pregações nas ruas ou em pontos bem frequentados  de bairros da cidade. Muitos deles se intitulam pastores, profetas e até mesmo messias. E muitos deles são seguidores de seitas religiosas.  E por que se comportam assim? É uma pergunta que, por enquanto, ficará sem resposta.


Tentei conversar com Laércio no Terminal da Cohama para entender melhor o pensamento dessas figuras, mas o pregador não quis falar sobre o assunto. Ao perceber que eu sou jornalista e fazia fotos no momento, ele disparou de crucifixo em punho: “Deus não quer mídia”.  E assim caminha a humanidade!

Postagens relacionadas

One thought on “Pregador católico chama atenção no Terminal da Cohama

  1. Hahheahaeheaa… muito engraçada foi o embate dele como uma evangélica que o apoiava até descobrir que ele era católico certa vez num ônibus, haehehhea… Ele, sem agressividade, rebatia as investidas dela!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.