Revoltados, manifestantes depredam até o que seria a futura casa do prefeito de Timbiras que mora em Codó



Prefeito Fabrízio do Foto enfrenta crise
A família Foto nunca esquecerá a noite de 21 de agosto de 2013, quando moradores da cidade, que tentam governar como se fosse herança genética, saíram para as ruas e mostraram toda sua insatisfação. Houve fogo em via pública, depredação e até quebra-quebra na casa de morada do patriarca Chico do Foto e na futura morada do atual prefeito Fabrízio do Foto.

O repórter Jotta Orlando, que mora na cidade, assim narrou o que viu para o site manews.com.br (do Jornalista Marcelo Rocha): Momento de tensão em frente à prefeitura de Timbiras no final da tarde de quarta feira (21/08). Mais de 300 manifestantes se aglomeraram na Rua José Antonio Francis, onde fica a prefeitura do município.

O pavio de pólvora da manifestação foi a notícia de que não haverá desfile no dia sete de setembro. A informação causou revolta nos componentes da banda marcial que, há mais de dez anos, vem fazendo do desfile timbirense um dos mais belos da região.

Segundo informações, muitos componentes da banda já haviam tirado do próprio bolso as despesas com a roupa e outros acessórios para a apresentação e com a não realização do evento cultural muitos ficarão no prejuízo já que a prefeitura havia autorizado os ensaios a duas semanas e não deu sequer uma explicação sobre o caso.

Além dessa, outras reivindicações estão sendo colocadas em discussão, tipo falta de merenda escolar, funcionários nas escolas, falta de transportes escolar, pagamentos em atraso, falta de saneamento e infraestrutura e outras mazelas que vêm se instalando no município nos últimos meses.

Revolta – Pedras e paus foram lançados no prédio do executivo municipal, uma grande fogueira de pneus e papelão foi acessa no meio da via publica. A Policia Militar pediu reforço e, ao chegar no meio do tumulto, a viatura militar foi apedrejada tendo o vidro dianteiro quebrado.

Os manifestantes não se contentaram em ficar só olhando o prédio da prefeitura e saíram em caminhada até o bairro Anjo da Guarda, invadiram a residência de Chico do Foto quebrando alguns objetos e se dirigiram ate o local onde o prefeito está construindo uma imensa residência. A policia ainda tentou evitar a invasão, mas não teve força suficiente para conter a multidão. Paredes, telhados, portões e parte do muro foram destruídos e a MA_026, nas proximidades da construção, foi interditada com um imenso fogaréu.

Houve também danos ao patrimônio publico; lixeiras, placas de sinalização, portões de secretarias e algumas janelas do hospital do município foram quebradas. Ate o fechamento dessa matéria, não registramos ninguém preso ou detido e também não temos nenhum registro de feridos. Nenhum representante do governo apareceu para conversar com os manifestantes.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.