SERÁ QUE CONSEGUE? Militância Socialista tenta "livrar" PT do grupo Sarney

Resistentes esperam livrar PT do grupo Sarney no PED 2013
A Militância Socialista, por meio do coordenador nacional Renato Simões, emitiu nota, nesta quarta-feira (02), em que diz acreditar que o Processo de Eleições  Diretas do PT (PED) 2013 é a grande oportunidade de resgatar o partido do “triste papel de coadjuvante da oligarquia Sarney no Maranhão”. Alega  que o “atrelamento” da sigla à oligarquia  foi um equívoco e ressalta que o governo Roseana Sarney obteve, nesses três anos de aliança, “pífios resultados administrativos”.

Os socialistas enumeram, ainda, como consequências do “atrelamento” ao grupo Sarney, imposto pelo Diretório Nacional (leia-se o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff) contra a vontade da maioria dos delegados do partido no Maranhão, a subordinação político-ideológica à oligarquia e o afastamento dos valores democráticos, éticos e políticos  do petismo e o fiasco eleitoral da candidatura do vice-governador Washington Oliveira a prefeito de São Luís em 2012.

A Militância Socialista e a Resistência Petista dizem, ainda, na nota que a desfiliação do deputado estadual Bira do Pindaré, ao final de um desgastante processo de ataques ao seu mandato e à sua pessoa pelas forças da oligarquia dentro e fora do PT, é um desafio para intensificar a luta pelo “resgate” do partido que está nas mãos do grupo Sarney.

No final da nota, a Militância diz que estará engajada  pelas candidaturas dos resistentes Augusto Lobato a presidente estadual do PT-MA e Paulo Serra a presidente municipal da capital e de outros que se organizam no mesmo sentido no interior do Maranhão.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.