Sistema de Segurança mobiliza órgãos em regaste às vitimas de acidente em Bacuri

A colisão deixou oito pessoas mortas, sendo seis do sexo masculino e duas do sexo feminino, com idades entre 15 e 17 anos

A colisão deixou oito pessoas mortas, sendo seis do sexo masculino e duas do sexo feminino, com idades entre 15 e 17 anos

Desde a noite da última terça-feira (29), os órgãos que compõem o Sistema de Segurança do Maranhão estão mobilizados no serviço de atendimento, resgate das vítimas, assistência às famílias e investigação das causas do grave acidente, ocorrido por volta das 18h, na estrada que liga o município de Bacuri ao Povoado Madragoa, na região da Baixada Maranhense, distante 500 km de São Luís, envolvendo um caminhão Mercedes Benz L1620, vermelha, placas NMT 0824 e uma D-20, azul, placas KBX 4306.

Da operação participam o Grupo Tático Aéreo (GTA) do Maranhão, com duas aeronaves, Corpo de Bombeiros, polícias Civil e Militar, equipes do Instituto Criminalística (Icrim) do Maranhão e a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A colisão deixou oito pessoas mortas, sendo seis do sexo masculino e duas do sexo feminino, com idades entre 15 e 17 anos. São 15 feridos.  O veículo D-20 transportava entre 20 e 25 pessoas, a maioria estudantes do Centro de Ensino América do Norte, em Bacuri, com destino ao Povoado Madragoa, na Zona Rural da cidade.

Ao passar por uma curva na rodovia MA-303, o veículo se chocou com um caminhão carregado de areia que trafegava no sentido oposto. Na batida, a caminhonete capotou e caiu em uma ribanceira. Após o acidente, o motorista do caminhão, que ainda não foi identificado e o adolescente que dirigia a caminhonete, se evadiram do local.

O delegado titular da 5ª Regional da Polícia Civil em Pinheiro, Luis Cláudio Balby, que esteve no local acompanhando os trabalhos, disse que o motorista da D20, identificado como Rogério Azevedo Rocha, 39 anos teria passado a direção do veículo para o filho de 15 anos de idade. A Polícia Civil aguarda o resultado dos trabalhos dos peritos do Icrim, que devem apontar as causas e as circunstâncias em que ocorreu o fato.

As vítimas foram socorridas pela guarnição do Corpo de Bombeiros de Pinheiro e ambulâncias dos municípios de Bacuri, Cururupu, Mirinzal e Pinheiro. Cinco viaturas do 10ª Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na região deram apoio. Os corpos foram encaminhados ao Hospital Bibi Montelo, em Bacuri, e liberados por volta das 23h para as famílias. Pelo menos quatro pessoas apresentam estado crítico, entre elas, o dono da caminhonete, Rogério Azevedo.

De acordo com coordenador do GTA, Delcimar Araújo, desde as 5h desta quarta-feira (30), dois helicópteros estão fazendo o transporte das vítimas em estado mais grave para unidades de saúde capital. Até o momento foram transportados 4 vítimas (sendo três do acidente de Bacuri e uma mulher que teria sofrido outro acidente em Cedral), que foram levados para o Hospital Geral Tarquínio Lopes Filho. Ele disse, ainda, que equipes de psicólogos, assistentes sociais e peritos do Icrim também já estão na cidade. O laudo pericial do Icrim deve ser concluído em um prazo de 30 dias.

4 pensou em “Sistema de Segurança mobiliza órgãos em regaste às vitimas de acidente em Bacuri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *