Sobre entrevista de Castelo, Edivaldo Jr diz que investigações é que vão falar mais alto

Edivaldo Holanda Jr voltou a se queixar do que encontrou
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, disse, na manhã desta segunda-feira (04), durante a reabertura dos trabalhos na Câmara Municipal, que as investigações é que vão mostrar o que, de fato, houve na Prefeitura de São Luís nos últimos quatro anos. “Elas é que vão falar mais alto”, frisou.


A resposta foi provocada por questionamentos da imprensa sobre a entrevista concedida pelo ex-prefeito João Castelo ao Jornal Pequeno, no domingo passado (03), onde o ex-gestor critica a exploração de várias denúncias contra a administração tucana.

“Cabe ao Ministério Público, Polícia Federal e à Justiça se manifestarem sobre essas denúncias”, disse Edivaldo Holanda Jr ao responder à Imprensa sobre o teor da entrevista de Castelo ao JP. Ele não quis se reportar diretamente às argumentações feitas pelo ex-gestor na entrevista, mas voltou a se queixar do quadro em que encontrou a Prefeitura de São Luís.


“Encontramos uma prefeitura falida com dívida beirando R$ 1 bilhão. Castelo preferiu pagar fornecedores ao funcionalismo. Causou estragos ao deixar servidores sem receber. Tentamos tirar empréstimo para sanar a folha, mas a Lei de Responsabilidade Fiscal não nos permite no momento, o que nos obrigou ao parcelamento dos vencimentos”, disse o prefeito.


Edivaldo Jr reiterou que as outras duas parcelas do salário de dezembro serão pagas nos dias 11 de fevereiro e 11 de março, descartando então a possível antecipação da última para fevereiro como foi levantado no início de sua gestão.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.