Allan Garcês é anunciado como secretário de Saúde de Roraima

Allan Garcês é empossado como secretário de Saúde de Roraima e abandona pré-candidatura em São Luís

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), anunciou a nomeação do médico Allan Garcês para ocupar o cargo de secretário de Saúde daquele Estado.

Em 2018, o médico disputou uma das vagas na Câmara Federal pelo Maranhão e obteve 20.288 mil votos quando ainda era filiado ao PSL.

Allan Garcês foi nomeado diretor do Departamento de Articulação Interfederativa da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde ainda em janeiro e deixou o governo Bolsonaro sexta-feira (03).

O médico era um dos críticos mais ácidos do Governo do Maranhão e defensor fiel do presidente Jair Bolsonaro.

Presidente da União da Direita Maranhense e até então pré-candidato a prefeito em São Luís, Allan Garcês abandona os dois projetos para exercer o cargo de secretário em Roraima.

Com quem ficará o Aliança Pelo Brasil, partido de Bolsonaro no Maranhão?

Três nomes já estão articulando e correndo atrás da presidente da legenda no Estado

Por um lado, os eleitores e militantes maranhenses do presidente Jair Bolsonaro se livraram do domínio do presidente do PSL do Maranhão, o vereador de São Luís, Chico Carvalho, nome mais ligado ao presidente nacional da legenda, o deputado federal Luciano Bivar e que não se entendia com as demais lideranças.

E, por outro, os seguidores de Bolsonaro, certamente, verão pela frente, uma disputa acirrada para saber quem irá presidir, no Maranhão, o novo partido do presidente, o Aliança Pelo Brasil.

Três nomes já estão articulando e correndo atrás da presidente da legenda no Estado.

A ex-candidata ao governo Maura Jorge, hoje presidente da Fundação Nacional da Saúde, no Maranhão. O médico Allan Garcês, diretor do Departamento de Articulação Interfederativa da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde e Coronel Monteiro, superintendente de Coordenação e Governança do Patrimônio da União no Maranhão, são os três nomes que já largaram na frente para angariar o maior número de assinaturas.

A disputa acirrada é justificada pelo fato de que quem ficar com a presidência do Aliança Pelo Brasil no Maranhão estará automaticamente alçado ao posto de representante do presidente no estado, além de poder coordenadar todos os passos da legenda nas próximas eleições.

Muita gente para pouco angu! PSL já tem quatro pré-candidatos em São Luís

Outros nomes podem embolar ainda mais a disputa dentro do PSL

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, segue agitado com a aproximação das eleições de 2020, em São Luís. Até o momento, quatro pré-candidatos travam uma briga interna para decidir quem será o candidato de Bolsonaro na capital.

Dois nomes já são filiados há mais tempo e congregam mais apoios, um deles é o médico Allan Garcês, que foi candidato a deputado e hoje trabalha no Ministério da Saúde, o outro é o apóstolo Silvio Antônio, líder da igreja Batista Shalon.

A disputa ganhou novas figuras recentemente com a entrada do ex-prefeito Tadeu Palácio e do Coronel Monteiro no PSL.

Outros nomes podem embolar ainda mais a disputa. O candidato a prefeito em 2016 Fábio Câmara e a presidente da Funasa no Maranhão, Maura Jorge, não estão descartados na disputa.

Chico Carvalho fala dos possíveis nomes do PSL em São Luís

Chico Carvalho, que está em seu oitavo mandato como vereador e preside o PSL há 16 anos, afirmou que o partido pode receber outros nomes da política

O presidente estadual do PSL no Maranhão, vereador Chico Carvalho, concedeu entrevista ao jornal O Imparcial e falou dos trabalhos internos da legenda para a próxima eleição. O vereador de São Luís falou dos possíveis nomes do PSL na disputa pela prefeitura de São Luís.

“Nomes fortes nós temos em todo o Estado e seria difícil mencionar todos aqui. Mas em São Luís, por exemplo, convidamos o juiz federal Roberto Veloso, o ex-prefeito Tadeu Palácio e o apóstolo Sílvio Antônio, que foi candidato a deputado federal e foi o mais votado para o cargo dentro do partido e o oitavo mais votado em São Luís”, afirmou Chico Carvalho.

Chico Carvalho, que está em seu oitavo mandato como vereador e preside o PSL há 16 anos, afirmou que o partido pode receber outros nomes da política. “A esposa do ex-prefeito Tadeu Palácio, Gardênia Palácio, também foi convidada para se filiar à nossa legenda. Também convidamos o prefeito Hilton Gonçalo, de Santa Rita e a esposa dele, a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo. O casal acaba de se desfiliar do Avante”, disse Chico.

Bolsonaro quer que PSL ‘arrume a casa’

O presidente deixou claro que o partido precisa demonstrar “unidade”

Como condição para sua permanência no partido, inclusive para uma eventual candidatura à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro cobrou a cúpula de seu partido, o PSL, para que “arrume a casa” e afine o discurso com o governo. Na quinta-feira, 1, uma reunião a portas fechadas no gabinete presidencial reuniu o presidente da legenda, Luciano Bivar (PSL-PE), o vice-presidente Antônio Rueda e a advogada Karina Kufa.

O presidente deixou claro que o partido precisa demonstrar “unidade”. Bolsonaro teria dito aos dirigentes partidários que não dá para a sigla manter essa relação de “merda” com o governo. Ele reclamou do clima de desarmonia da legenda e de deputados que o atacam frequentemente. Na visão do presidente, Bivar precisa “enquadrar” os deputados, convidá-los a afinar o discurso e também evitar novas dissidências nas votações no Congresso.

No primeiro semestre, parlamentares da bancada do PSL chegaram a votar contra algumas pautas do governo. Houve uma ocasião em que o próprio Bivar votou pela aprovação da urgência do projeto que derruba o decreto de alteração da Lei de Acesso à Informação, na contramão da orientação do governo.

Dr. Allan Garcês oficialmente na disputa pela prefeitura de São Luís

Em Brasília, Allan Garcês ocupa o cargo de Diretor Executivo do Ministério da Saúde no Departamento de Articulação Interfederativa e pode ser o nome do PSL em São Luís

Na manhã de domingo(19), a União da Direita Maranhense chancelou apoio ao médico, Dr. Allan Garcês, como pré-candidato à prefeitura de São Luís, ficando desta forma então confirmado mais um nome que entra na disputa de 2020.

Estiveram presentes no evento autoridades, empresários, médicos e políticos como os vereadores Ricardo Diniz, César Bombeiro, Joãozinho e Antônio Garcês, juntamente com o Grão Mestre da Maçonaria, Ubiratan de Castro, a prefeita de Vitória do Mearim, Dídima Coelho, o prefeito de Lago Açum, Alexandre Lavepel e o pré-candidato à prefeitura de Gonçalves Dias, Felipe Gonçalves.

Allan Garcês destacou que é paraense, mas que adotou o Maranhão no coração e mora em São Luís há 15 anos, inclusive, já é possuidor de um Título de Cidadão Ludovicense. Atualmente encontra-se fazendo parte do segundo escalão da gestão do Governo Federal, com estreita relação com o Presidente Jair Bolsonaro, no qual deve receber o seu apoio para o pleito de 2020. Em Brasília, Allan Garcês ocupa o cargo de Diretor Executivo do Ministério da Saúde no Departamento de Articulação Interfederativa.

Disputa interna no PSL dará o tom da eleição de 2020 na capital

Com uma briga interna desde antes das eleições de 2018, a disputa pela Prefeitura de São Luís não será das mais fáceis

Partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL não abrirá mão de buscar o protagonismo na sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr. em São Luís.

Com uma briga interna desde antes das eleições de 2018, a disputa pela Prefeitura de São Luís não será das mais fáceis.

Com pelo menos cinco nomes certos nas intenções de brigar pelo comando da maior cidade do estado, a disputa pode ser reforçada com a entrada de outras lideranças políticas que estão de olho nos bons frutos que o alinhamento com a figura do presidente pode trazer.

Presidente do PSL no Maranhão, o vereador Chico Carvalho não vai abrir mão de comandar a eleição em 2020. Chico Carvalho terá que ter domínio pois outras figuras como Maura Jorge, Fábio Câmara, Allan Garcês e Samuel Itapecuru buscarão espaços dentro da legenda.

A única certeza é que o PSL precisa superar essas crises internas, se não, até mesmo a composição com outras legendas será dificultada.

Entrada de Eduardo Braide no PSL teria resistência de Allan Garcês

A saída do deputado federal eleito Eduardo Braide do PMN e sua possível entrada no PSL do presidente Jair Bolsonaro ganhou mais um personagem. O médico e ex-candidato a deputado federal, Allan Garcês, estaria tendo resistência à entrada do parlamentar no PSL.

Allan já é pré-candidato pelo PSL na disputa para a prefeitura de São Luís em 2020. Com a entrada de Braide, ele teme ser retirado da corrida, já que o nome do deputado está em melhor posição do que o seu.

Eduardo Braide já teve dois mandatos de deputado estadual, foi eleito recentemente deputado federal e, em 2016, ficou em segundo lugar na disputa para a prefeitura de São Luís, surpreendendo a todos na eleição da capital.

Como o PMN não passou pela Cláusula de Barreira, Braide já anunciou que sairá da legenda e está em negociação com algumas legendas, entre elas o PSL.

Encontro entre Chico Carvalho e Allan Garcês sinaliza trégua no PSL

O encontro realizado entre Chico e Allan deu o tom de entendimento e conciliação interna no PSL

Após algumas desavenças entre suas lideranças, o PSL do Maranhão caminha para finalmente viver dias mais tranquilos. Nesta terça-feira (08), o presidente estadual Francisco Carvalho e o ex-candidato Allan Garcês conversaram em Brasília e sinalizaram uma trégua nas disputas internas da legenda.

“Eu recebi aqui no hotel que estou hospedado em Brasília, Raimundo Filho, Pastor Sampaio e Allan Garcês. Na ocasião, Allan, propôs a unidade do PSL no Maranhão afim de acabar com as especulações de que estaria à margem das decisões partidárias. Essa imagem reflete a integração entre os correligionários que sempre tive como meta dentro do partido há mais de 15 anos. Obrigado pela visita! O PSL está aberto a todos que compartilham do desejo de trabalhar pelo nosso Estado e o nosso país junto ao Presidente Bolsonaro. ”, escreveu Chico Carvalho em suas redes sociais.

Chico Carvalho que está no PSL há 17 anos, tem sete mandatos de vereador por São Luís, deve seguir firme no comando do partido, já que nutre muita simpatia com o presidente nacional do PSL, o deputado federal Luciano Bivar.

Já Allan Garcês é uma das novas lideranças do PSL, foi candidato a deputado federal na última eleição, participou da equipe de transição e agora vai ocupar um cargo de diretor no Ministério da Saúde.

O encontro realizado entre Chico e Allan deu o tom de entendimento e conciliação interna para fortalecer o PSL no estado para os próximos anos.