Em entrevista, Josimar fala sobre o destino de seu grupo político nas eleições de São Luís

O parlamentar, além de comandar o PL no Maranhão, já tem o controle do Avante e trabalha para assumir o controle do PROS

O deputado Josimar de Maranhãozinho, presidente estadual do PL no Maranhão, concedeu entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora, na tarde de segunda-feira (30), e sobre os rumos do seu grupo político nas eleições de São Luís, em 2020.

Josimar confirmou que já dialogou com os pré-candidatos Rubens Júnior (PCdoB) e Eduardo Braide (PMN), e que a indicação de um nome para a vaga de vice-prefeito pode fazer parte do acordo. Mas afirmou que ouvirá o governador Flávio Dino (PCdoB), antes de tomar qualquer decisão sobre o apoio do PL nas eleições da capital.

Sobre o nome do deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), Josimar afirmou que ofertou o PL para que ele possa concorrer concorrer pelo partido.

O parlamentar, além de comandar o PL no Maranhão, já tem o controle do Avante e trabalha para assumir o controle do PROS.

Após tirar Avante dos Gonçalos, Josimar de Maranhãozinho mira PROS de Gastão Vieira

Josimar de Maranhãozinho já comanda o PL e Avante e mira no PROS do deputado Gastão Vieira

O projeto ambicioso do deputado federal e presidente estadual do PL (antigo PR) vai mirar em mais um partido político. Após tirar o Avante, da família Gonçalo, ele mira agora suas forças para assumir o PROS, presidido no Maranhão pelo deputado federal, Gastão Vieira.

O projeto de Josimar é ambicioso de fato. O parlamentar quer ser candidato a governador em 2022. Com o PL, Avante e PROS, Josimar amplia sua força política, ao mesmo tempo que amplia seus desafetos políticos.

E as ações de Josimar deve colocar outros dirigentes em estado de atenção. De acordo com seus assessores, Josimar deve mirar em outros dois partidos, um deles é o Solidariedade, presidido pelo suplente de deputado federal, Simplício Araújo.

Hilton Gonçalo perde controle do Avante

Fernanda Gonçalo, prefeita de Bacabeira; Hilton Gonçalo, prefeito de Santa Rita e Iriane Gonçalo, prefeita de Pastos Bons

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, perdeu o controle regional do Avante e anunciou sua saída do partido. Além dele, Fernanda Gonçalo, prefeita de Bacabeira, Iriane Gonçalo, prefeita de Pastos Bons, o deputado estadual Ariston e o suplente de deputado federal Elizabeth Gonçalo também comunicaram a desfiliação do partido.

Considerado um dos grupos políticos mais fortes e atuantes no Maranhão, os Gonçalos, deixam a legenda para que possam definir a estratégia política visando as eleições de 2020 e 2022.

Além de disputar a reeleição em Santa Rita, Hilton Gonçalo também tem se preparado para outras disputas, dentre elas, a reeleição de Fernanda Gonçalo em Bacabeira, a disputa em Pastos Bons, Milagres, Axixá, Sucupira do Norte, Palmeirândia, Nova Iorque, Nova Colinas, Rosário e São Luís.

Mesmo com todo esse capital político, Hilton Gonçalo viu o Avante ser disputado por outros deputados federais com mandatos. A perda, sobretudo, foi pela não eleição de seu irmão, Elizabeth Gonçalo, para a Câmara dos Deputados. Informações dão conta que os deputados federais Josimar de Maranhãozinho e Júnior Lourenço irão comandar a legenda no Maranhão.

Partidos trocam de lideranças e preparam casa para eleições 2020

Desde que as eleições de 2018 acabaram, algumas legendas já promoveram mudanças em seus diretórios no estado

Faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2020, partidos políticos no Maranhão estão promovendo mudanças para encarar as disputas e fortalecer suas legendas no estado. Desde que as eleições de 2018 acabaram, algumas legendas já promoveram mudanças em seus diretórios no estado.

O Podemos já trocou seu diretório. No lugar do deputado Aluísio Mendes, assume os aliados de Eduardo Braide. Aluísio por sua vez deve assumir o PSC.

A senadora Eliziane Gama passou o bastão do Cidadania (ex-PPS), para seu irmão, Eliel Gama. Pedro Lucas Fernandes assumiu a presidência do PTB no lugar do seu pai, o ex-deputado Pedro Fernandes.

O deputado federal Edilázio Júnior assumiu o PSD no lugar de Cláudio Trinchão. O deputado Júnior Marreca Filho assumiu o Patriotas no lugar do ex-deputado Jota Pinto. Já no PTC, saiu o deputado Edivaldo Holanda e assumiu o ex-deputado Júnior Verde.

Um outro partido que deve trocar de presidente é o Avante. Hilton Gonçalo perde a presidência do partido para o deputado Josimar de Maranhãozinho, que deve indicar um aliado.

Algumas mudanças ainda podem acontecer até as eleições, sobretudo nos comandos dos diretórios da capital e nas maiores cidades. O jogo da política ainda reserva mais surpresas.

Pré-candidatos a vereadores cobram um posicionamento de Eduardo Braide sobre novo partido

Alguns pré-candidatos a vereadores que pretendem disputar as eleições de 2020 em São Luís cobram do deputado federal, Eduardo Braide, uma definição em relação ao novo partido que possivelmente irá disputar a eleição para prefeitura.

Segundo colocado na disputa pela prefeitura da capital em 2016 e segundo colocado na disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados em 2018, Braide é um nome praticamente certo na disputa de 2020.

Sem definição de qual partido irá disputar, após a saída do PMN, o deputado tem recebido cobranças de alguns pré-candidatos a vereadores.

As lideranças aguardam a definição do novo partido para iniciar os trabalhos em suas bases e tentar surfar na popularidade de Braide.

Um dos prováveis destinos do deputado pode ser o Podemos ou o Avante.

Ariston Ribeiro e Zito Rolim na expectativa de assumir uma vaga na Alema

Ambos os políticos foram bem votados e aguardam o anúncio de novos deputados para cargos no Governo do Estado para assumir uma vaga na Alema

A reforma administrativa iniciada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), tem colocado muitos políticos maranhenses na expectativa de assumir uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. É o caso dos suplentes de deputado estadual Ariston Ribeiro (Avante) e Zito Rolim (PDT).

Com o retorno do deputado estadual Edivaldo Holanda, que assume pela indicação de Marcelo Tavares para a Casa Civil do Governo do Estado. Os próximos da fila são Ariston e Zito.

Ariston é vice-prefeito de Santa Rita e irmão do presidente do Avante, Hilton Gonçalo. Já Zito Rolim foi prefeito de Codó por duas vezes.

Ambos os políticos foram bem votados e aguardam o anúncio de novos deputados para cargos no Governo do Estado para assumir uma vaga na Alema.

Eduardo Braide prepara para os próximos dois dias o anúncio do novo partido

O deputado federal eleito, Eduardo Braide, vai anunciar nos próximos dois dias o seu novo partido. Braide foi eleito pelo PMN, legenda em que foi presidente nos últimos anos, mas anunciou sua saída após a legenda não passar pela Cláusula de Barreira, aprovada na última reforma política.

Informações dão conta que Braide pode ir para o Podemos, partido liderado no Maranhão pelo deputado federal Aluísio Mendes e que na última eleição lançou como candidato à Presidência da República o senador Álvaro Dias.

Mesmo com as especulações afirmando que o Podemos pode ser o partido escolhido por Braide, o Avante continua sendo uma das opções e pode acolher o deputado federal. O Avante é presidido no Maranhão pelo prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo.

Eduardo Braide já foi deputado estadual por duas vezes e é um dos prováveis candidatos à prefeitura de São Luís em 2020.

Eduardo Braide deve anunciar novo partido nos próximos dias

Das 21 legendas que passaram pela Cláusula de Barreira, pelo menos nove podem hospedar Eduardo Braide, entre eles está o PSL, PR, PP, PSD, DEM, PSDB, PSC, Podemos e Avante

O deputado federal eleito, Eduardo Braide, vai deixar o PMN, que, juntamente com outras legendas, caíram na Cláusula de Barreira aprovada na última reforma política. Nove partidos ainda estão sem um futuro definido e ficarão sem verba do Fundo Partidário e sem o tempo na TV e no Rádio, entre eles está o PMN.

Eduardo Braide ainda não quis adiantar para qual partido pretende transferir sua filiação. Em entrevista à Rádio Mirante AM, o deputado disse apenas que deseja mudar para um partido com o qual tenha certa afinidade.

“Partido que eu tenha liberdade de votar de acordo com a minha consciência. Não me elegi de forma livre para que chegue em Brasília e o partido seja dono da minha consciência”, afirmou.

Questionado sobre sua eventual candidatura à prefeitura de São Luís em 2020, Braide não confirmou se entrará na empreitada. Entretanto, ao afirmar que um dos motivos de sua saída seria a falta de tempo de televisão, tudo indica que o parlamentar esteja escolhendo uma sigla que lhe permita ter tempo de TV na corrida municipal de 2020.

Das 21 legendas que passaram pela Cláusula de Barreira, pelo menos nove podem hospedar Eduardo Braide, entre eles está o PSL, PR, PP, PSD, DEM, PSDB, PSC, Podemos e Avante.

Avante realiza convenção e oficializa apoio a Flávio Dino

O Avante foi o 16º partido a declarar apoio ao governador Flávio Dino

O Avante realizou convenção, no domingo (05), e apresentou seus candidatos para as coligações proporcionais, além do apoio na majoritária. A convenção foi realizada no Hotel Abbeville, no bairro do São Francisco, em São Luís.

O partido presidido pelo prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, também formalizou o apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Apenas dois nomes da legenda foram homologados para as disputas proporcionais. Ariston Ribeiro, vice-prefeito de Santa Rita vai concorrer a uma vaga para a Assembleia Legislativa.

Para a Câmara dos Deputados, o partido indicou Antônio Elizabeth Gonçalo, conhecido como Dr. Gonçalo, ex-prefeito de Pastos Bons.

O Avante foi o 16º partido a declarar apoio ao governador Flávio Dino.