Chapadinha: Pesquisa comprova favoritismo de Higor Almeida na disputa pela prefeitura

Em Chapadinha, o candidato a prefeito Higor Almeida (PSB) já aparece à frente na disputa pela Prefeitura. É o que confirma a pesquisa espontânea, realizada pelo instituto Data M, nos dias 03 e 04 de outubro, encomendada pelo Blog do Alpanir Mesquita, registrada sob o número MA-03527/2020. A amostragem ouviu 300 pessoas no município e foi concluída no dia 09 de outubro.

No cenário espontâneo, que mais chama atenção, Higor Almeida aparece com 27,4%, seguido de Belezinha com 27,1%. Dr Magno vem em terceiro com 15,5%. Aldir Jr aparece com 5,3%. Márcia Gomes e Neto Pontes estão empatados com 0,3%, segundo a pesquisa DataM.

De acordo com a pesquisa Data M, Dr. Magno é o candidato mais rejeitado em Chapadinha. Ele ganha disparado no quesito rejeição com 37,6%, seguido de Belezinha com 24,8% e de Aldir Júnior com 6,3%. Higor Almeida tem uma das menores rejeições com 4%.

Na estimulada, Higor Almeida aparece empatado tecnicamente com Belezinha. O primeiro aparece com 31% e a segunda com 33,7%, seguidos de Dr Magno com 17,5%; Aldir Jr com 5,6%, Neto Pontes com 1,3%, Márcia Gomes com 0,7% e Professor Janio com 0,3%.

Com apenas 33 anos, Higor Almeida é bancário e economiário. Natural de Chapadinha, ele representa o movimento jovem e vem impressionando pelo bom desempenho na disputa pela Prefeitura, chamando atenção por enfrentar nomes tradicionais da política no município.

Em 4 anos, Governo do Maranhão organiza rede de saúde e amplia atendimento no interior e na capital

HTO é um dos grandes hospitais entregues pelo gestão estadual e que mudou a vida dos maranhenses

O Governo do Maranhão melhorou o acesso, a efetividade e a eficiência dos serviços no SUS no Maranhão nos últimos quatro anos. Nesse período, a gestão estadual entregou à população maranhense dez hospitais e a Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir). Além disso, implantou e melhorou outros serviços, como a hemodiálise nas regiões de Chapadinha e Pinheiro, a Unidade de Oncologia Pediátrica, em Imperatriz, e a UTI Pediátrica Cardiológica no Hospital Dr. Carlos Macieira, em São Luís.

Os investimentos e mudanças fazem parte do processo de reestruturação da rede estadual de saúde, que resulta, dentre outras coisas, na regionalização do atendimento e na ampliação da cobertura assistencial. “Corrigimos desigualdades regionais de acesso e promovemos a integração de serviços de saúde. Dessa forma, garantimos atendimento perto de casa, evitamos deslocamentos para a capital e ainda protegemos a vida”, analisa o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

De 2015 a 2018, foram inaugurados hospitais nos municípios de Pinheiro, Caxias, Imperatriz, Santa Inês, Bacabal, Balsas, Chapadinha e Colinas. Além destes, também foram entregues o Hospital do Servidor e o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO). Este último rapidamente tornou-se referência de atendimento, pois possibilitou assistência ágil aos traumatizados, inclusive de outros estados.

Na Rede de Atenção às Urgências, cuja finalidade é qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência e emergência nos serviços de saúde, de forma ágil e oportuna, os avanços incluíram a ampliação da oferta de atendimento com a implantação da UPA de Chapadinha; a entrega de 172 ambulâncias para os municípios e serviços próprios. Soma-se a isso a oferta de leitos de retaguarda e Unidades de Cuidados Intensivos nos hospitais Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês; Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro; de Traumatologia e Ortopedia (HTO), em São Luís; Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão, em Caxias; Macrorregional Dra. Ruth Noleto, em Imperatriz; Geral de Chapadinha; e ampliação de 39 leitos no Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM).

Hospital Macrorregional de Imperatriz realiza atendimento de alta e média complexidade

O Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), também reformou e equipou os hospitais de Cajari, Turiaçu e Ribamar Fiquene, entregues para os respectivos municípios para gestão municipal.

A reestruturação da rede estadual de saúde também contemplou a rede materno-infantil, com a implantação de leitos de UTI Materna na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão; a reinauguração da Maternidade Nossa Senhora da Penha, em São Luís; entrega do Hospital Regional de Balsas e da Maternidade Humberto Coutinho, em Colinas; reforma do Hospital Regional Materno-Infantil de Imperatriz e do Hospital Regional Adélia Matos da Fonseca, em Itapecuru-Mirim.

Foi inaugurada, ainda, a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP) Dra. Eimar de Andrade Mello, em Imperatriz. Ainda nessa área, foram implantados os Centros Sentinela de Planejamento Reprodutivo na Maternidade Benedito Leite, em São Luís; na Maternidade Humberto Coutinho, em Colinas; e no Hospital Regional de Balsas. Os Centros Sentinela ampliaram o acesso das mulheres a métodos contraceptivos, à informação e à educação para a sexualidade.

As pessoas com deficiência também tiveram ampliado e qualificado o atendimento nos últimos quatro anos. A implantação do Ambulatório de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), da Casa de Apoio Ninar, assim como os serviços de Reabilitação Visual, do Transtorno do Espectro Autista e emprego da Talassoterapia no Centro Especializado em Reabilitação e Promoção da Saúde do Olho d’Água (CER Olho d’Água). No interior do estado, o Centro de Especialidades Médicas (CEM) em Barra do Corda passou a oferecer consultas em fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional, expandindo para a região os serviços de reabilitação física.

Flávio Dino e as cidades do Leste Maranhense…

Flávio Dino em agenda na cidade de Caxias

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), chega às eleições de 2018 com um alto nível de aprovação e com uma larga vantagem nas pesquisas eleitorais. Os dois fatores são reflexos do bom desempenho dele no campo político.

Se na capital, Flávio Dino conta com o apoio do prefeito Edivaldo Holanda Jr. (PDT). Em Imperatriz, lidera todas as pesquisas de intenções de voto. Na Baixada, confirmou o apoio do atual prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio. Nas cidades do Leste Maranhense, o governador está dando um show de desenvoltura.

Em Coroatá, Flávio Dino é recepcionado por uma multidão

Com a declaração do apoio do prefeito de Caxias Fábio Gentil (PRB), o governador vai contar com todos os prefeitos das maiores cidades do Leste Maranhense.

Em Timon, cidade de 167.619 mil habitantes, Flávio Dino conta com o apoio do prefeito Luciano Leitoa (PSB); na cidade de Codó, que possui 120.548 mil habitantes, o prefeito Francisco Nagib (PDT) é aliado de primeira hora do governo. Em Chapadinha, com 82.348 mil habitantes, ele também conta com o apoio do prefeito Dr. Magno.

A cidade de Coroatá, com 64.123 mil habitantes, é um dos destaques do trabalho do governador, que conta com o apoio do prefeito Luís da Amovelar Filho (PT). Em Coelho Neto, cidade de 48.078 mil habitantes, o prefeito Américo de Sousa (PT) também apoia Flávio Dino.

Em Timon, Flávio Dino conta com o apoio do prefeito Luciano Leitoa (PSB)

Outros prefeitos de cidades importantes também apoiam a reeleição do governador Flávio Dino. São eles: o prefeito Ferdinando Coutinho (PSB) de Matões e Valmira Miranda (PDT) de Colinas.

Com uma população de mais de 1 milhão e 200 mil habitantes, o Leste Maranhense, sem dúvidas, será um dos grandes destaques na reeleição do governador Flávio Dino.

Roseana admite dívida com o povo do Maranhão, diz que não quer olhar pro passado e fala em se renovar…

Roseana Sarney diz que não quer olhar para o passado e fala em se renovar

A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, esteve na cidade de Chapadinha, na segunda-feira (11), para participar de um evento evangélico. Na ocasião, ela reuniu meia dúzia de correligionários na cidade para um bate-papo sobre seu futuro político. Autocrítica, ela admitiu que tem uma dívida com o povo do Maranhão, mesmo depois de governar o Estado por 14 anos.

Talvez a declaração de Roseana tenha surgido após uma autorreflexão da sua péssima administração à frente do Maranhão, que deixou o Estado entre os piores do país em todos os índices de qualidade de vida, saúde, educação, entre outros. “Eu sou uma pessoa que não olha para o retrovisor. Eu não quero saber o que se passou”, admitiu.

Roseana reconheceu também que tem “um débito, uma dívida com o povo do Maranhão”. Talvez por ter feito o Estado regredir quando teve a chance de desenvolver e melhorar a qualidade de vida da população. Por isso, ela assumiu também que se afastou “das pessoas e dos políticos”.

Sobre o seu futuro, a filha de José Sarney falou sem convicção sobre uma possível candidatura no ano que vem. “Resolvi lançar uma pré-candidatura. Você não pode dizer ainda que é uma candidatura porque ainda falta muito tempo. Estou me preparando para isso”, disse, admitindo que “não posso dizer que eu vou fazer a mesmíssima coisa. Não existe isso. Se você não se renova há uma decepção generalizada de todos”.

Pelas suas palavras aos seus correligionários, deu pra perceber que a própria Roseana Sarney reconhece o seu desastroso governo à frente do Maranhão. Agora, ela tenta usar a lábia para ludibriar o eleitor maranhense de que mudou. O problema é que, pela reação das pessoas nas redes sociais, vai ser difícil cair, mais uma vez, nessa conversinha mole da “princesa da oligarquia”.

TCHAU, BELEZINHA! TRE defere registros de Magno Bacelar e Talvane Hortegal

Em relação a Magno Bacelar, o corregedor afirmou que a Justiça Eleitoral considera a lista do TCU como informativa e não vinculante

Em relação a Magno Bacelar, o corregedor afirmou que a Justiça Eleitoral considera a lista do TCU como informativa e não vinculante

Por maioria (3 a 1), o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão manteve, nesta terça-feira, 22 de novembro, sentença da 42ª zona que deferiu os registros de candidatura de Magno Augusto Bacelar Nunes e Talvane Ribeiro Hortegal, que concorreram aos cargos de prefeito e vice de Chapadinha nas eleições 2016. Da decisão, cabe recurso.

O julgamento do processo 178-73 iniciou na sessão 10 de novembro, mas foi interrompido depois que o procurador regional eleitoral opinou pelo indeferimento do registro de Bacelar e pelo deferimento do de Hortegal e o relator, juiz federal Ricardo Macieira, também votou no mesmo sentido. Em seguida, deveria votar o desembargador

Raimundo Barros, corregedor do TRE-MA, que pediu vista para estudar melhor o caso.
Nesta terça (22), em seu voto-vista, Barros reconheceu inexistência de trânsito em julgado de processo de prestação de contas em que figura como parte Talvane Hortegal, deferindo, por este motivo, o registro dele; e, quanto a Magno Bacelar, o corregedor afirmou que a Justiça Eleitoral considera a lista do TCU como informativa e não vinculante, portanto, não pode ser enquadrada como fato superveniente ou fato novo, posto que trata-se de inelegibilidade distinta da apresentada perante a 42ª zona eleitoral no momento oportuno, o qual seja através de Ação de Impugnação de Registro de Candidatura, nos 5 dias da divulgação do pedido de registro.

“Não se deve admitir a juntada de prova após o encerramento da instrução probatória, tendo em vista a preclusão consumativa, haja vista que não pode ocorrer variabilidade das razões da petição inicial e defesa, sob pena de ferir os princípios da estabilidade da lide, ampla defesa e contraditório, devido processo legal, sem mencionar que a duração do presente feito já há tempos abandonou qualquer razoabilidade, podendo, inclusive, colocar em risco a segurança jurídica da demanda processual”, destacou o corregedor.
Acompanharam o voto-vista do desembargador Raimundo Barros os juízes Sebastião Bonfim e Eduardo Moreira, declarando-se suspeitos Kátia Coelho e Daniel Leite.

COMIDA A DOIS REAIS – Governador entrega restaurante popular e vistoria obras em Chapadinha

Flávio Dino entregou mais um restaurante popular no Maranhão

Flávio Dino entregou mais um restaurante popular no Maranhão

A população de Chapadinha recebeu, de forma calorosa, o governador Flávio Dino para a inauguração do Restaurante Popular da cidade na manhã deste sábado (7). Acompanhado de vários secretários e deputados estaduais, ele aproveitou a visita para vistoriar as obras do Hospital Regional do município, do Mais Asfalto na Vila Izamara, da reforma do Centro de Ensino Dr. Paulo Ramos e ainda, anunciou outras ações para a população chapadinhense.

Flávio Dino foi recepcionado por crianças da Associação Boa Vontade que, na ocasião, agradeceram pela visita ao município e pela importância das ações do governo do Estado. A primeira obra vistoriada pelo governador foi o Hospital Regional de 50 leitos. Com problemas jurídicos e contratuais, a unidade só teve sua construção retomada nos últimos meses e tem previsão de entrega para o final do mês de setembro.

O hospital será de alta complexidade e atenderá 14 municípios da região. A unidade de saúde contará com 10 leitos de UTI, centro cirúrgico e hemodiálise, além de possuir um local de pronto atendimento anexo. “Nossa expetativa é fazer ainda este ano o que não fizeram em 50. E realizar um sonho que não é só de Chapadinha, mas de toda a região”, destacou Flávio Dino.

Logo após a vistoria no hospital, a comitiva do Governo seguiu para a Vila Izamara, onde a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), por meio do Mais Asfalto, realiza a pavimentação asfáltica de 4 km, melhorando a mobilidade e impactando em outras políticas como a economia. Foi o que afirmou o comerciante Raimundo da Conceição, dono do Comercial São Raimundo, localizado em uma das vias que estão sendo asfaltadas.

Restaurante popular

Localizado na região central de Chapadinha, o restaurante popular do município é mais um instrumento de segurança alimentar e nutricional inaugurado pelo Governo no interior do Estado. O prato sai por apenas R$ 2,00 (dois reais).

Para Flávio Dino, a inauguração de mais um restaurante popular demonstra a direção clara do Governo de investir em políticas para a população mais pobre do Estado.

Zé Inácio destaca os 78 anos de Chapadinha

Deputado Zé Inácio

Deputado Zé Inácio

O deputado estadual Zé Inácio (PT) esteve, na última segunda-feira (28), na cidade de Chapadinha, participando das comemorações pelo 78º aniversário da cidade. Na oportunidade, o parlamentar pôde parabenizar o avanço da cidade e as lutas por novas conquistas na melhoria social.
Durante a celebração, a Prefeitura de Chapadinha realizou a assinatura de ordens de serviço estabelecendo as seguintes melhorias: construção do novo terminal rodoviário de Chapadinha; ampliação do Hospital Antônio Pontes Aguiar; Construção da Praça da Fé; construção da 1ª fase da duplicação e iluminação da Avenida Ataliba Vieira, asfalto da Avenida Senador Vitorino Freire e rua Cícero Romão.
Além disso, também foi assinada a construção dos portais de entrada da cidade e monumento dos mulatos; reforma da praça Caterpilar; recuperação e recapeamento asfáltico de ruas dos bairros Terras Duras, Centro e Caterpilar; e a recuperação da estrada vicinal, em diferentes áreas. A animação da festa ficou por conta dos shows de Gabriel Diniz, Mara Pavanelly e atrações locais.
Sobre Chapadinha
Chapadinha era, inicialmente, habitada por descendentes dos índios Anapurus, que se fixaram em 1783 no lugar denominado Aldeia, onde atualmente se encontram os limites da cidade. Diversos comerciantes começaram a migrar para o local, conhecido como Chapada das Mulatas, atraídos pela riqueza das terras.

TCE desaprova as contas da ex-prefeita de Chapadinha

Danúbia Loyane terá que devolver mais de R$ 2 milhões aos cofres públicos e pagar multa de R$ 361 mil

danubiaO Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou a prestação de contas apresentadas pela ex-prefeita de Chapadinha, Danúbia Loyane de Almeida Castro, relativa ao exercício financeiro de 2010, condenando a ex-gestora à devolução de R$ 2.050.919,00 e ao pagamento de multas no total de R$ 361.090,00.

Entre as principais falhas detectadas na prestação de contas da ex-gestora estão irregularidades em procedimentos licitatórios, não apresentação dos Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) dentro dos prazos legais estabelecidos, pagamento de despesas sem a devida execução da obra ou serviço correspondente e irregularidades com despesas de pessoal. A ex-gestora pode recorrer da decisão.

Na mesma sessão foram desaprovadas também as contas de Abnadab Silveira Leda (Urbano Santos/2010),  com multas no total de R$ 59.000,00; Indalécio Wanderlei Vieira Fonseca (Governador Nunes Freire/2010), com multas no total de R$ 100.000,00 e Marcony da Silva dos Santos (Sucupira do Norte/2010), com débito de R$ 536.519,10 e multas no total de R$ 121.651,00.

Juvenal Leite de Oliveira (Sucupira do Riachão/2010), teve suas contas aprovadas com ressalvas e deve pagar multas no total de R$ 53.400,00.

Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares as contas de Antonio Ferreira de Sousa (Santa Luzia do Paruá/2009), com débito de R$ 42.243,45 e multas no total de R$ 24.224,34; Elmar Noleto e Silva (Barão de Grajaú/2009), com multas no total de R$ 3.630,00; José de Ribamar Soares França (Bacurituba/2010), com débito de R$ 4.581,38 e multas no total de R$ 10.916,27; Lauro Carvalho Santana Neto (Riachão/2009), com débito de R$ 44.217,36 e multas no total de R$ 6.421,73 e Valdeci Ximenes Cruz (Aldeias Altas/2010), com multas no total de R$ 11.600,00.

Paulo Lopes Sales (Governador Nunes Freire/2009) teve suas contas julgadas regulares com ressalvas e deve pagar multa de R$ 2.000,00.

Moradores queimam lixo nas ruas por falta de coleta pública em Chapadinha

Moradores têm que queimar o lixo, porque a Prefeitura não faz a coleta do lixo regularmente

Moradores têm que queimar o lixo, porque a Prefeitura não faz a coleta regularmente

chapadinha2Moradores de Chapadinha estão tendo que queimar o lixo residencial, em vários bairros do Município, porque a Prefeitura não está fazendo a coleta pública obrigatória dos resíduos regularmente. Pior que a administração municipal parece não estar nem um pouco preocupada com essa situação, tal é o descaso com que trata uma questão tão importante para o dia-a-dia da população.

As famílias se queixam que o acúmulo de lixo nas ruas está trazendo diversas doenças para as pessoas e pedem providências. A ação de queima dos resíduos em bairros, onde moram crianças e idosos, tem sido constante  em Chapadinha. São cenas que não só envergonham a população do Município como todo o Maranhão.

A prefeita de Chapadinha, Dulcilene Pontes Cordeiro, mais conhecida como “Belezinha”, tem se mostrado indiferente para um problema tão sério. Parece não está determinada em trazer soluções para regularizar a coleta de lixo nos bairros do Município, pois, claro, ainda faltam dois anos para as eleições municipais.

É lamentável, pois coleta pública de lixo, água, esgoto, energia e saneamento são ações básicas e condições mínimas de vida. Se há problemas nesses setores, não se pode falar em melhoria de qualidade de vida. Infelizmente, no Maranhão, ainda se vê esse tipo de coisa.

As fotos e as informações foram enviadas através de  e-mail por moradores de Chapadinha. E aí, dona Belezinha, foi para isso que a população te elegeu?