Clayton Noleto retira nome da disputa pela prefeitura de Imperatriz

Pelas inúmeras obras que a Sinfra possui na cidade de Imperatriz, o secretário era um dos nomes mais ventilados como pré-candidato

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto (PCdoB), anunciou que não será candidato a prefeito de Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do Maranhão.

Clayton concedeu entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora FM, afirmou que não será candidato a prefeito e que vai apoiar o nome escolhido pelo grupo do governador Flávio Dino.

Pelas inúmeras obras que a Sinfra possui na cidade de Imperatriz, o secretário era um dos nomes mais ventilados como pré-candidato.

Com a desistência de Noleto, o comunista abre caminho para os deputados estaduais Marco Aurélio (PCdoB) e Rildo Amaral (Solidariedade).

Eleição para prefeitura de Imperatriz promete ser acirrada

Pelo menos sete pré-candidatos já despontam no gosto do eleitorado

Segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, a cidade de Imperatriz promete ter sua eleição para prefeito bem acirrada. Pelo menos sete pré-candidatos já despontam no gosto do eleitorado.

Em baixa popularidade e enfrentando problemas em sua administração, o prefeito Assis Ramos (DEM), deve concorrer à reeleição e enfrentar uma campanha difícil contra bons concorrentes.

Pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), poderão concorrer o deputado estadual, Professor Marco Aurélio, ou o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Outros dois candidatos da base aliada são o ex-prefeito Ildon Marques e o deputado estadual, Rildo Amaral.

Por fora, disputam o ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB), mas que, por seu alto índice de rejeição, pode apoiar novamente o nome do empresário Ribinha Cunha.

Roberto Rocha passa vergonha em Brasília

A mais nova vergonha nacional aconteceu no Distrito Federal, onde Roberto Rocha teve ação desqualificada pela juíza Mara Silda de Almeida

No intuito de atingir o governador Flávio Dino (PCdoB) e o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto (PCdoB), o senador Roberto Rocha (PSDB) age na pressa e esquece de observar dados básicos.

A mais nova vergonha nacional aconteceu no Distrito Federal, onde Roberto Rocha teve ação desqualificada pela juíza Mara Silda de Almeida, da 8ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal (DF), que declinou da competência para julgar uma ação proposta pelo senador.

A juíza classificou “totalmente equivocada a distribuição desta ação” que deveria ser protocolada no Maranhão e não no Distrito Federal. E prosseguiu: “Conforme artigo 5° da Lei no 4.717/1965 a competência para o processo e julgamento da ação popular é definida conforme a origem do ato, que neste caso ocorreu no Estado do Maranhão, portanto, naquele estado deve ser processado o feito”.

“O autor indicou como seu domicilio o Distrito Federal, portanto, possível a aplicação do artigo 52, parágrafo único do Código de Processo Civil. Portanto, mesmo considerando possível a propositura da ação no foro do domicilio do autor a competência não é deste juízo, mas sim do juízo cível em razão da competência residual. Assim, ficou evidenciada a incompetência absoluta deste juízo”, sentenciou a magistrada.

Equipes fazem ações emergenciais em áreas atingidas pela chuva na capital


Na MA-201, os pontos de erosão apresentados após a chuva também já estão sendo solucionados pelas equipes

Monitoramento e atenção permanente. Esse tem sido o procedimento para a realização das ações emergenciais e as intervenções feitas pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), durante o período chuvoso que atinge todo o Maranhão. Em São Luís, o último final de semana foi marcado por intensas chuvas, atingindo vários pontos da cidade.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, acompanhado de equipe técnica de engenharia da Sinfra, vistoriou e acompanhou, na manhã desta segunda-feira (25), os trabalhos das frentes de serviços nos pontos que foram afetados pelas chuvas. Rodovias que cortam a Grande Ilha como a MA-201, sentido Maiobão, MA-202 e MA-204 no Parque Vitória e Jardim Turu foram alguns dos pontos percorridos pela equipe.

Clayton Noleto informou que as equipes de manutenção da secretaria estão prontas para atuar nas áreas emergenciais, minimizando os transtornos que atingiram a população. “Nós sabemos que o trasbordamento de vários riachos deixou pontos em situação crítica na capital. Participei de reuniões com o governador Flávio Dino e vários outros órgãos, além disso já fizemos contato com a empresa responsável pela manutenção, além de percorrer os locais afetados, avaliando os riscos e acompanhando o que já está sendo feito pelas equipes”, reforçou o secretário.

Mesmo com tempo chuvoso, o planejamento do Governo Estado inclui manter mobilizada as equipes nos pontos estratégicos para garantir a mobilidade da comunidade. Na Avenida Nossa Senhora da Vitória, acesso para MA 202, máquinas estão no local com todo o corpo técnico necessário para realizar os trabalhos de recuperação e para garantir a trafegabilidade na via o mais rápido possível.

Na MA-201, os pontos de erosão apresentados após a chuva também já estão sendo solucionados pelas equipes. A Sinfra reforça que a população obedeça a sinalização e mantenha distância das áreas de risco. Alguns trechos estão isolados para manter a segurança no local.

Clayton Noleto e Carlos Lula vistoriam área do novo Socorrão de Imperatriz

A área fica na Avenida Pedro Neiva de Santana, ao lado do Hospital Macrorregional, e foi declarada de utilidade pública na última quarta-feira pelo governador Flávio Dino

Na tarde da última sexta-feira (8), o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, e o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, visitaram a área de 130 mil m² onde serão construídos o novo Socorrão de Imperatriz, já chamado pela população de Socorrão

II, e o Centro de Ciências da Saúde da UemaSul.

A área fica na Avenida Pedro Neiva de Santana, ao lado do Hospital Macrorregional, e foi declarada de utilidade pública na última quarta-feira pelo governador Flávio Dino, quando assinou o decreto de desapropriação. A visita dos dois secretários e da equipe técnica, que vai fazer a adequação do projeto às condições do solo, foi acompanhada de lideranças políticas de Imperatriz e cidades vizinhas, que também serão beneficiadas com a nova estrutura.

“Eles vão verificar topografia e logo após licitar a construção do hospital. Essa parte de adequação do projeto acreditamos que vamos fazer em 90 dias e depois vem o período de licitação. Mas nosso objetivo é iniciar essa obra ainda este ano para Imperatriz e Região Tocantina receber este equipamento necessário para melhorar a qualidade de vida da população”, declarou o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Para o Socorrão, que será administrado pelo governo do estado, será destacada uma área de 62 mil m², sendo 35 mil m² para a construção do prédio que vai abrigar 100 leitos de UTI e 300 enfermarias. “Com essa totalidade vamos conseguir suprir a demanda da região.

O investimento aproximado é de 150 milhões de reais”, disse o secretário sobre o custo da execução da obra.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, afirmou que com o novo Socorrão a cidade vai passar a ter a maior estrutura em termos de saúde. “Imperatriz passará a ter o maior hospital de interior do Nordeste com o custeio mensal de R$ 15 milhões a R$ 20 milhões, se falando em custo para funcionamento. Já iniciamos o de São Luís e vamos iniciar aqui em Imperatriz. Além da Saúde, melhora a economia, pois teremos cerca de 1000 empregos diretos neste hospital 24 horas”, afirmou.

Clayton Noleto também destacou a construção do Centro de Ciências da Saúde da UemaSul, área ao lado do novo Socorrão. A reitora da universidade, Elizabeth Nunes, considera o projeto arrojado. “É uma inovação, pois a UemaSul não tem curso na área da saúde e vendo que o curso de Medicina é o primeiro a ser montado, vai trazer mão de obra, pois teremos formação de recursos humanos para a região. E precisamos melhorar as estatísticas da saúde em nosso estado”, destacou. Os dois secretários encerraram a agenda com visita ao Hospital Macrorregional.

Flávio Dino anuncia construção do novo Hospital de Imperatriz, secretários visitam cidade nesta sexta-feira (8)

Hospital ‘Socorrinho’ de Imperatriz pegou fogo na noite de sábado (2)

Os secretários de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto e de Saúde, Carlos Eduardo Lula estarão em Imperatriz, nesta sexta-feira (8), às 16h, para verificar as adequações necessárias do projeto para a construção do novo hospital de Imperatriz. A ideia é adaptar, conforme as necessidades, o projeto do hospital de São Luís. O terreno fica localizado ao lado do Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto, na Avenida Pedro Neiva de Santana, e dispõe de um espaço aproximado de 60 mil metros quadrados.

A estimativa é que até a metade do ano o processo licitatório esteja concluído e seja emitida a ordem de serviço para início da construção. O novo hospital terá 400 leitos com capacidade para atender urgência e emergência, melhorando o atendimento da saúde na cidade. Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, a ideia é que a construção aconteça por etapa, de forma que a população comece a usufruir da estrutura da unidade hospitalar o mais rápido possível.

“Um hospital é enorme e o tempo de duração prevista de construção é de cerca de três anos. Mas vamos trabalhar em etapas para tentar colocar em funcionamento pelo menos uma parte do hospital”, detalhou. Somando esse hospital a outros investimentos já realizados pelo Governo do Estado – como a entrega do Macrorregional e a Casa da Gestante – com a construção do Centro de Ciências da Saúde da Uemasul, cujo o projeto está em discussão, Imperatriz caminha para a consolidação como cidade polo referência no atendimento à saúde.

Equipes iniciam trabalhos para recuperação da cobertura do Ginásio Castelinho

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís

Equipes da Secretaria de Esportes e Lazer (Sedel), Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), Corpo de Bombeiros (CBMMA) e empresa especializada em estruturas metálicas iniciaram na manhã desta quinta-feira (07) os preparativos para recolhimento de parte do teto que desabou no Ginásio Castelinho.

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís.

“Por determinação do governador, ontem nós estivemos aqui logo após a ocorrência e tomamos todas as medidas necessárias, inclusive de segurança. Hoje já estamos novamente aqui para iniciar os procedimentos de desmonte do que resta da cobertura que cedeu, além de alinharmos a programação para início da obra de recuperação do Ginásio”, explicou o titular da Sedel, Rogério Cafeteira.

O secretário acrescentou que o Governo está avaliando a forma mais célere para entrega da obra: “Vamos estudar a melhor forma para que essa praça pública de esporte possa voltar a ser utilizada pela população”.

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís

Além das equipes da Sinfra, Sedel e Corpo de Bombeiros, o Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim-MA) e a Defesa Civil do Estado também estão atuando para identificar as causas do desabamento e dar o suporte necessário à recuperação do espaço.

O tenente-coronel Wellington Reis, do CBMMA, explicou que a perícia técnica ainda não descartou nenhuma possibilidade para as causas do desabamento. “No momento, não podemos descartar nenhuma possibilidade, por essa razão iniciamos o aprofundamento da perícia técnica, com apoio do Icrim”, afirmou.

A Secretaria de Infraestrutura mobilizou empresa especializada em estruturas metálicas similares ao do teto do Ginásio Costa Rodrigues para fazer o diagnóstico do local e operar a retirada dos escombros, além de limpeza da área.

“Estamos hoje cumprindo uma nova etapa do diagnóstico, inclusive já temos uma empresa no local acionada para iniciar o desmonte do que resultou do desabamento de parte do telhado e a partir disso vamos ter condição de ter um laudo pericial com absoluta exatidão. O mais importante é que nós estamos mobilizados e vamos iniciar imediatamente a limpeza da área para que o equipamento seja recuperado”, afirmou ou secretário Clayton Noleto.

Ele acrescentou que a obra de recuperação do Ginásio Castelinho é uma prioridade e que o governador acompanha de perto todos os procedimentos técnicos.

“O governador Flávio Dino está coordenando e acompanhando esse processo pessoalmente e determinou que a obra seja tratada como prioridade”, afirmou.

Governo inicia construção do Hospital da Ilha em São Luís

No momento, os colaboradores executam terraplanagem e fundações

O Governo do Maranhão, por meio das secretarias de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e Saúde (Ses), deu início à construção do Hospital da Ilha, em São Luís. Além da capital, o prédio hospitalar atenderá as cidades de São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

A obra está orçada em R$ 132.049.108,88 e tem prazo de execução de 32 meses. No momento, os colaboradores executam terraplanagem e fundações. Durante visita à obra, na última quinta-feira (31), o governador Flávio Dino detalhou como o novo hospital vai ajudar a desafogar o atendimento nas três cidades que compõem a Grande Ilha.

“É a solução definitiva do problema de urgência e emergência na ilha de São Luís. Um novo Socorrão, como dizemos na ilha. Com isso teremos uma atenção completa do Governo do Estado ao tema da saúde aqui. Já temos as upas e hospitais de complexidade, de modo que com esse avanço teremos uma saúde de qualidade”, destacou o governador Flávio Dino.

No momento, os colaboradores executam terraplanagem e fundações

O Hospital da Ilha tem 32.257,97 m². Na primeira etapa, serão entregues 212 leitos distribuídos em 6 blocos, incluindo emergência, UTI’s e Internação. O terreno possui ainda área reservada para expansão. No bloco de expansão, denominado Bloco H, estão previstos mais 3 pavimentos de internação do tipo enfermaria, totalizando um acréscimo de mais 180 leitos. Ao todo serão 392 leitos.

“Está sendo construído uma equipamento público de altíssima qualidade. Nesta primeira etapa entregaremos mais de duzentos leitos e ao final teremos cerca de 400 leitos, fazendo com que o atendimento chegue em todos os moradores da Grande Ilha”, reiterou o secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto.

O secretário de Estado da Saúde (SES), Carlos Lula, destacou a importância do hospital para o atendimento de urgência e emergência. “Mais uma obra fruto da parceria Sinfra e SES. Todos dando as mãos para entregar esse hospital que é maior que o Socorrão I e II. Teremos capacidades de dobrar o atendimento de urgência e emergência seja trauma, seja AVC, seja atentado de arma de fogo”, explicou o secretário Carlos Lula.

Em 4 anos de gestão, o Governo do Maranhão contabiliza investimento de mais de R$ 2 bilhões em as obras nas áreas da saúde, educação, segurança, mobilidade urbana, lazer, cultura, turismo e esporte. As intervenções realizadas trazem melhorias significativas aos milhões de moradores da Grande Ilha e aquecem o comércio, elevando a qualidade de vida e incentivando a geração de emprego e renda na região.

Flávio Dino destaca apoio à Região Tocantina durante homenagem na Associação Comercial de Imperatriz

Na ocasião, Flávio Dino adiantou o compromisso de apoiar os grandes eventos empresariais na região

O governador Flávio Dino e os secretários estaduais Clayton Noleto (Infraestrutura) e Expedito Silva Júnior (Indústria, Comércio e Energia) receberam uma homenagem devido ao apoio dado pelo Governo do Estado à Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII). A homenagem aconteceu no Palácio do Comércio, durante reunião onde a entidade apresentou os projetos e demandas da classe, como a realização da Feira do Comércio e Indústria (Fecoimp).

“Temos grande apreço pela classe empresarial tocantina, apreço traduzido por uma série de medidas, entre as quais, os apoios aos eventos empresariais que aqui se realizam, notadamente a Expoimp e Fecoimp. Temos nos empenhado para que não falte nada, para que esses eventos aconteçam com sucesso”, afirmou o governador.

Na ocasião, Flávio Dino adiantou o compromisso de apoiar os grandes eventos empresariais na região. “Teremos uma reunião com a classe empresarial. Nós já temos a data de início das obras de climatização do Centro de Convenções de Imperatriz. Além do balanço dos eventos empresariais que foram feitos neste ano, todos com apoio do Governo do Maranhão”, frisou.

A estimativa é que os serviços climatização do Centro de Convenções de Imperatriz estejam prontos até próxima edição da Fecoimp, que acontece sempre no mês de setembro, levando mais comodidade para os expositores e visitantes.

O secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, agradeceu pela homenagem recebida. “Recebi junto com o governador Flávio Dino, com outros representantes do governo e com o deputado Marco Aurélio, essa homenagem de reconhecimento pelo apoio à Associação Comercial de Imperatriz. Agradeço honrosamente pela parceria de sempre! Sabemos que as parcerias com instituições como a ACII são importantes para fortalecer a economia da cidade, gerando emprego e renda”, declarou.

O presidente da ACII, Guilherme Maia, destacou a postura do Governo do Estado que motivou a instituição a fazer a homenagem, como a transparência e a proximidade com a classe empresarial. “O governo, ao longo desses quatro anos, tem mostrando um gesto de grandeza com a região, estando sempre presente. É um governo transparente, aberto, que nos ouve e acata nossas sugestões, que são todas coletivas e engradecem a região, melhorando a qualidade de vida da população como um todo”, acrescentou.