Progressistas longe de definir seu caminho na disputa pela prefeitura de São Luís

Em 2016, o Progressistas por muito pouco não chegou ao segundo turno das eleições da capital com o deputado estadual Wellington do Curso. Esse, por sua vez, já não faz parte da legenda, está no PSDB desde 2018

Mesmo com todas as especulações sobre seu futuro, como uma candidatura própria, o destino do Progressistas (Ex-PP), em São Luís, ainda não está claro.

Terceira maior bancada na Câmara dos Deputados, com um número expressivo de tempo de TV e Rádio, além de um bom Fundo Partidário, o caminho do Progressistas ainda não está definido na disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr. (PDT).

Vale lembrar que em 2016, o Progressistas por muito pouco não chegou ao segundo turno das eleições da capital com a candidatura do deputado estadual Wellington do Curso. Esse, por sua vez, já não faz parte da legenda, está no PSDB desde 2018.

Muito se comentou sobre a ida do deputado Duarte Júnior para a legenda, mas parece algo longe de ser concretizado.

O fato é que o presidente estadual da legenda, o deputado federal André Fufuca, deve trabalhar até as convenções para que o partido chegue melhor posicionado na disputa.

Veja os números da pesquisa Escutec/O Estado

O Instituto Escutec ouviu 1002 eleitores em São Luís entre os dias 12 e 17 de outubro. A margem de erro é de 3,1 para mais ou para menos

O Instituto Escutec divulgou sua pesquisa de intenções de votos para a disputa pela prefeitura de São Luís, para 2020. A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Estado do Maranhão.

De acordo com os números, o deputado federal Eduardo Braide (PMN) segue na liderança, não muito distante, alguns nomes apoiados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) aparecem com números bastante significativos.

No cenário espontâneo, quando não são apresentados os nomes dos postulantes, Eduardo Braide aparece com 25,2%. Em seguida surgem os nomes dos deputados estaduais Neto Evangelista (DEM) e Duarte Júnior (PCdoB) com 3%, logo depois estão Wellington do Curso 2% e Adriano Sarney 1,5%.

No cenário estimulado com 15 nomes, Braide aparece em primeiro lugar com 42,6%, em seguida Duarte Jr. 10%, Neto Evangelista com 8,8% e Wellington do Curso com 8,2%.

Os outros nomes são: Tadeu Palácio (PSL) 4,8%; Adriano Sarney (PV) 4,5%; Bira do Pindaré (PSB) 4,0%; Osmar Filho (PDT) 3,1%; Dr. Yglésio (PDT) 1,8%; Coronel Monteiro (PSL) 1,7%; Jeisael Marx (Rede) 1,1%. Rubens Júnior (PCdoB), Sílvio Antônio (PSL), Allan Garcês (PSL), Carlos Madeira (Sem partido) aparecem com 1%.

Nenhum deles 1,4%. Não sabem ou não opinaram somam 4,0%.

O Instituto Escutec ouviu 1002 eleitores em São Luís entre os dias 12 e 17 de outubro. A margem de erro é de 3,1 para mais ou para menos.

Os bons nomes do grupo do governador Flávio Dino para a disputa na capital

Todos os nomes do grupo do governador Flávio Dino estão em partidos competitivos e podem crescer nas pesquisas de intenções de voto até 2020

Faltando um ano para as eleições de 2020, o cenário político de São Luís segue indefinido, mas começam a ganhar corpo as possíveis pré-candidaturas e os nomes da disputa. Até o momento, um pouco mais de uma dezena de possiveis nomes já se apresentam como pré-candidatos e outros tantos ainda tentam garantir uma legenda. Sabe-se que até as convenções, boa parte desses nomes decidirá desistir da disputa e poderá compor chapas majoritárias.

Dentre os vários nomes, destacam-se os pré-candidatos do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), todos eles estão em partidos competitivos e podem crescer nas pesquisas de intenções de voto até 2020.

Podemos destacar Duarte Júnior e Rubens Júnior, ambos do PCdoB. Os dois pré-candidatos trabalham diariamente para garantir a homologação do partido na disputa. Duarte segue desempenhando um bom mandato na Assembleia Legislativa, além de conversar com vários setores e entidades da sociedade civil. Já Rubens, tem feito um belo trabalho a frente da Secretaria de Estado das Cidades e promete intensificar sua agenda de inaugurações e ações.

Outro nome do grupo governistas é o do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), que já foi candidato a vice-prefeito e conta com o apoio de sua legenda tanto a nível estadual, quanto nacional.

Osmar Filho, presidente da Câmara Municipal de São Luís, segue articulando o apoio de vários vereadores da capital e com o apoio decisivo da militância do PDT, tem todas as condições de crescer nas pesquisas.

Mais alguns nomes do grupo do governador Flávio Dino tentam viabilizar suas candidaturas e podem ser bons nomes na disputa pela prefeitura de São Luís. São eles: o deputado Bira do Pindaré (PSB), Dr. Yglésio (Hoje no PDT, mas que pode mudar para o Solidariedade) e Jeisael Marx, que garantiu a Rede Sustentabilidade para se candidatar e tem boa ligação com o governador Flávio Dino.

Homenagens de pré-candidatos pelo aniversário de São Luís dão o tom de como será a campanha em 2020

Alguns pré-candidatos fizeram questão de publicar vídeos parabenizando a cidade, mas, muito além disso, de marcar território nas redes sociais, na TV e na lembrança do eleitorado da capital.

Muito além das homenagens e felicitações pelo aniversário de 407 anos da cidade de São Luís, os vídeos publicados por alguns pré-candidatos a prefeito da capital dão o tom de como será a campanha do próximo ano.

Alguns pré-candidatos como Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (PCdoB), Osmar Filho (PDT) e Rubens Júnior (PCdoB), fizeram questão de publicar vídeos parabenizando a cidade, mas, muito além disso, de marcar território nas redes sociais, na TV e na lembrança do eleitorado da capital.

Um dos que mais se destacaram foi o pré-candidato Jeisael Marx, que, em um vídeo bem elaborado, mostrou vários problemas da capital como as péssimas condições da Feira do Bom Jesus e do lixão do Fumacê, que merecem atenção do poder público. O vídeo teve bastante compartilhamento e foi líder de interações em várias redes sociais.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr. (PDT), também publicou um vídeo, onde, além de parabenizar, mostra algumas ações da prefeitura na capital e anunciou o início do programa “São Luís em Obras”.

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa de São Luís, aproveitou a oportunidade para parabenizar São Luís e reafirmar o papel do legislativo estadual na construção de uma capital mais desenvolvida.

O governador Flávio Dino (PCdoB) também usou suas redes sociais para homenagear São Luís. O aniversário da capital também foi marcado pela entrega de obras como a do Parque do Rangedor, pelo Governo do Estado.

Othelino assina ordem de serviço para adequação da Alema às normas de acessibilidade

Othelino destacou que a Alema vive um momento histórico com a assinatura da ordem de serviço para a elaboração do projeto arquitetônico, que vai ampliar as condições de acessibilidade ao Parlamento

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), assinou, durante a manhã de ontem (2), a ordem de serviço para a elaboração de estudos e projeto de engenharia e arquitetura de adequação às normas e recomendações técnicas vigentes referentes à acessibilidade do conjunto de edificações da Alema. Na ocasião, foi assinada, ainda, a ordem de serviço para a adaptação, também, da escadaria de acesso principal à sede do Legislativo maranhense seguindo às normas de acessibilidade.

O ato de assinatura contou com a participação do deputado Duarte Jr. (PCdoB); do juiz Douglas de Melo Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos; representantes do Fórum Maranhense das Entidades de Pessoa com Deficiência; da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA); diretores da Casa; e engenheiros.

O presidente Othelino destacou que a Alema vive um momento histórico com a assinatura da ordem de serviço para a elaboração do projeto arquitetônico, que vai ampliar as condições de acessibilidade ao Parlamento, garantindo a todos o direito de ir e vir.

“Já fizemos várias intervenções e, agora, o projeto arquitetônico para que nós possamos tornar esse processo ainda mais amplo. Também assinamos a ordem de serviço para as intervenções na entrada da Assembleia, onde têm as escadarias para a construção das rampas e vamos chegar até a parada de ônibus para que todos tenham acesso às instalações da Assembleia Legislativa”, garantiu Othelino.

“Neste momento, a Assembleia caminha para ser 100% acessível. Ou seja, é uma nova forma de gerir a coisa pública, que, com certeza, garante os direitos humanos, o direito de ir e vir. Todos nós, enquanto parlamentares, estamos muito felizes por poder testemunhar e colaborar com esse momento e garantir que a Casa do Povo seja, de fato, acessível para todos”, afirmou o deputado Duarte Jr.

Dilson Bessa, representante do Fórum Maranhense das Entidades de Pessoa com Deficiência, declarou que é uma conquista, fruto de muito diálogo e, agora, efetivada. “A acessibilidade não é só a parte arquitetônica. Tem a questão das atitudes, das sinalizações e toda uma atividade que precisa ser desenvolvida, que já havíamos pedido, como o acesso ao Plenário, pois tínhamos uma dificuldade enorme e, agora, tudo isso será contemplado nesse projeto”, assinalou.

O diretor-geral da Alema, Valney de Freitas, afirmou que, assinada a ordem de serviço, a empresa já está habilitada a iniciar a execução. “Nós, como gestores da Assembleia, seguimos a orientação do presidente Othelino e estamos cumprindo não somente aquelas funções inerentes às atividades parlamentares, mas as nossas funções sociais. Estamos coesos com a sociedade e, mais que tudo isso, ao amor às pessoas”, disse.

Jornal Pequeno divulga primeira pesquisa para Prefeitura de São Luís

A pesquisa do Jornal Pequeno ouviu 1.001 pesdoas no período de 1 a 4 de julho em São Luís e tem a margem de erro de 3,10% para mais ou pare menos

Faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2020, o cenário político de São Luís começa a se movimentar e o Jornal Pequeno traz os primeiros números da disputa pela prefeitura da capital.

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) lidera a pesquisa realizada pela JPesquisa, novo instituto que está sendo lançado no mercado pelo Jornal Pequeno. No cenário espontâneo, ele aparece em primeiro lugar, com 32% das intenções de voto. Em seguida, aparecem os deputados Duarte Jr.(PCdoB), com 6% das intenções. O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) e o deputado federal Bira do Pindaré (PSB) aparecem logo em seguida empatados com 2%. Também aparecem empatados, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) e o ex-prefeito Tadeu Palácio, com 1%. Não votariam em nenhum dos candidatos 4%. Não sabe ou não respondeu 52%.

No cenário estimulado, Eduardo Braide também lidera com com 47% das intenções de voto. Em segundo aparece o deputado Duarte Júnior com 14%. O deputado Wellington do Curso aparece em terceiro com 10%. O deputado Neto Evangelista ficou em quarto, com 7%; Bira do Pindaré em quinto, com 5%. Logo atrás estão o deputado Adriano Sarney (PV) com 3% e o vereador Osmar Filho (PDT) com 2%. O deputado Dr. Yglésio (PDT) e o radialista Jeisael Marx pontuam com 1%. Nenhum deles 4% e não sabe ou não respondeu 6%.

O JPEsquisa também fez um outro cenário sobre a disputa pela prefeitura de São Luís

Rejeição

A pesquisa mostra que 30% dos entrevistados não votariam em Adriano Sarney para prefeito de São Luís; 14% disseram que não querem Bira do Pindaré; 11% não votariam em Wellington do Curso; Osmar Filho aparece com 8% da rejeição. Rubens Jr. somou 5% de rejeição, Braide e Duarte 4%; Neto Evangelista, Dr. Yglésio e Jeisael 3% de rejeição.

A pesquisa do Jornal Pequeno ouviu 1.001 pesdoas no período de 1 a 4 de julho em São Luís e tem a margem de erro de 3,10% para mais ou pare menos.

Deputados prestigiam cerimônia de assinatura de parceria entre Governo do Maranhão e Vale

Para o deputado Othelino Neto, o protocolo é um ganho para o Maranhão

Os deputados Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Vinicius Louro (PL), Zito Rolim (PDT) e Duarte Jr. (PC do B) participaram, na tarde de terça-feira (2), no Palácio dos Leões, da assinatura de um protocolo de intenções entre o Governo do Maranhão e a mineradora Vale, que resultará em investimentos em torno de R$ 60 milhões, nas áreas de educação, saúde, patrimônio cultural e segurança.

Para Othelino Neto, o protocolo é um ganho para o Maranhão. “O estado deu mais um grande passo com a oficialização dessa parceria com a Vale, que deverá ajudar na ampliação de programas sociais, aquisição de equipamentos, melhorias dos serviços de abastecimento de água e recuperação de imóveis históricos, entre outros investimentos. Os maranhenses só têm a ganhar”.

Na área da educação, os investimentos incluirão a construção e reforma de escolas, assistência-técnica pedagógica, formação continuada para professores, entrega de kits e livros escolares e alfabetização de crianças. Ainda será possível ampliar o programa “Escola Digna” e incrementar os Institutos Estaduais de Educação, Ciência e Tecnologia (Iema), que também serão contemplados com novos laboratórios.

“O ato mostra que a união faz a força e o governo sempre age em parceria com aqueles que querem ajudar. São serviços e programas que têm um aproveitamento imediato, a exemplo do que será investido em educação, com a alfabetização de crianças e o aprimoramento do conhecimento dos professores, por exemplo”, disse o governador Flávio Dino.

A parceria resultará ainda na recuperação de prédios do Centro Histórico de São Luís, por meio do programa “Nosso Centro”, gerenciado pela Secretaria Estadual das Cidades e Desenvolvimento Urbano.

“O governador Flávio Dino está de parabéns por esta parceria tão importante com uma empresa privada, que só terá pontos positivos para o povo do Maranhão nas mais diversas áreas. Tenho certeza de que o Governo do Maranhão usará esse benefício com muita sabedoria”, ressaltou o deputado Zito Rolim.

Jeisael Marx tem papel destacado na audiência sobre a Feirinha do Vinhais

Jeisael cobrou uma melhor atenção para a Feira do Vinhais, além da resolução do problema na Justiça

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Maranhão realizou, na tarde de terça-feira (21), no Auditório Neiva Moreira, audiência pública com objetivo de encontrar solução definitiva para o impasse do terreno onde, há mais de 30 anos, funciona a tradicional Feira do Vinhais. O tema também vem sendo debatido na Câmara de Vereadores de São Luís e teve a participação do jornalista e apresentador Jeisael Marx.

Em abril, os feirantes fizeram um protesto contra a colocação de contêineres na área onde funciona a feira. Eles interditaram uma das avenidas que dá acesso ao Vinhais e exigiram a desocupação do terreno. Dias depois, a Justiça, em decisão liminar, ordenou a retirada dos contêineres, que foram colocados pelos supostos proprietários da área.

A audiência foi dirigida pelo presidente da Comissão, deputado Duarte Jr. (PCdoB) e contou com a presença dos vereadores Marcial Lima, César Bombeiro, Ricardo Diniz, de representantes dos feirantes, sociedade civil, e do juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, além do advogado Maicon Oliveira, representante do suposto proprietário.

Jeisael cobrou uma melhor atenção para a Feira do Vinhais, além da resolução do problema na Justiça. “Os feirantes da feira do Vinhais estão esperando a promessa de terem suas barracas padronizadas e as “barracas bonitinhas”, estão nas feirinhas oficiais com os nomes das secretarias para dar visibilidade aos secretários, enquanto deveriam dar melhores condições aos feirantes do Vinhais. São feirinhas para fazer política, alimentar vaidades e servir a um contexto completamente fora do contexto principal, que é gerar renda”, afirmou, sendo aplaudido pelos feirantes.

O deputado Duarte Júnior defendeu a união dos poderes para proteger a população e resolver questões como estas que, segundo ele, “não envolve e prejudica somente os feirantes e os moradores daquele bairro. Essa problemática envolve titularidade e vendas ilegais de terrenos em toda a Grande Ilha, causando prejuízos à sociedade, como no caso da feirinha e outros tantos casos que acabam lesando o cidadão”.

Avanço! Canudos de plástico estão proibidos no Estado do Maranhão

Canudos são responsáveis pela morte de muitos animais marinhos

Um poderoso inimigo do meio ambiente acaba de ser banido do Maranhão. Graças à lei 11.014/2019, os canudos de plástico, que podem levar séculos para se decompor totalmente, estão proibidos em todo o Estado. A chamada Lei dos Canudos, uma iniciativa dos deputados Adelmo Soares e Duarte Jr, veta a comercialização e a utilização de canudos de plástico e promove a utilização de canudos reutilizáveis ou biodegradáveis, que podem ser de bambu, aço, papel e outros materiais.

O deputado Duarte Jr, que colaborou com a elaboração do projeto de Adelmo Soares, alerta que o canudo de plástico por si só não é a única ameaça. “Nós seres humanos devemos assumir nossa culpa como causadores de toda poluição. Com nossa falta de consciência, acabamos descartando não só canudos, mas vários outros materiais feitos de plástico nos rios e oceanos. Além da poluição, geramos também risco para a vida de várias espécies. Por isso essa lei é muito importante”, analisa Duarte, que também é presidente da Frente Parlamentar Lixo Zero.

Para Adelmo Soares, a proibição é uma medida que pode acabar sendo mais efetiva do que a realização de simples campanhas de conscientização. “O meio ambiente não pode esperar que o ser humano pare de poluir ou que diminua a produção de plástico. A proibição é algo necessário, ainda mais quando temos alternativas mais limpas, mais ecológicas, como os canudos de bambu e de papel”, afirma Adelmo.

Sacolas também estão na mira. Maranhão também já possui uma lei que proíbe o uso de sacolas de plástico em supermercados, lojas, farmácias, livrarias e outros estabelecimentos comerciais. No entanto, mesmo tendo sido sancionada em 2008, a Lei 8.884 ainda não é obedecida. Com o objetivo de garantir a efetivação e regulamentação de mais esta lei, os deputados Duarte Jr e Adelmo Soares também já começaram a alinhar ações com as secretarias estadual e municipal do Meio Ambiente, Câmara dos Dirigentes Lojistas e Associação Comercial do Maranhão.