As dez atitudes de um “jornalista brega”, segundo Duda Rangel

duda rangel

O  “jornalista”  Duda Rangel, personagem criado pelos gêmeos Anderson e Emerson Couto, enumerou o que seria, segundo ele, as dez principais atitudes de um “jornalista brega” para o blog “Desilusões Perdidas” e para a  fan page “Jornalismo com bom humor”. Além disso, com seu toque de bom humor, ele descreveu também alguns “sinais de pobreza” (Veja abaixo).

O blog originou o livro “A vida de jornalista como ela é”. Confira  a seguir os dez principais sinais de “breguice” de um jornalista, segundo o blog do personagem Duda Rangel:

1 – Tirar foto com entrevistado famoso, durante a pauta, e publicá-la no Facebook e no Instagram;

2 – Ficar anotando as respostas atrás de entrevistado só para aparecer na TV;

3 – Aplaudir final de coletiva de imprensa; 

4 – Abusar do trio breguice: pochete na cintura, caneta de jabá e bloquinho enfiado no bolso de trás da calça;

5 – Fingir intimidade com o entrevistado famoso para parecer “amiguinho”;

6 – Botar uma moldura dourada em uma matéria assinada e pendurar na parede da sala;

7 – Ser colunista social de jornal do interior e se achar “a celebridade da cidade”;

8 – Devorar o almoço da coletiva como se estivesse há uma semana sem comer; 

9. Fazer um coraçãozinho com as mãos para o editor quando ele der uma folga;

10 – Cobrir evento de cachecol num puta calor.

 

OS DEZ SINAIS DE POBREZA, SEGUNDO DUDA RANGEL…

1 – Perguntar ao entrevistado qual a operadora do celular dele para escolher o melhor chip e gastar menos no pré-pago;

2 – Fazer anotações na mão para economizar folhas do bloquinho;

3 – Ir a uma coletiva chata só para garantir o almoço do dia;

4 – Usar a mesma calça jeans e o mesmo sapato há anos;

5 – Passar a madrugada à base de café requentado escrevendo frilas que pagam mal pra cacete;

6 – Aproveitar a entrevista com uma dermatologista para perguntar qual o melhor tratamento para olheiras de jornalistas que passam a madrugada à base de café requentado escrevendo frilas que pagam mal pra cacete;

7 – Decorar a casa com presentinhos de assessores de Imprensa;

8 – Ir à pauta de busão para embolsar a grana do táxi;

9 – Vender tudo que é tranqueira no MercadoLivre para conseguir comprar uma máquina fotográfica no MercadoLivre;

10 – Esfregar a caneta velha entre as mãos para soltar a tinta ressecada;