Zé Reinaldo se aproxima do governo Flávio Dino novamente

Foi a primeira vez desde o rompimento com o governador Flávio Dino que Zé Reinaldo participa de um evento do governo do Estado. Foto: Blog Marrapá

Chamou atenção a presença do ex-governador José Reinaldo Tavares, na posse do ex-prefeito Luís Fernando na Secretaria de Estado de Projetos Estratégicos, ocorrida na manhã de sexta-feira (16).

Foi a primeira vez desde o rompimento com o governador Flávio Dino que Zé Reinaldo participa de um evento do governo do Estado.

Derrotado para uma das vagas no Senado Federal, Zé Reinaldo ficou apenas no sexto lugar e culpou o presidente do PSDB, o senador Roberto Rocha, pelo péssimo desempenho de todo o partido na eleição de 2018.

Com seus laços enfraquecidos no PSDB, a aproximação de Zé Reinaldo pode significar também sua volta ao governo, uma vez que nutre uma grande amizade com Luís Fernando e tem toda admiração do governador Flávio Dino que, no evento, disse ter grande gratidão e respeito, e o chamou de “fraterno amigo”.

Candidatira de Zé Reinaldo desfalcada…

A nomeação do ex-prefeito de Dom Pedro, Hernando Dias Macedo é classificada como uma perda para a pré-candidatura de José Reinaldo

A reconciliação do grupo Macedo com o governador Flávio Dino (PCdoB) altera o cenário da disputa pelo Senado no Maranhão. A nomeação do ex-prefeito de Dom Pedro, Hernando Dias Macedo, para a Secretaria de Estado do Trabalho, é classificada como uma perda para a pré-candidatura de José Reinaldo (PSDB).

Hernando é filho do empresário e fazendeiro, Dedé Macedo, e irmão do deputado estadual, Fábio Macedo (PDT).

Ainda no final de 2017, o deputado federal José Reinaldo já articulava com o grupo da família Macedo a indicação do primeiro candidato a suplente de sua chapa.

De olho no apoio político, José Reinaldo tinha na família Macedo a segurança que sua candidatura precisava.

Agora, rompido com o grupo do governador Flávio Dino (PCdoB),  José Reinaldo terá que buscar outros nomes para agregar em sua chapa.

A posse de Hernando Macedo aconteceu na manhã desta segunda-feira (21).

Filiação de José Reinaldo Tavares gera crise interna no PSDB; Braide desafia Roberto Rocha…

Eduardo Braide desafia Roberto Rocha.

Com a filiação do deputado federal José Reinaldo ao PSDB, o ninho tucano tem se transformado em um cenário de crise de egos e provocações.

Em entrevista concedida ao jornal O Estado do Maranhão, o senador e pré-candidato ao governo, Roberto Rocha, revelou que o deputado Eduardo Braide (PMN) faria parte da chapa encabeçada pelo PSDB (na majoritária ou proporcional). Ele sinalizou que o parlamentar pode ser seu vice ou mesmo disputar uma vaga de deputado federal na coligação.

O problema é que Braide  não gostou nada da ideia proposta pelo senador. Em resposta, o deputado fez um desafio ao senador tucano que circula em todas as resdes sociais e grupos de WhatsApp. “Faço uma proposta ao senador Roberto Rocha. Quem estiver melhor colocado nas pesquisas, até as convenções, será o candidato ao governo do grupo”, provocou o parlamentar.

Tanto Eduardo Braide quanto o deputado federal José Reinaldo Tavares parecem não acreditar no êxito de uma candidatura de Roberto Rocha ao governo. O debate tomou os atuais rumos, após o ex-governador ter anunciado filiação ao ninho tucano, insinuando que o PSDB teria dois palanques: um para o senador e outro para o deputado e que este já teria fechado apoio à pré-candidatura presidencial do ex-governador, Geraldo Alckmin.

O ex-governador tem dito que Eduardo Braide, caso seja candidato, teria melhor desempenho eleitoral do que Roberto Rocha, opinião que tem irritado o senador e seus aliados, criado mal-estar no ninho tucano.

Um dos que se irritou e fez declaração pública mostrando sua insatisfação foi o ex-prefeito de Imperatriz, pré candidato a deputado federal , Sebastião Madeira. O tucano imperatrizense tem dito que José Reinaldo t”precisa se enquadrar e aceitar que o candidato do PSDB é Roberto Rocha e não Eduardo Braide”.

E assim caminha essa nova crise instalada no ninho tucano, no pós anúncio de filiação de José Reinaldo Tavares.

Em nota, José Reinaldo Tavares anuncia filiação ao PSDB

José Reinaldo e Geraldo Alckmin.

Na manhã deste sábado (31), o deputado federal e ex-governador José Reinaldo Tavares, divulgou uma nota à imprensa confirmando sua filiação ao PSDB e explicando os rumos que pretende tomar com a sua campanha ao senado, além dos nomes que terão seu apoio na eleição para presidente e governador.

Veja a nota abaixo na íntegra:

COMUNICADO À IMPRENSA

Com o respeito e a cordialidade que sempre mantive com a imprensa maranhense e por entender que o compromisso fundamental dos comunicadores profissionais é com a responsabilidade na divulgação da verdade dos fatos, acima de especulações, faço os esclarecimentos que seguem.

Tenho uma antiga e sólida ligação com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Fomos colegas na Câmara dos Deputados, fomos vice-governadores e, em seguida, governadores de nossos estados, na mesma época. Possuo muito respeito pelo homem e pelo político Alckmin. Conservo também uma amizade muito antiga e forte com o coordenador da campanha do governador Alckmin à Presidência, senador Tasso Jereissati, pois vivemos juntos grandes episódios da história política brasileira e isso permitiu que, por diversas vezes, conversássemos sobre o Maranhão.

Na última terça-feira (20), encontrei com o governador Alckmin, na posse da deputada Tereza Cristina, minha amiga do PSB, agora no DEM, na Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura. Ele me viu e veio falar comigo sobre o Maranhão e eu disse que estou sempre pronto a ajudá-lo. Na terça feira à noite, recebi uma ligação do governador me convidando para ir a São Paulo conversarmos, convite que eu prontamente atendi na quarta-feira passada (21).

Tivemos um longo e produtivo diálogo. Ao final, o governador informou que iria ouvir o senador Roberto Rocha, presidente do partido no Maranhão sobre o que discutimos. Ontem (30), sexta-feira, logo cedo pela manhã, ele me ligou para dizer que tinha conversado com Roberto Rocha que, por sua vez, teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto armou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar.

Com essa compreensão, esclareço o que ficou decidido: o governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin.

Eu, portanto, me liarei ao PSDB, serei candidato ao Senado e apoiarei Alckmin nos dois palanques. Além do apoio que recebi do governador paulista, discutimos muito a sua campanha no Estado e z um acordo com ele. Se eleito presidente do Brasil, Geraldo Alckmin apoiará os projetos estruturantes do Maranhão, bem como viabilizará o programa proposto pelo Nobel de Economia, James Heckman, a ser transformado em projeto social por mim e outros, com objetivo de diminuir a desigualdade e a pobreza, preparando melhor as novas gerações de maranhenses.

Consegui ainda o compromisso de Alckmin com a nossa refinaria e com o polo petroquímico, que trará milhares de empregos e empresas para o Maranhão. Firmamos compromisso também com o Centro Espacial Brasileiro de Alcântara, com o Programa Espacial Brasileiro, com o apoio à vinda de um parque industrial da indústria espacial e com o Fundo de Desenvolvimento das Comunidades Quilombolas de Alcântara, que estou propondo.

O governador prometeu uma Cooperativa de Microcrédito para homens e mulheres pobres poderem ter acesso a dinheiro barato e, assim, abrirem seus pequenos negócios, além de apoio técnico de São Paulo para qualificar professores, capacitar trabalhadores maranhenses para o trabalho, apoio firme para o nosso Sistema de Saúde e da nossa Segurança.

Desta forma, meus amigos, entraremos firmes na campanha, não apenas a eleitoral, mas na mais importante de todas, a de combater as causas ainda intocadas da pobreza em nosso Estado – a minha maior aspiração como homem público. Vamos juntos colocar o Maranhão em novo patamar de desenvolvimento.

Com minhas cordiais saudações,

José Reinaldo Tavares

Deputado Federal

Eleito presidente do DEM, ACM Neto poderá atrapalhar planos de Zé Reinaldo

Juscelino Filho e ACM Neto.

Partido de expressão nacional e com considerável tempo no rádio e na TV, o DEM virou alvo de disputa no Maranhão pelos deputados Juscelino Filho e José Reinaldo.

Presidente da sigla no Maranhão, Juscelino Filho segue firme no propósito de ver o DEM na base de apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB). Já o deputado federal José Reinaldo, pré-candidato ao Senado, vem marcando o passo para se filiar no partido, mas tem interesse em colocá-lo nas oposições ao governador.

Nesta quinta-feira (8), José Reinaldo Tavares deu sinais de que sua intenção não anda nada fácil. Sabendo das dificuldades, emitiu nota oficial na qual afirma que adiou sua filiação marcada para o próximo sábado (10).

Para piorar a situação do pré-candidato ao Senado e suas intenções para o DEM, o deputado federal Juscelino Filho obteve mais um intento positivo em sua luta pró-coligação com o governador: o prefeito de Salvador, ACM Neto, foi eleito por aclamação o novo presidente nacional do partido com o parlamentar maranhense compondo a chapa.

ACM Neto é uma das melhores promessas políticas do Democratas no Brasil. Com avaliações estratosféricas de aprovação do seu mandato na capital baiana, o neto do finado senador Antônio Carlos Magalhães faz parte da nova geração do partido. Ele e Juscelino Filho são amigos muito próximos, o que deixa o DEM mais longe de José Reinaldo e das oposições.

A única possibilidade da oposição, mesmo que a missão seja das mais difíceis,  é José Sarney. Com olho grande na importância que tem o DEM com seu generoso tempo gratuito no rádio e televisão, o mais antigo oligarca da política maranhense estaria ensaiando movimentações nos bastidores para levar o DEM para as oposições a Flávio Dino.

Éaguardar para ver no que darão as supostas investidas do decano da política brasileira.

Zé Reinaldo Tavares anuncia saída do PSB

José Reinaldo finalmente anuncia saída do PSB.

O deputado federal e pré-candidato ao Senado, José Reinaldo Tavares, finalmente anunciou sua desfiliação do PSB, partido no qual estava filiado há mais de três anos. O parlamentar vai para o DEM, como já se cogitava nos bastidores.

A principal causa que motivou a saída do deputado da sigla, foi a entrada do senador Roberto Rocha, seu principal desafeto, no partido. Quando Roberto Rocha entrou no PSB pulou etapas, sendo o candidato ao Senado pelo partido em 2014, aproveitando de sua relação com a executiva nacional para tomar decisões de cunho pessoal e atropelar o arquirrival. Zé Reinaldo disse várias vezes que não havia espaço para os dois no mesmo partido.

Questionado se estava trocando o PSB pelo DEM, o deputado respondeu: “eu tô fora do PSB, tô saindo”. O parlamentar disse, ainda, que não se identifica mais com a legenda, que fechou questão contra as reformas. “Eles decidiram isso sem discutir nada com os deputados. E abriram processo contra quem votou diferente na reforma trabalhista, disparou”.

Nessa queda de braço não houve vitoriosos e no fim, José Reinaldo e Roberto Rocha poderão acabar tendo o mesmo destino. É aguardar pra ver!