Prever e Ibope foram os mais precisos nos resultados do segundo turno em São Luís

Passadas as eleições, o Blog analisa os institutos de pesquisa que mais se aproximaram do resultado final no segundo turno.

De acordo com os dados, os institutos Prever e Ibope foram os que mais se aproximaram do resultado, com 1,2% e 1,5% de exatidão, ainda dentro da margem de erro. Já os institutos DataIlha, Econométrica e Exata não tiveram a mesma precisão.

Ibope/Mirante divulga primeira pesquisa no segundo turno em São Luís

Nesta sexta-feira (20), a pesquisa Ibope divulgada pela TV Mirante apontou o deputado Eduardo Braide (Podemos) com 49% e o deputado Duarte Júnior (Republicanos) com 42% das intenções de voto para o segundo turno em São Luís. Brancos e nulos somaram 7% e não sabem ou não responderam, 2%.

Registrada sob o número MA‐02619/2020, a pesquisa ouviu 805 eleitores entre os dias 18 e 20 de novembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%.

Justiça Eleitoral proíbe divulgação de pesquisa Escutec em Imperatriz

A Justiça Eleitoral proibiu, na quarta-feira (11), em caráter liminar, a divulgação de uma pesquisa Escutec realizada na cidade de Imperatriz.

Divulgada no jornal O Estado do Maranhão, a pesquisa apontou o prefeito Assis Ramos na liderança da disputa.

A multa seria de 10 mil por descumprimento.

Pesquisa PoderData aponta crescimento de Flávio Dino na disputa presidencial

Nesta quinta-feira (17), o PoderData divulgou uma pesquisa que confirma a consolidação do nome de Flávio Dino como presidenciável para 2022.
Empatado com Ciro Gomes, o governador do Maranhão já aparece com 3%, tecnicamente empatado com João Dória, que aparece com 4%, e o ex-ministro Henrique Mandetta, que tem 5%.


No cenário em que Dino foi colocado, o presidente Bolsonaro lidera com 35%, seguido por Lula com 21% e Sergio Moro com 11%.


Em outro cenário sem o nome de Lula na disputa, Dino aparece com 4% das intenções, crescimento de um ponto percentual em relação à última pesquisa, divulgada no início de agosto.

Em plena pandemia, Bolsonaro tem a melhor avaliação desde o início do mandato

Em pesquisa divulgada pelo Datafolha nesta sexta-feira (14), a aprovação do presidente Jair Bolsonaro atingiu 37%.

Segundo a pesquisa, a melhora da avaliação se deve a ampliação do auxílio emergencial para as pessoas que perderam renda devido à  pandemia do novo coronavírus.

Outro ponto surpreendente ocorreu no Nordeste. No reduto considerado lulista, o eleitorado que rejeita Jair Bolsonaro caiu de 52% para 35%, que corresponde a 17 pontos em sete semanas.

A pesquisa ouviu 2.065 pessoas entre os dias 11 e 12 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

79% da população de Santa Luzia do Tide são favoráveis à permanência da Prefeita França Macaquinho

O Instituto Exata também ouviu a opinião dos entrevistados sobre a avaliação do governo. A aprovação da gestão França do Macaquinho continua alta

A pesquisa do instituto Exata, divulgada na quarta-feira (23), apontou que 79% dos eleitores luzienses defendem que a prefeita de Santa Luzia do Tide, Francilene Paixão Queiroz, mais conhecida como França do Macaquinho (PP), seja mantida no cargo até o final de sua gestão. Apenas 15% se declararam favoráveis à cassação da chefe do executivo municipal e 6% não souberam ou não responderam.

A pesquisa foi realizada nos dias 16 e 17 de janeiro do corrente ano, em comunidades das zonas urbana e rural, e ouviu 400 pessoas. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

O Instituto Exata também ouviu a opinião dos entrevistados sobre a avaliação do governo. A aprovação da gestão França do Macaquinho continua alta. De acordo com o levantamento, a prefeita tem aprovação de 85% dos luzienses.

Com relação a avaliação do governo, para 17% a prefeita faz uma gestão ótima, enquanto para 52% ela faz uma boa administração. 24% consideram a gestão regular, 5% declararam a gestão ruim e 2% afirmaram que ela faz uma gestão péssima.

O instituto também ouviu a opinião dos entrevistados em relação aos seus possíveis adversários da prefeita, tanto em um cenário espontâneo, como em cenários estimulados que provavelmente podem concorrer nas próximas eleições municipais.

A pesquisa Exata aponta que no cenário espontâneo, França possui 54%; Airton Cavalcante 10%; o ex-prefeito Vera com 2%; Macaca, Dr. Márcio, Dr. Ozeas, Arielzinho, Zemar e Manoelzinho aparecem ambos com 1%, cada um; Outros 3%; Nenhum 4% e 25% disseram que não sabem.

Já no cenário estimulado, França do Macaquinho tem 66% contra 17% de Airton Cavalcanti; Vera aparece com 5%; Dr. Ozeas com 4%; Nenhum/Nulo/Branco com 4% e não sabem 4%. Os números representam os votos válidos.

França do Macaquinho está no primeiro mandato como prefeita de de Santa Luzia do Tide e deve disputar a reeleição em 2020, pois todos os números apontam amplo favoritismo. A empresária que disputou sua primeira eleição em 2016 foi eleita com 18.030 votos equivalente a 53,00% do eleitorado.

DataIlha e Econométrica divulgarão nova pesquisa no sábado (1)

Os números das pesquisas dos dois institutos prometem agitar o próximo final de semana

Duas novas pesquisas mostrarão como andam as intenções de voto dos maranhenses na disputa pelo Governo do Estado e Senado Federal.

Os institutos DataIlha e Econométrica já registaram suas pesquisas no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e farão a divulgação dos números no próximo sábado (1).

O Instituto DataIlha, contratado pela TV Difusora, vai ouvir a opinião de 2037 eleitores, em 37 municípios de todas as regiões do Estado. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão com o número de protocolo MA-03940/2018.

Já a TV Guará contratou o Instituto Econométrica e também vai divulgar, no próximo sábado, seus números. Foram ouvidos 1407 eleitores entre os dias 21 e 25 deste mês. A pesquisa foi registrada no TRE-MA com o número MA-08877/2018.

Os números das pesquisas dos dois institutos prometem agitar o próximo final de semana.

Flávio Dino tem 70,42% dos votos válidos no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão

O governador Flávio Dino foi acompanhado por uma multidão em passeata pelas ruas de Imperatriz nesta sexta-feira (17)

O Instituto Interpreta publicou pesquisa que mede as intenções de voto no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, a cidade de Imperatriz. O governador Flávio Dino (PCdoB) lidera com larga vantagem a corrida ao Palácio dos Leões.

Flávio Dino aparece com 70,42% dos votos válidos. A segunda colocada, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), tem 23,83%. Roberto Rocha (PSDB), a pesar de apoiado pelo ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, aparece apenas com 3,54% e Maura Jorge (PSL), com 2,08%. Os candidatos Odívio Neto (PSOL) e Ramon Zapata (PSTU) não chegaram a pontuar 1% das intenções de voto.

Somados os votos brancos e nulos, Flávio Dino tem 54,08%. Roseana aparece com 17,92%, enquanto Roberto Rocha está com 2,72% e Maura Jorge aparece com 1,6%. Odívio possui 0,32% e Ramon Zapata 0,16%. Não souberam ou não responderam somam 13,72%. Brancos e nulos 9,44%.

A pesquisa ouviu 625 eleitores de Imperatriz no dia 10 de agosto e foi registrada sob o número MA-07496/2018. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%

“Bolsonaro vem mantendo esse patamar de aprovação há um ano”, disse Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos. “É possível que seja um dado que confirme seu teto.”, completou

Depois de três meses de estabilidade, a desaprovação ao pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) subiu de 60% para 64%, enquanto a aprovação caiu de 23% para 20%. Esta é a principal novidade da pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, que todos os meses analisa a opinião dos brasileiros sobre personalidades do mundo político e jurídico. Praticamente não houve mudanças nas taxas dos demais possíveis concorrentes ao Planalto.

“Bolsonaro vem mantendo esse patamar de aprovação há um ano”, disse Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos. “É possível que seja um dado que confirme seu teto. O início da campanha eleitoral, após a Copa, vai testar a solidez dessa aprovação. ”

Todos os presidenciáveis seguem com taxas altas de reprovação. O que aparece em pior situação é Geraldo Alckmin, do PSDB: 70% desaprovam seu desempenho, contra 18% de aprovação.

Apesar de o Ipsos incluir o nome de possíveis concorrentes ao Planalto em sua pesquisa, o instituto não procura medir intenção de voto. O que os pesquisadores dizem aos entrevistados é o seguinte: “Agora vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o (a) senhor (a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no País. ”

Citado como possível substituto do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como candidato do PT, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad tem desaprovação de 57% e é aprovado por apenas 7%.

No caso de Lula, preso desde o dia 7 de abril, a desaprovação oscilou para cima (de 52% para 54%), após dois meses de tendência de queda. O ex-presidente é aprovado por 45% – a taxa mais alta entre todos os 19 nomes apresentados pelo Ipsos aos entrevistados.

O juiz Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula em primeira instância, enfrenta desgaste de imagem nos últimos meses. Desde março, sua taxa de desaprovação subiu oito pontos porcentuais, de 47% para 55%, enquanto a aprovação passou de 44% para 37%.