Waldir Maranhão some das redes sociais

Ex-reitor da Uema, ex-presidente do Partido Progressista, hoje apenas Progressistas, apareceu em suas redes pela última vez no dia 31 de dezembro de 2018

Após a derrota amarga de 2018, o ex-deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) deu um tempo das redes sociais. Ex-reitor da Uema, ex-presidente do Partido Progressista, hoje apenas Progressistas, apareceu em suas redes pela última vez no dia 31 de dezembro de 2018.

Waldir Maranhão saiu das urnas em 2018 com apenas 21.254 votos, bem diferente dos 66.274 votos de 2014. A derrota se deu após erros nas escolhas do ex-deputado. A principal foi a de ter rompido com o grupo do governador Flávio Dino (PCdoB) meses antes das eleições.

Outro erro de Waldir foi ter se filiado ao PSDB, partido que, nos últimos anos, tem colecionado várias derrotas. Talvez sem uma perspectiva de futuro político, o ex-deputado só poderi sumiu das redes sociais, ou pode ser que esteja planejando sua volta em 2022.

Flávio Dino comenta momento econômico do país e do Maranhão

As incertezas sobre o momento econômico viratam pauta do governador nas redes sociais

O governador Flávio Dino (PCdoB) comentou o atual momento que o Maranhão e o país estão passando. As incertezas sobre o momento econômico viratam pauta do governador nas redes sociais.

“Aguardamos maior nitidez no quadro nacional para avaliar como será a evolução das finanças estaduais em 2019. Nossa prioridade agora é fazer pagamentos de fornecedores e manter pagamento dos atuais servidores em dia. Qualquer nova medida dependerá do alcance desses objetivos”, escreveu Flávio Dino no Twitter.

O governador lembrou do empréstimo bilionário contratado ainda no governo de Roseana Sarney (MDB). “Infelizmente neste mês estamos também arcando com um pagamento gigantesco de empréstimo em dólar contraído em governo anterior ao nosso. Essa parcela chega próximo a R$ 200 milhões” afirmou.

“Lembro que a responsabilidade fiscal é um meio imprescindível para novas conquistas, com ampliação de serviços públicos, programas sociais e obras. Por isso, temos que manter a responsabilidade fiscal, ousando ao maximo, mas sem quebrar o Estado”, concluiu Flávio Dino.

“Alô Bebê” e “Samu Aéreo” de Roberto Rocha viram piada nas redes sociais

O “Alô Bebê” e o “Samu Aéreo”, propostas do candidato Roberto Rocha, viraram piada nas redes sociais

O debate da TV Mirante, na noite de terça-feira (2), proporcionaram alguns momentos caricatos para a política maranhense. Duas propostas em específico chamaram bastante a atenção dos internautas.

O “Alô Bebê” e o “Samu Aéreo”, propostas do candidato Roberto Rocha, viraram piada nas redes sociais. Muitos questionaram sobre a viabilidade de um Samu Aéreo, sendo que até o Samu convencional não está instalado na grande maioria das cidades maranhenses.

Já o Alô Bebê foi ligado de imediato a música do cantor brega Pablo, o que garantiu muitos memes engraçados no debate da TV Mirante.

Outro momento que não passou despercebido foi o momento que o governador Flávio Dino (PCdoB) questionou a construção de uma Torre Eiffel no centro da Lagoa da Jansen, outra porposta de Roberto Rocha.

Governo multa e afasta servidora que atropelou cães

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro

O governo do Maranhão, por meio da Superintendência de Fiscalização da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), aplicou multa de R$ 6 mil à enfermeira Ana Giselle Ferreira Atan Fraga, pelo atropelamento intencional de dois cães em São Luís.

A penalidade foi imposta em consonância ao artigo 70 da Lei Federal 9605/98, e ao artigo 29 do Decreto Federal 6514/08, que prevêem sanção para atos abusivos, maus tratos e mutilação de animais domésticos ou domesticados.

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro

Além da multa, Ana Giselle Atan, que era servidora da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), foi afastada do cargo. O presidente da Emserh, Vanderley Ramos, comunicou via redes sociais o desligamento da enfermeira.

“A respeito do episódio envolvendo a empregada da EMSERH, Gisele Atan, apesar de ocorrido no ambiente de sua vida privada, quero expressar o sentimento de toda a empresa de profunda indignação e desaprovação, informando que a empregada já se encontra suspensa de suas funções”, informou Vanderley Ramos.

Atropelamento

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro, para acelerar e atropelar de forma intencional os dois.

O vídeo viralizou nas redes sociais e o crime causou indignação em ativistas pelos direitos dos animais de todo o país.

Após polêmica, Kátia Abreu reconhece Photoshop em foto oficial

Foto oficial da chapa do PDT à Presidência, com Ciro Gomes e Kátia Abreu, que causou polêmica nas redes sociais

A fotografia oficial da chapa do PDT à sucessão presidencial causou polêmica nas redes sociais nesta segunda-feira (13). Os internautas acusaram a candidata a vice-presidente, senadora Kátia Abreu (TO), de ter exagerado na utilização do aplicativo Photoshop, usado para tratamento de imagem.

Nas mensagens, disseram que ela estava irreconhecível e afirmaram que ela “renasceu no corpo de outra pessoa”. “Essa senhora da foto nunca foi a Kátia Abreu”, brincou um internauta.

Em resposta, a senadora disse ter adorado a repercussão da fotografia e reconheceu o excesso no tratamento de imagem. “Amei as reações sobre minha foto. Concordo total com vocês. Mas pessoal de comunicação…Sabem como é? Acham ou têm certeza de que sabem tudo. Valeu pela ajuda”, disse.

Na sequência, ela divulgou nova fotografia, desta vez, segundo ela, sem retoque na imagem. E pediu que levem em consideração o fato dela ter perdido sete quilos recentemente. “Esta está sem Photoshop. Só maquiagem. O que acham? Lembrem que tenho 56 aninhos”, afirmou.

Roseana Sarney “caindo de ponte” viraliza na Internet

O meme é na verdade uma brincadeira com a filha do ex-senador José Sarney; e o episódio ocorreu, de fato, em abril deste ano nas Filipinas

A candidata ao governo do Maranhão pelo PMDB, Roseana Sarney, deve ter ficado revoltada com um vídeo que circula nas redes sociais, no qual ela e aliados, supostamente, aparecem caindo de uma ponte enquanto pediam votos na periferia de São Luís.

O meme é na verdade uma brincadeira com a filha do ex-senador José Sarney; e o episódio ocorreu, de fato, em abril deste ano nas Filipinas.

Certo é que o vídeo teve mais de 100 mil visualizações só no Twitter e acabou indo parar na página ‘Fato ou Fake’, criada pelo G1 para checar a veracidade de publicações que viralizam nas redes.

O site do grupo Globo, controlado no Maranhão pelo Sistema Mirante do grupo Sarney, tratou de desmentir o vídeo falso contra Roseana para evitar maior desgaste na candidatura da ex-governadora, que anda com dificuldades em atrair adeptos ao seu projeto eleitoral.

A campanha começa, oficialmente, a partir da próxima quinta-feira (16) e pelo visto Roseana vai ter que aguentar 45 dias de muita piada contra sua candidatura. Afinal, a família Sarney é vista nacionalmente como símbolo do atraso político e não é de hoje que ela é impopular na Internet.

Sites e redes sociais do Governo do Maranhão ficam suspensos até o final do período eleitoral

As redes sociais e a agência de notícias do Governo do Maranhão voltam a funcionar normalmente, após as eleições de 2018

Em atendimento à Justiça Eleitoral, Lei nº 9.504/1997, a Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) informou que as áreas de notícias das páginas de internet de todos os órgãos estaduais, incluindo postagens em redes sociais oficiais e sites de programas específicos, estão interrompidas até o término das eleições.

A suspensão também se aplica a perfis de programas, projetos ou qualquer ação desenvolvida por órgãos estaduais, bem como aos perfis de departamentos, diretorias, setores, coordenadorias regionais e a toda e qualquer subdivisão ou vinculação a órgãos estaduais.

As redes sociais e a agência de notícias do Governo do Maranhão voltam a funcionar normalmente, após as eleições de 2018.

 

Leia mais: Esquadrilha da Fumaça volta a São Luís após seis anos

Leia mais: Resgate na Tailândia: missão é cumprida com sucesso e todos são salvos

Classe política lamenta morte do ex-governador Epitácio Cafeteira nas redes sociais…

Políticos de diversos partidos se solidarizaram com a família do ex-governador e ex-senador, Epitácio Cafeteira, que faleceu neste domingo (13), em Brasília, aos 93 anos.

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou suas redes para homenagear e se solidarizar com a família do ex-governador. Em sua mensagem, ele informou que decretou luto oficial de sete dias e as devidas honras ao ex-governador.

Em nota oficial, o governo do Estado expressou que, nesse momento de dor e perda, o Governo do Maranhão se solidariza com familiares, amigos e admiradores do ex-governador Epitácio Cafeteira, manifestando irrestrita solidariedade e desejos de consolo e conforto espiritual.

O vice-governador, Carlos Brandão (PRB), prestou seus sentimentos à família do ex-governador Cafeteira pela dor de sua perda.

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, em nome do amigo e companheiro, Rogério Cafeteira, sobrinho do ex-governador, prestou seus pêsames a toda a família.

O deputado federal, Weverton Rocha (PDT), escreveu em suas redes que “Cafeteira era um político experiente e que deixa sua marca na história do Maranhão”.

Eliziane Gama (PPS) prestou seus sentimentos a toda a família e lembrou da trajetória política de Cafeteira que foi prefeito de São Luís, deputado federal e senador da República.

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) também se manifestou sobre a morte de Cafeteira e o classificou como uma grande liderança popular do nosso Estado, onde ocupou um lugar de destaque na política maranhense.

Para Flávio Dino, prisão de Lula é gesto de “vaidade pessoal” de Moro

Ele também comentou, sem citar o nome de Sérgio Moro, a fala do juiz sobre recursos à Justiça.

O governador Flávio Dino (PCdoB) publicou em rede social críticas à decisão de decretar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Prisão antes mesmo de esgotados recursos em 2ª instância e antes de finalizado o debate constitucional no Supremo só se explica por ansiedade ou parcialidade. Ou os 2 erros simultaneamente”, escreveu Dino, também ex-juiz federal.

Ele também comentou, sem citar o nome de Sérgio Moro, a fala do juiz sobre recursos à Justiça. “O juiz acha que um recurso é uma ‘patologia a ser varrida’. Então resolve ele mesmo ‘varrer’. Ocorre que ele não tem essa competência constitucional, pois ele não foi eleito membro do Congresso Nacional, nem é ministro do Supremo”, argumentou.

Dino fez ainda uma ponderação sobre o momento do país e o papel da Justiça. “Cabe ao Judiciário tentar pacificar a sociedade e não jogar lenha na fogueira de paixões políticas. É um desserviço à Nação e à união entre os brasileiros agir de modo precipitado, por antipatias ou vaidades pessoais.”