Josimar de Maranhãozinho aproxima-se de Duarte

A pauta principal do encontro foi a composição do PL com o Republicanos na eleição de São Luís.

O pré-candidato a prefeito Duarte Júnior, agora no Republicanos, esteve reunido nesta quinta-feira (13), em Brasília, com o deputado federal Josimar Maranhãozinho.

A pauta principal do encontro foi a composição do PL com o Republicanos na eleição de São Luís. Além do PL, o apoio do Avante também estaria na negociação.

O interesse de Josimar, como já é de conhecimento de todos, é indicar seu sobrinho, o vereador Aldir Júnior, para a a vaga de vice de algum pré-candidato a prefeito.

Duarte Júnior oficialmente no Republicanos

O Republicanos agora terá na pré-candidatura de Duarte Júnior uma das suas prioridades.

O deputado estadual Duarte Junior esteve em Brasília, durante o dia de ontem (12), para assinar sua ficha de filiação ao Republicanos, antigo PRB.

O ato foi prestigiado por figuras da legenda como o deputado federal Celso Russumano, pelo presidente nacional da sigla, o deputado federal Marcos Pereira, além de contar com a presença do vice-governador Carlos Brandão e do deputado federal Cléber Verde.

Um dos maiores partidos da Câmara dos Deputados, o Republicanos agora terá na pré-candidatura de Duarte uma das suas prioridades.

Republicanos prepara festa para receber Duarte Júnior

O partido escolhido é o mesmo do vice-governador Carlos Brandão, que deu a garantia da pré-candidatura.

A informação é de que o Partido Republicanos (ex-PRB) prepara uma verdadeira festa para receber o deputado estadual e pré-candidato a prefeito, Duarte Júnior.

Duarte foi liberado do PCdoB recentemente para procurar uma nova legenda que o possibilite disputar as eleições na capital.

O partido escolhido é o mesmo do vice-governador Carlos Brandão, que deu a garantia da pré-candidatura.

Deputado estadual mais votado em São Luís em 2018, Duarte se prepara para a filiação ao partido e para ser confirmado nas convenções de junho como candidato a prefeito.

Duarte é liberado do PCdoB

O destino de Duarte deve ser o Republicanos (ex-PRB) do vice-governador Carlos Brandão

O deputado estadual Duarte Júnior esteve reunido com o governador Flávio Dino, na noite de segunda-feira (3), e foi liberado a buscar uma outra legenda para disputar as eleições de São Luís em 2020.

O deputado eleito pelo PCdoB disputava as prévias dentro da legenda com o atual secretário, Rubens Júnior, para saber quem seria o nome comunista nas eleições da capital.

O destino de Duarte deve ser o Republicanos (ex-PRB) do vice-governador Carlos Brandão.

Partidos correm para filiar dissidentes do PSL

Patriota, PL e Republicanos buscam filiar seguidores de Bolsonaro que pretendem abandonar o PSL

Com a avaliação de que o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores enfrentam dificuldades para viabilizar, a tempo das eleições de 2020, o Aliança pelo Brasil, dirigentes partidários se movimentam para abrigar pré-candidatos alinhados ao governo e, assim, absorver o capital político bolsonarista. Ao vislumbrar um cenário em que não existirá um partido bolsonarista nas urnas, Patriota, PL e Republicanos buscam filiar seguidores de Bolsonaro que pretendem abandonar o PSL.

A coordenação do Aliança já indicou que, caso não consiga obter o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até março, deve liberar seus pré-candidatos para entrarem nos partidos que quiserem. Segundo um dirigente envolvido na criação do partido, não é do interesse dos bolsonaristas negociar um acordo com uma única sigla. A intenção é evitar um “novo PSL”, que resulte em brigas internas e dissidências. Reportagem do Estado publicada no domingo (2), mostrou que a busca pelas 491,9 mil assinaturas para formalizar a legenda tem enfrentado ritmo lento.

“A gente tem vários pré-candidatos em várias cidades e alguns partidos têm se mobilizado para tentar atrair esses pré-candidatos caso a Aliança não saia a tempo. Um deles é o Patriotas, o outro é o PRB (hoje Republicanos) e o PRTB também. Esses são os três que mais têm chamado as pessoas que eu conheço”, diz a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), seguidora da família Bolsonaro.

No Patriota, uma ala da direção defende fazer movimento semelhante. Integrantes da Executiva nacional consideram absorver tanto os insatisfeitos do PSL que já detém mandato, quanto pré-candidatos hoje em tratativas com o Aliança. Com cinco cadeiras na Câmara dos Deputados, a intenção do partido é viabilizar um grande crescimento neste ano.

Internamente, no entanto, o abrigo aos bolsonaristas do Aliança é motivo de cautela. A principal preocupação é garantir que, caso alguns dos candidatos sejam eleitos e o Aliança seja efetivamente criado, o Patriota não sofra uma debandada.

Prefeito de Bacabal deve trocar PSC por partido da base governista

As duas opções seriam o PDT do senador Weverton Rocha, ou o PRB do vice-governador Carlos Brandão.

O prefeito de Bacabal, Edvan Brandão, pode deixar o PSC e se filiar a um partido da base do governador Flávio Dino (PCdoB).

As duas opções seriam o PDT do senador Weverton Rocha, ou o PRB do vice-governador Carlos Brandão.

Edvan foi eleito prefeito em outubro de 2018 para um mandato tampão, após cassação do ex-prefeito Zé Vieira e deve concorrer a reeleição contra César Brito, candidato do deputado federal Josimar de Maranhãozinho.

Partido de Carlos Brandão e Cléber Verde diz que vai convidar Bolsonaro para ingressar na legenda

No Maranhão, o Republicanos é presidido pelo deputado federal Cléber Verde e tem entre seus filiados, o vice-governador Carlos Brandão

Depois dos atritos das últimas semanas com o PSL e com o presidente nacional da sigla, o presidente Jair Bolsonaro agora busca um novo porto seguro para si e seus aliados. O Republicanos (ex-PRB), partido ligado à Igreja Universal, pode ser uma das opções e já afirmou que deve convidar o presidente para migrar para a legenda.

Questionado pela coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o deputado Marcos Pereira, presidente do partido, diz: “Estão recomendando isso, que a gente traga ele”.

No entanto, para que os deputados do PSL aliados a Bolsonaro migrassem também para a sigla, seria necessário que o Republicanos se fundisse a outro partido. A outra hipótese é os parlamentares do PSL conseguirem autorização da Justiça Eleitoral para deixar o partido sem perder o mandato. Eles podem alegar, entre outras coisas, perseguição da legenda.

No Maranhão, o Republicanos é presidido pelo deputado federal Cléber Verde e tem entre seus filiados, o vice-governador Carlos Brandão.

Dr. Yglésio dialoga com Republicanos candidatura a prefeito em São Luís

Dr. Yglésio foi recebido pelo vice-governador Carlos Brandão e pelo deputado federal Cleber Verde

Eleito deputado estadual em 2018, Dr. Yglésio tenta viabilizar seu nome para a disputa pela prefeitura de São Luís, em 2020.

Dr. Yglésio esteve, no final de semana, em um evento do Republicanos (Ex-PRB), e busca encontrar na legenda uma alternativa caso o PDT não confirme seu nome para a disputa na capital. Vale lembrar que o nome do presidente da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho, tem preferência no PDT.

O deputado foi recebido pelo vice-governador Carlos Brandão, que esteve aberto ao diálogo, mas deixou claro que o Republicanos tem uma conversa inicial com o deputado estadual Duarte Júnior.

Vale esperar pra saber com quem o Republicanos vai na próxima eleição municipal.

Grupo Gonçalo com o pé no Republicanos

Após anunciar a saída do Avante, o grupo Gonçalo foi convidado para se filiar ao Republicanos.

O grupo Gonçalo, liderado pelo prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, esteve reunido com o vice-governador, Carlos Brandão, e o deputado federal, Cleber Verde, ambos do Republicanos, ex-PRB.

Estiveram presentes a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo; o deputado estadual Ariston e o suplente de deputado federal, Dr Elizabeth Gonçalo. Ocasião que também representaram a prefeita de Pastos Bons, Iriane Gonçalo.

Eles discutiram o cenário político maranhense e, na oportunidade, também foi anunciado que o suplente de deputado federal, Dr. Elizabeth Gonçalo, vai assumir o mandato nos próximos meses, com a saída de Cleber Verde.

Após anunciar a saída do Avante, o grupo foi convidado para se filiar ao Republicanos.