Terminal de ferry boat volta a funcionar com baixo movimento

Os terminais da Ponta da Espera e do Cujupe, em São Luís e Alcântara, voltaram a funcionar, mas o movimento é baixo. Apenas duas embarcações realizam viagens – os ferrys Cidade de Tutóia e Baía de São José – que, segundo usuários, são insuficientes e estariam sucateados. O ferry Cidade de Araioses, que tem capacidade para 80 veículos, apresentou problemas e deixou de operar, mas a embarcação passa por manutenção e deve retornar nesta quinta-feira (19).

Os terminais foram interditados na terça-feira (16) por um grupo de caminhoneiros, que reclamavam das condições precárias do serviço e da falta de transporte. A liberação das vias aconteceu após negociações entre a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), as Cooperativas de Transporte Alternativo da Baixada Maranhense, as empresas Serviporto e Internacional Marítima, Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e Polícia Militar.

Superlotação, sucessivos problemas com as embarcações e demora na chegada do transporte.

O secretário-chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira, informou que, na quinta-feira (19), haverá retorno das viagens entre São Luís e Cujupe, assim como o retorno da embarcação que faz o trajeto para Araioses. Informou ainda que foi firmado contrato com empresa de Belém para garantir embarcação e reforçar a prestação do serviço.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.