Ufa! Brasil está na final da Copa das Confederações


O mineiro Fred abriu o placar no Mineirão
A Copa do Mundo começou mais cedo em Belo Horizonte. Diante de 57 mil torcedores em um Mineirão lotado, a seleção brasileira, em total clima de Mundial, encarou um dos seus mais tradicionais adversários e não deixou o fantasma do Maracanã de 1950 tomar forma no estádio mineiro. 

Em um jogo muito disputado, o Brasil venceu por 2 a 1 o Uruguai e se classificou para a decisão da Copa das Confederações, domingo, no Maracanã, às 19h, contra Espanha ou Itália, que se enfrentam nesta quinta-feira, no Castelão, na outra semifinal.

Paulinho foi o herói da classificação ao fazer o segundo gol brasileiro, de cabeça, aos 41 minutos do segundo tempo. Antes, já haviam brilhado Júlio César, ao defender um pênalti logo no início, quando o placar estava 0 a 0, e Fred, que abriu o placar pouco antes do intervalo. Cavani fez o gol de um Uruguai que jogo recuado, e assustou mais pelas falhas da defesa brasileira do que por seus méritos.

O enredo dos jogos anteriores se repetiu no Mineirão, com a torcida e os jogadores cantando o Hino Nacional a capela, após a interrupção da execução oficial. Antes de a bola rolar, um minuto de silêncio pelos dez anos da morte do camaronês Marc-Vivien Foé, ocorrida também em uma semifinal de Copa das Confederações. O clima de decisão, porém, esfriou após o apito do árbitro chileno Enrique Osses. As duas equipes erravam muitos passes, e a seleção brasileira, muito bem marcada, sequer chegava perto da área uruguaia.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.