Uso de remédios contra Covid-19 é autorizado a pacientes do grupo de risco

Foi aprovada, em Brasília, nesta terça-feira (20), a liberação de dois medicamentos experimentais contra a covid-19, desenvolvidos em parceria com a empresa de biotecnologia americana Regenerando. São eles casirivimabe e imdevimabe.

As medicações atuam com a coroa do vírus, impedindo sua entrada nas células ainda não infectadas para que o material genético seja reaplicado e controle a doença, e é indicada  para pacientes que estão em idade avançada, obesos, que tenham doença cardiovascular, hipertensão, doença pulmonar crônica, AIDS, diabetes, doenças respiratórias, doença renal crônica e doença hepática, e que apresentam alto risco de desenvolver progressão para um quadro grave da covid-19.

A Anvisa informou que o uso dos medicamentos será restrito a hospitais e será administrado somente com prescrição médica, não sendo recomendado para uso precoce ou preventivo, nem permitida a sua comercialização em farmácias.

Por se tratar de uso emergencial, foi aprovado um prazo de validade de 12 meses para os medicamentos. Acredita-se que a nova autorização vai ajudar a aliviar o sistema de saúde do país.

 

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *