Vereador denuncia loteamentos clandestinos em São Luís

Parlamentar do PRP recebeu as denúncias dos moradores do Maracanã

Chaguinhas denuncia derrubada de juçarais
O vereador Francisco Chaguinhas (PRP) denuncia a existência de loteamentos clandestinos em São Luís que, segundo ele, estariam desmatando áreas verdes da cidade sem a devida autorização dos órgãos municipais e estaduais competentes.

O vereador lembrou que São Luís está crescendo desordenadamente, o que vai trazer problemas em curto prazo.  “Os loteamentos estão crescendo na capital de forma desordenada”, denuncia.

O líder do PRP na Câmara Municipal conta que, no início da semana, moradores do Maracanã o procuraram para denunciar a derrubada de coqueiros e juçarais em áreas daquela localidade. Os populares encaminharam relatório ao seu gabinete, descrevendo e ilustrando (com fotografias) a situação da comunidade após o corte ilegal da vegetação. 

Chaguinhas conta que o referido empreendimento de responsabilidade da empresa GDR Construções Ltda está sendo construído numa gleba entre o Tibiri e Pedrinhas, na zona rural de São Luís. Ele diz que se esses loteamentos continuarem acarretarão graves problemas para o Meio Ambiente.


Loteamentos irregulares

“São áreas com grandes vertentes de água e por ter juçaral também possuem uma grande área de recarga natural de aqüífero. Por conta disso, os moradores estão preocupados com os problemas que serão acarretados com a construção do empreendimento e cobram o Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança”, analisa.

Além de alertar o avanço dos empreendimentos clandestinos, o parlamentar se mostrou preocupado com o desmembramento de imóveis rurais em loteamentos para fins urbanos, na zona rural da capital.

Documentos analisados e relatos de testemunhas confirmam o desmembramento de imóveis rurais na região do entorno do Maracanã. Chaguinhas alerta que essas construções possuem características específicas de loteamentos urbanos e estariam contrariando o Plano Diretor de Ordenamento Territorial do Município, a Resolução 237 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – Conama, e o Estatuto das Cidades.

Comissão vai apurar denúncias – Com o objetivo de apurar as denúncias dos moradores sobre desmatamento das áreas verdes e existência de loteamentos clandestinos, a Câmara Municipal formou uma comissão especial para realizar uma visita in loco à região do Maracanã.

A comissão é composta por cinco vereadores, entre eles: Francisco Chaguinhas (PRP), Edmilson Jasen (PTC), Armando Costa (PSDC), Rose Sales (PCdoB) e Josué Pinheiro (PSDC).

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.