Vice-governador levanta discussão sobre “municípios arrasados” no Maranhão durante transição


Recorte do Face de Washington
O vice-governador do Estado, Washington Luís Oliveira, levantou um fórum virtual em sua página pessoal no Facebook , desde o último domingo (06), e está discutindo com internautas a situação dos municípios maranhenses “arrasados” durante o período de transição. São ex-gestores, cujo grupo político perdeu a eleição ou a reeleição, e que “criaram dificuldades” aos novos prefeitos que assumiram no último dia primeiro de janeiro. O problema não se resume só ao Maranhão, relatos semelhantes se espalham pelo Brasil todo.

“Toda hora, recebo informações sobre o processo de transição nas administrações municipais de nosso Estado. Na grande maioria dos municípios, alem de não ter havido um processo republicano e democrático na transmissão do cargo, os ex- gestores, como verdadeiros vândalos, mandaram destruir as estruturas administrativas das prefeituras para dificultar a vida do seu substituto. Pela cabeça deles não passa que perderam uma eleição e não uma guerra. Praticaram crimes contra o povo e precisam ser punidos”, disse o vice-governador em sua página pessoal no Facebook.

Fortaleza dos Nogueiras, Pinheiro, Turiaçu, Bela Vista do Maranhão, Fortuna do Maranhão são alguns exemplos classificados como “terras arrasadas” pelos atuais gestores. Em Pinheiro, denunciam os internautas, só  depois de meses a despensa dos hospitais viu mantimentos; e as camas, lençóis decentes. Nos demais, o que não falta é relato de caos, desordem, dívidas, etc. Tudo isso poderia levar as autoridades competentes a uma reflexão maior sobre leis que direcionem a fase de transição nos municípios.

Um outro exemplo está em São Luís, capital do Estado, onde  o prefeito atual, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), queixa-se de ter encontrado mais R$ 800 milhões de restos a pagar (dívidas)  e a folha do mês de dezembro de 2012, orçada em R$ 50 milhões, em aberto. A solução encontrada para o pagamento atrasado foi o parcelamento do vencimento pendente em três suaves parcelas. O atual gestor não poupou críticas e bateu forte no antecessor, João Castelo (PSDB), através da mídia.

Postagens relacionadas

2 thoughts on “Vice-governador levanta discussão sobre “municípios arrasados” no Maranhão durante transição

  1. Isto é uma demonstração do atraso politico desse
    Estado. Mas se perguntarmos a esse “dinâmico”
    vice-governador de quem é a culpa, O que diria?
    Será que esses quarenta anos de desmandos políticos no Estado influíram nesse insidioso comportamento? Afinal, a maioria desses vândalos eram apoiados por quem? Quem fez os tantos e
    absurdos acordos com esses marginais na época da eleição para o governo? Vamos recordar apenas um
    nome como exemplo. Bia Venâncio. Pois bem, Sr. vice-governador, e agora?

  2. José João, agradeço a sua participação neste blog por meio do comentário. Então, o vice-governador com a palavra agora. Ele é leitor declarado do Blog da Sílvia Tereza. Com certeza, vai ver o seu comentário! Abraços e continue participando!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.