VLT não se resume a apenas dois vagões, diz deputado ao rebater Neto Evangelista

Dois vagões do VLT chegaram a São Luís em outubro do ano passado
Dois vagões do VLT chegaram a São Luís em outubro do ano passado

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) disse, em reposta a críticas feitas pelo tucano Neto Evangelista, na sessão desta terça-feira (17), que o projeto do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) para São Luís não se resume a apenas dois vagões. Segundo o parlamentar, entre uma série de providências, que passam pelas questões de licença ambiental, está a viabilidade financeira do Município e o prefeito Edivaldo Holanda Jr está tentando mobilizar recursos para executar a obra.

“O VLT não se resume a apenas dois vagões, deve ser planejado para todo um trajeto e há uma série de questões que não foram resolvidas quando eles foram comprados para serem instalados em São Luís”, argumentou Othelino Neto, dirigindo-se diretamente ao deputado tucano que vem se dedicando em criticar, constantemente, a administração de Edivaldo Holanda Jr.

Quanto ao VLT, Othelino voltou a dizer que a atual administração não recebeu o projeto executivo e que se ele existe não foi entregue à equipe de Edivaldo Holanda Jr. “Ele (o projeto) ficou nas mãos de alguém que tinha por obrigação repassá-lo para a atual gestão e não o fez”, garantiu o deputado do PCdoB que ressaltou também ida recente do prefeito a Brasília para tentar garantir os recursos que uma obra como esta exige.

Othelino ressaltou que existem ainda pendências como a questão ambiental, pois hoje o VLT está sem a licença que foi tornada sem efeito em função da Secretaria Municipal de Meio Ambiente ter entendido que havia irregularidades na implantação do sistema em São Luís.

Durante o pronunciamento, Othelino criticou a postura de Neto Evangelista na Assembleia Legislativa que deixou de ser um parlamentar combativo das mazelas do governo Roseana Sarney e do grupo responsável, de fato, pela pobreza no Maranhão para voltar os olhos, exclusivamente, para a administração de Edivaldo Holanda Jr em São Luís.

Governistas tentam desviar foco do governo do Estado

Othelino Neto rebateu ainda críticas de deputados governistas contra o presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) e pré-candidato ao governo do Estado pelo PCdoB, Flávio Dino. O deputado descontruiu a tentativa palaciana de tentar relacionar o comunista à posição negativa do Maranhão no Índice de Acesso à Justiça.

“O problema da falta de advogados no Maranhão, umas das razões que levaram o Estado a figurar como o pior em acesso à Justiça, não se resolve com o Flávio Dino voltando a dar aula na Universidade Federal do Maranhão (Ufma), porque lá existem  outros excelentes professores no curso de Direito”, disse ao reiterar que o presidente da Embratur está afastado em situação regular.

Othelino Neto disse que, com os ataques a Edivaldo Holanda Jr e Flávio Dino, os governistas tentam desviar o foco para problemas gravíssimos e mazelas do governo Roseana Sarney como, por exemplo, o caos que se instalou no Sistema de Segurança Pública do Maranhão.

O deputado do PCdoB chamou a atenção para mais uma rebelião que aconteceu em Pedrinhas com uma briga entre facções, onde quatro presos foram mortos, com saldo de três decapitados e um esfaqueado. Segundo Othelino, isso evidência, mais uma vez, o caos na Segurança Pública do Maranhão, “culpa de um governo ineficiente”.

“Para fugir de suas obrigações, os governistas voltam os olhos para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior que vai completar um  ano de mandato, enquanto a governadora Roseana tem 13 anos, entrando para o 14º. Não adianta essa tentativa vã de jogar a culpa no prefeito e no presidente da Embratur”, finalizou Othelino.

Postagens relacionadas

35 thoughts on “VLT não se resume a apenas dois vagões, diz deputado ao rebater Neto Evangelista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.