Voluntários pintam fachada de escola comunitária em São Luís

A ação foi realizada pelo projeto “Pintando Sonhos” e liderada pelo aluno do RenovaBR, Brandão Neto

Uma grande rede de voluntários reuniram-se no sábado (5), para transformar a fachada da Associação de Donas de Casas do Salina do Sacavém, em São Luís. A entidade, mantém uma escola comunitária, biblioteca comunitária e atende 250 crianças em São Luís.

A ação foi realizada pelo projeto “Pintando Sonhos” e liderada pelo aluno do RenovaBR, Brandão Neto. Mais de 50 voluntários e apoiadores foram mobilizados e após dois dias de trabalho, entregaram a fachada da entidade toda pintada.

A ação também realizou pinturas na parte interna, fizeram a capina do terreno, além de doações de tatames emborrachados e móveis para a escola.

O antes e o depois da escola comunitária do Salina do Sacavém

“Poder colaborar com o trabalho de uma escola comunitária e poder integrar uma grande rede de renovação como o RenovaBR é um grande prazer. Essa ação teve o objetivo de proporcionar às crianças uma escola mais agradável, um espaço divertido e ideal para a aprendizagem. Foi muito lindo voltar na escola segunda-feira de manhã cedo e olhar a reação delas ao se depararem com a escola de cara nova. Essa linda reação nos deu a certeza de que o trabalho voluntário nessa escola comunitária deve continuar”, afirmou Brandão Neto.

O exercício coletivo faz parte do curso RenovaBR Cidades, que prepara 1,4 mil alunos – cidadãos comuns, com diferentes profissões, origens e ideologias – para fazerem a diferença na política. Todas as regiões do Brasil foram contempladas, o que inclui as 26 capitais, regiões metropolitanas e cidades de interior.

Para o fundador do RenovaBR, Eduardo Mufarej, o projeto é uma oportunidade para os alunos, e futuros candidatos, mostrarem que podem transformar a vida da população através de pequenas ações. “Quem pretende ocupar um cargo político precisa provar que está comprometido com a população e com as cidades onde vivem. E, mais do que isso, esses futuros políticos necessitam comprovar que conseguem mobilizar as pessoas que estão próximas, transformar seus bairros e, mesmo em uma escala ainda pequena, mudar para melhor a realidade da população.”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *