Preso homem que ateou fogo em funcionário de fazenda em Bom Jardim

Figura ilustrativa
A Polícia Civil de Buriticupu prendeu Relber Sousa Santos, de 22 anos, acusado de atear fogo em Francisco Vieira dos Santos, 52. O crime ocorreu após desentendimentos em uma fazenda no povoado Brejão, zona rural de Bom Jardim, onde os dois são funcionários.
De acordo com informações do delegado de Buriticupu, Carlos Alessandro, vítima e acusado se desentenderam durante uma brincadeira. “Já apuramos que a vítima teria apelidado o acusado de ‘zé ruela’ e ‘mané’, o que despertou raiva em Relber”, disse.
O titular do distrito policial da cidade informou, ainda, que por não ter gostado da brincadeira, Relber Sousa pegou um litro de gasolina e jogou o combustível no corpo de Francisco, ateando fogo com um isqueiro. 


Francisco foi encaminhado a uma unidade de saúde, em Imperatriz e, segundo boletim médico, ele teve 70% do corpo queimado e seu estado de saúde inspira cuidados. O principal suspeito fugiu logo depois do crime.

A prisão – De acordo com o delegado, a polícia foi informada que Relber Sousa estava escondido em uma residência no centro do município de Buriticupu. Em diligências, os investigadores localizaram o suspeito na Avenida Davi Alves, ainda na noite de quarta-feira (29), onde lhe foi dada voz de prisão, sendo encaminhado para delegacia de Buriticupu.

O delegado Carlos Alessandro informou que o acusado será recambiado para a cidade de Bom Jardim, onde responderá pelo crime de tentativa de homicídio.


Fonte: Secretaria de Segurança 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *