Governador Flávio Dino participa de debate sobre gestão pública em São Paulo

O evento foi realizado pela Vetor Brasil, que atua na área e mantém parceria com o governo estadual.

Os desafios de promover a gestão pública em equilíbrio com as diretrizes da política foi a pauta de debate com participação do governador Flávio Dino, na manhã desta segunda-feira (20), em São Paulo. O governador pontuou as estratégias do Governo do Maranhão e práticas da boa gestão no exercício de governo em setores como saúde, educação, infraestrutura, segurança e outros. Na plateia, empresários, investidores e especialistas em gestão pública. O evento foi realizado pela Vetor Brasil, que atua na área e mantém parceria com o governo estadual.

Na abertura da fala, o governador Flávio Dino tratou brevemente da parceria com a Vetor Brasil e os benefícios para o Maranhão, pontuando que a instituição é uma grande parceira do Governo e tem contribuído na formação de recursos humanos para o Estado. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, também participou do debate e destacou sua trajetória política, a importância em manter parcerias e a relação política e gestão pública.

O governador Flávio Dino respondeu questionamento sobre sua liderança política e de gestão, segundo ele, fruto das experiências vividas na carreira jurídica, no parlamento político e agora, no Poder Executivo. “Esse conjunto solidificou crenças e destaco que não se é bom gestor sem a experiência política. Estas devem andar de mãos dadas e com coerência. E não há evento favorável àquele que não sabe onde quer chegar. É preciso ter projetos e objetivos”, explicou.

Durante o debate, o governador respondeu questionamentos em áreas de interesse social e pontuou a visão da gestão de Governo no Maranhão. Na educação, Flávio Dino destacou estratégias para o desenvolvimento do setor, após sua gestão. Citou o programa estadual Escola Digna, melhoria nos índices do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), entre outras iniciativas. “Queremos garantir que as políticas de educação sejam apropriadas retoricamente e que se mantenham. Para isso, é preciso que haja resultados. Queremos manter a trajetória de crescimento”, frisou.

O Governo do Estado e a organização não-governamental Vetor Brasil mantêm parceria em projetos diversos, desde 2016. A Vetor Brasil possui mais de 450 profissionais públicos alocados em 40 governos de todas as regiões do país. A ONG capta, pré-seleciona e desenvolve os profissionais públicos. O Maranhão é o estado com maior número de trainees de gestão pública, com 84 alocados.

Folia de Pré-Carnaval invade o Centro Histórico de São Luís

Na programação do sábado, um trio elétrico percorreu a avenida com diversas atrações que animaram o público no Circuito Beira Mar

Milhares de pessoas aproveitaram a programação do Pré-Carnaval do Maranhão, neste sábado (18), no Circuito Beira Mar, Centro Histórico da capital. Promovido pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de São Luís, a agenda da noite contou com apresentação de blocos, grupos de samba e agremiações carnavalescas. A festa teve ponto alto nas praças Nauro Machado e Catraieiros, com destaque para o Bloco da Imprensa, que abriu sua primeira noite de folia.

O secretário de Estado da Cultura (Secma), Anderson Lindoso, pontuou a segurança e variedade da agenda do Carnaval do Maranhão. “Abrimos a agenda desta que é a maior festa popular do país e muito marcante, com um pré-carnaval diverso e com forte esquema de segurança, preparando para o momento maior. Esperamos que as pessoas se divirtam com alegria e tenhamos um período carnavalesco de paz e seguro para todos que vierem curtir nossa tradição e atrações”, enfatiza o gestor da Cultura.

Na programação do sábado, um trio elétrico percorreu a avenida com diversas atrações que animaram o público no Circuito Beira Mar. Na lista, grupo Bicho Terra, banda Kayambá, Bloco Tradicional Os Foliões e muitos outros. O Bloco da Imprensa levou para o Centro Histórico o artista Marco Duailibe, grupo de samba Feijoada Completa, Roberto Ricci e apresentação da Escola Turma da Mangueira. O estudante Ney Farias foi curtir a festa no circuito e aprovou. “O Carnaval está ótimo e eu estou curtindo muito. Organizado, seguro e a tendência é só melhorar”, disse.

Durante os dias de programação, serão centenas de atrações em cinco pontos de folia na capital – Circuito Beira Mar, Praça Nauro Machado, a Avenida Beira Mar, Praça dos Catraieiros e Beco do Gavião (Madre Deus). A agenda completa do pré-carnaval está no site www.cultura.ma.gov.br e redes sociais da Secma. A programação vai até o último final de semana antes do Carnaval 2020.

Para garantir a segurança dos foliões, o Carnaval do Maranhão conta com efetivo para atender ocorrências e situações de emergência. Neste sábado, foram destacados cerca de 90 policiais militares, 32 bombeiros, 45 agentes de trânsito, 20 agentes da Blitz Urbana, apoio de duas ambulâncias e um carro de combate a incêndio. O aparato esteve disponível para as 10 mil pessoas que passaram pelo circuito Beira Mar. A agenda movimenta ainda o comércio de alimentos e bebidas. No circuito, foram pelo menos 100 vendedores informais que conseguiram um ganho extra com as oportunidades do evento.

Governo alerta população para combate ao mosquito Aedes no período chuvoso

Em 2020, já foram notificados 18 casos suspeitos de dengue, dois de Chikungunya e nenhum caso de zika

O período chuvoso chegou e a população precisa estar atenta para combater a proliferação do Aedes aegypti. Com o volume das chuvas e calor do verão, o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika encontra um ambiente promissor para depositar seus ovos, alerta a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Em 2020, já foram notificados 18 casos suspeitos de dengue, dois de Chikungunya e nenhum caso de zika.

Segundo o último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) e Levantamento de índice Amostral (LIA) realizado no último trimestre de 2019, as maiores infestações estão em depósitos ao nível do solo para armazenamento doméstico: tonel, tambor, barril, tina, depósitos de barros (filtros, moringas, potes); depósitos em obras e horticultura. A porcentagem de infestação nesses recipientes no estado é de 42,4%.

O Governo Federal destina recursos, lança as campanhas e analisa o cenário como todo. Ao Estado cabe realizar o acompanhamento do controle vetorial, dispensação de insumos para o enfrentamento das arboviroses e nebulização espacial, além de capacitações periódicas das equipes municipais. Já é quem executa a ação, indo de casa em casa com os agentes de endemias. À população cabe evitar que surjam ambientes favoráveis para que o mosquito deposite os ovos.

A SES iniciou a mobilização dos 217 municípios maranhenses para a realização do primeiro Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) e Levantamento de índice Amostral (LIA) do ano, as informações vão subsidiar as ações de prevenção e combate ao inseto.

SAIBA COMO COMBATER O MOSQUITO AEDES 

-Evite o acúmulo de água – O mosquito coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso, é importante jogar fora pneus velhos, virar garrafas com a boca para baixo;

-Coloque areia nos vasos de plantas – O uso de pratos nos vasos de plantas pode gerar acúmulo de água. Há três alternativas: eliminar o prato, lavá-lo regularmente ou colocar areia. A areia conserva a umidade;

-Coloque desinfetante nos ralos- Ralos pequenos de cozinhas e banheiros raramente tornam-se foco de dengue devido ao constante uso de produtos químicos, como xampu, sabão e água sanitária;

-Limpe as calhas – Desobstrua calhas e cubra a caixa d´água. Tais medidas não exigem uma reforma na sua casa.

-Seja consciente com o lixo – Não despeje lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos. Em casa, deixe as latas de lixo sempre bem tampadas.

Número de empresas abertas no Maranhão ultrapassa 40 mil registros

O percentual equivale a 41.325 novos negócios no acumulado entre janeiro e dezembro e consolida o maior número de empresas já registradas em um ano

Os dados da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) revelam que a abertura de empresas em 2019 deu um salto de 39,16% em relação a 2018. O percentual equivale a 41.325 novos negócios no acumulado entre janeiro e dezembro e consolida o maior número de empresas já registradas em um ano no estado.

O setor de comércio lidera a quantidade de empresas abertas com 16.924, representando 47,39% das formalizações. O setor de Serviços vem em seguida com 14.077, correspondendo ao aumento de 39,41% se comparado ao número de empresas do setor abertas no mesmo período de 2018.

No ranking das dez cidades maranhenses mais escolhidas para a abertura de empresas, São Luís está no topo, em segundo lugar está Imperatriz, depois São José de Ribamar, Timon, Paço do Lumiar, Balsas, Caxias, Açailândia, Bacabal e Santa Inês.

O bom desempenho do estado tem sido uma constante e deve seguir positivo em 2020. Ele destacou que o órgão tem trabalhado em várias frentes para dinamizar o registro de empresas no estado e, em sintonia com as ações do Governo do Maranhão, garantir que os cidadãos não tenham dificuldade para concretizar o sonho de abrir seu próprio negócio.

TV italiana destaca os encantos dos Lençóis Maranhenses, São Luís e Alcântara

A equipe italiana veio ao Maranhão a convite do Governo do Estado para promover o destino e, assim, gerar emprego e renda para a população.

As ações para promover o turismo maranhense no Brasil e no mundo continuam dando resultado. Desta vez, foi ao ar na TV italiana um documentário de dez minutos sobre os encantos e espetáculos dos Lençóis Maranhenses, de São Luís e de Alcântara.

A equipe italiana veio ao Maranhão a convite do Governo do Estado para promover o destino e, assim, gerar emprego e renda para a população.

O documentário mostra a história, os azulejos e algumas atrações da capital maranhense. O tambor de crioula, o São João, o Bumba-Meu-Boi e o Centro Histórico têm destaque.

Sobre Alcântara, são exibidos os costumes e as tradições, além das atrações naturais.

No programa do último domingo (12), foram exibidas ainda imagens do Parque Nacional dos Lençóis e das paisagens impressionantes das dunas e lagoas. O Rio Preguiças também apareceu.

O material foi exibido pelo mais importante programa televiso de turismo da TV Italiana, o Alle Falde del Kilimangiaro. Ele vai ao ar todos os domingos.

Porto do Itaqui retoma linha regular de contêiner

A expectativa inicial é movimentar 1.800 contêineres/mês.

Após uma temporada de testes e ajustes, iniciados em agosto de 2019, será retomada em fevereiro, em escala semanal, a linha regular de contêineres no Porto do Itaqui. O anúncio foi feito após reunião, nesta semana, com as lideranças da EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária – e da empresa Aliança Navegação e Logística.

À medida que essa opção semanal for disseminada no mercado a tendência é aumentar o volume de movimentação. As cargas são variadas: alimentos, material de construção, matéria-prima para indústrias, arroz, frango refrigerado, dentre outras. A expectativa inicial é movimentar 1.800 contêineres/mês.

Há dois anos começaram as tratativas entre o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), EMAP, comunidade portuária e iniciativa privada. A EMAP vem investindo, desde 2015, em infraestrutura e estudos de viabilidade, plano que culminou com a entrega de um novo pátio para contêiner em 2017, equipado com tomadas para operação de carga refrigerada.

O esforço conjunto conta com apoio dos sindicatos de trabalhadores portuários do Itaqui (conferentes, arrumadores e estivadores), praticagem, operadores, agentes de cargas, agência marítima e da Aliança Navegação e Logística.

A infraestrutura portuária para armazenagem de contêineres do Porto do Itaqui contempla uma área de 20.250 metros quadrados com capacidade estática para 1.341 TEUS. Foram investidos R$ 10 milhões na obra de engenharia e outros R$ 9 milhões na reestruturação do sistema elétrico.

Porto do Itaqui cresce 12% e amplia mercados

O Porto do Itaqui chegou a marca de 25,2 milhões de toneladas de cargas movimentadas, a maior de sua história

O Porto do Itaqui cresceu 12% em 2019, com 25,2 milhões de toneladas de cargas movimentadas, a maior marca de sua história. Além do aumento nos volumes, com destaque para os granéis líquidos, que tiveram alta de 24% em relação a 2018, o ano foi marcado pela ampliação de destinos no mercado externo e fortalecimento da importância do porto público do Maranhão como exportador do Arco Norte do Brasil.

As operações com granéis sólidos chegaram às 15,8 milhões de toneladas e o milho foi a carga que mais cresceu, 164% acima do que no ano anterior, com 3 milhões de toneladas movimentadas. O volume enviado para a África cresceu seis vezes, superando a Europa como principal destino. Outros 12% do volume total de milho escoado pelo Itaqui – mais de 350 mil toneladas – chegaram a novos destinos neste último ano, como Irlanda, Japão e Israel.

Entre os estados originários de carga, o Maranhão dobrou o volume de milho exportado e o Mato Grosso seguiu na liderança, com 2 milhões de toneladas, quase 60% do volume movimentado no ano.

No conjunto das principais cargas importadas, a movimentação de entreposto de combustíveis obteve volume 80% maior do que em 2018, com 3,5 milhões de toneladas movimentadas. As operações com manganês registraram aumento de 217% e as cargas de fertilizantes cresceram 11%, ultrapassando os 2 milhões de toneladas.

Para este ano a perspectiva é de mais crescimento, com a entrada em operação da segunda fase do Tegram, da expansão de tancagem da Ultracargo e do novo terminal de fertilizantes, além do início das obras do terminal de celulose da Suzano, que prevê gerar 450 empregos diretos.

O Tegram deve dobrar a capacidade de exportação para 14 milhões de toneladas/ano. Com a nova estrutura, a Ultracargo deve aumentar em, no mínimo, 48 mil metros cúbicos a capacidade atual de armazenamento e o terminal da COPI – Companhia Operadora Portuária do Itaqui, que deve iniciar as operações até dezembro, estima movimentar 3,5 milhões de toneladas de fertilizante/ano, com logística integrada à malha ferroviária da Norte-Sul.

Conforme anunciado, deve ir a leilão pelo Governo Federal no primeiro semestre o arrendamento de quatro novos terminais de combustíveis, investimento estimado em R$ 450 milhões, vai dobrar a capacidade de armazenamento do Itaqui até 2021.

Governo emite Ordem de Serviço da terceira etapa de alargamento da Jerônimo de Albuquerque

Será feita a eliminação da rotatória da Cohab e criação de um eixo contínuo ligando as avenidas São Luís Rei de França e São Sebastião

Mais uma etapa da obra de alargamento de trecho da Avenida Jerônimo de Albuquerque está para ser iniciada. Isso porque o Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), emitiu a Ordem de Serviço para a rotatória da Cohab e os serviços estão previstos para serem iniciados em até 15 dias.

Nesta etapa, será feita a eliminação da rotatória da Cohab e criação de um eixo contínuo ligando as avenidas São Luís Rei de França e São Sebastião. “Isso vai facilitar o fluxo de veículos naquela região, melhorando o tráfego”, garante o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

Ao todo, o projeto de alargamento de trecho da Avenida Jerônimo de Albuquerque é de dois quilômetros. A primeira fase compreende um trecho que vai do supermercado Makro até a entrada do condomínio Ipem-Angelim; 500 metros ao todo. Incluiu terraplanagem, pavimentação asfáltica e drenagem, construção do canteiro central, calçadas (passeio público) e meio-fio com sarjeta e talude e 10 metros de largura, sendo 6 metros de pista e 4 metros de passeio público.

A segunda etapa, que será iniciada ainda nessa primeira quinzena de janeiro, tem extensão de 1.062 metros de comprimento. Neste trecho serão executados serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem, muro de contenção e sinalização. “Também será feita uma ampliação de 5 metros na largura, sendo 3,5m de pista e 1,5m de passeio”, detalha Lívio Corrêa.

A obra é uma parceria com a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), que está responsável pela criação de alças semelhantes às que já existem na região entre a entrada do bairro Bequimão e o Elevado da Cohama.

G1: Governo Flávio Dino está entre os mais eficientes do Brasil

De acordo com o G1, o governador Flávio Dino já cumpriu em 2019, ou está cumprindo, 70% das propostas feitas

O levantamento, que é realizando desde o final de 2015, avalia o cumprimento dos compromissos de campanha e das promessas feitas por cada governante antes de assumir o cargo. Neste caso, a avaliação se refere ao primeiro ano de mandato dos governadores eleitos ou reeleitos em 2018 e empossados em 2019.

De acordo com o G1, o governador Flávio Dino já cumpriu em 2019, ou está cumprindo, 70% das propostas feitas. Isso coloca o governo do Maranhão como um dos dois mais eficientes do país, junto com o do Ceará, que tem um percentual de 74%.

O índice obtido pelo governo maranhense é melhor do que o conseguido no primeiro ano do primeiro mandato de Flávio Dino. No levantamento feito em 2015 a taxa de eficiência foi de 59%, o que já posicionava o Maranhão entre os dois melhores em 2015. Ao longo do fim do primeiro mandato Flávio Dino assumiu a liderança.

Como muitas das propostas de governo de Dino já estão encaminhadas ou prontas para ser executadas, a tendência é que o índice melhore significativamente na próxima avaliação.

Entre as ações colocadas em prática pelo governador estão à ampliação do programa Mais IDH, que atende os municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano. O governo maranhense também ampliou o programa Travessia, que oferece transporte gratuito para pessoas com deficiência em 29 cidades do estado.

Flávio Dino também reformou e construiu novas escolas, criaou laboratórios regionais de ciências, melhorou o sistema de segurança pública e manteve o Orçamento Participativo no estado, entre outras muitas ações que asseguraram a eficiência de sua gestão e melhorias para a vida da população.