Aluísio Mendes assume PSC maranhense

Aluísio sai do Podemos e assume a presidência do PSC com a promessa de preparar a legenda para as eleições de 2020 e 2022.

Na manhã de sexta-feira (30), o deputado federal Aluísio Mendes assumiu o comando do PSC no Maranhão. A cerimônia de filiação teve a participação do presidente nacional da legenda, Pastor Everaldo, além do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Aluísio sai do Podemos e assume a presidência do PSC com a promessa de preparar a legenda para as eleições de 2020 e 2022.

Na cerimônia de ontem, mais de dez prefeitos anunciaram filiação ao PSC, além do vereador de São Luís, Dr. Gutemberg.

Vale lembrar que o PSC é a sétima legenda da vida política de Aluísio Mendes, que está no seu segundo mandato na Câmara dos Deputados.

Senado aprova requerimento de Eliziane Gama para debate sobre Amazônia

A Sessão de Debate Temático será realizada na próxima terça-feira (3)

O plenário do Senado aprovou requerimento da líder do partido na Casa, Eliziane Gama (MA), para a realização de Sessão de Debate Temático, na próxima terça-feira (3), com objetivo de debater as iniciativas do atual governo para debelar a grave situação em que se encontra a Amazônia, bem como as políticas públicas do Executivo para o desenvolvimento da região.

Para a sessão, Eliziane convidou os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Agricultura, Tereza Cristina, além dos ex-ministros do Meio Ambiente Rubens Ricupero e Marina Silva, e de Waldez Góes, governador do Amapá e membro do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

As queimadas na Amazônia ganharam forte repercussão na imprensa internacional. Os principais veículos em diversas partes do mundo – especialmente de países que tem negócios com o agronegócio brasileiro – têm destacado não apenas as chamas na maior floresta tropical do mundo, mas principalmente o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro em relação ao problema.

Maranhão antecipa folha de agosto, enquanto Rio Grande do Sul paga atrasado folha de julho

Aos críticos de plantão, Flávio segue mostrando a saúde financeira do estado, mesmo com a crise nacional

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, por meio de suas redes sociais, a antecipação do pagamento dos servidores públicos do Maranhão, referente ao mês de agosto, que seria efetuado no início de setembro.

“Pagamento dos servidores do Governo do Maranhão, relativo a agosto de 2019, será feito no dia 31”, escreveu Flávio.

Há mais de quatro anos, o Governo do Maranhão paga antecipadamente o salários dos servidores públicos. Aos críticos de plantão, Flávio segue mostrando a saúde financeira do estado, mesmo com a crise nacional.

Enquanto isso, o governo do Rio Grande do Sul quitou nesta sexta-feira (30), os salários referentes à folha de julho dos servidores estaduais. Segundo o estado, a folha de agosto começará a ser paga no dia 10 de setembro, mesma data em que entrarão as consignações referentes a julho. No último dia 20, foram pagos os salários de julho de 80% do funcionalismo gaúcho. Servidores estaduais que recebem acima de R$ 2,5 mil líquidos tiveram quitados valores até R$ 5 mil.

Conforme a Secretaria da Fazenda, a quitação dos salários de julho foi possível, nesta sexta, pela economia de despesas e melhora das receitas nos últimos dias, o que deu segurança para antecipar o pagamento. Anteriormente, o estado havia anunciado que só iria quitar a folha de julho em 10 de setembro.

Bolsonaro exige suas fotos nas embaixadas brasileiras

“Será que tem embaixador pensando no ‘Lula Livre’? Pelo amor de Deus”, disse o presidente

Jair Bolsonaro reclamou na manhã desta sexta-feira (30), da ausência de fotos suas em algumas embaixadas do Brasil no exterior.

“Meu Deus do céu, não tem minha fotografia nas embaixadas. Não sou narcisista, não. Não sou. É uma questão de protocolo. Não tem. Será que tem embaixador pensando no ‘Lula Livre’? Pelo amor de Deus”, disse o presidente.

Envolvido em outra polêmica, a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada de Washington, nos EUA. Bolsonaro concedeu entrevista à jornalista Leda Nagle e deu uma justificativa, um tanto controversa, para a indicação de Eduardo. Ele que Eduardo já deseja “há algum tempo” morar nos Estados Unidos, mas que foi convencido por ele a ficar no Brasil para disputar as eleições.

“Agora apareceu essa oportunidade dada a nossa proximidade com a família Trump. O embaixador é um cartão de visitas”, afirmou Bolsonaro.

Com o Podemos, Eduardo Braide ganha tempo de TV necessário para 2020

Com uma bancada de 17 deputados federais, o Podemos passa a ser o 12° partido com maior número de deputados. Um tempo de TV bem melhor que o PMN

O deputado federal Eduardo Braide segue articulando sua candidatura à prefeitura de São Luís, em 2020. Um dos maiores obstáculos, que seria uma legenda, parece já ter sido solucionado.

Segundo colocado na disputa pela prefeitura em 2016, e eleito com mais de 189 mil votos para deputado federal em 2018, o deputado viu o PMN não conquistar votos suficientes para passar da cláusula de barreira e com isso perder tempo de TV e os recursos do Fundo Partidário.

O Podemos pode ser a resolução desse problema. O partido elegeu 11 deputados federais em 2018, após as eleições, ainda incorporou o PHS que elegeu seis deputados federais. Com uma bancada de 17 deputados federais, o Podemos passa a ser o 12° partido com maior número de deputados. Um tempo de TV bem melhor que o PMN.

Eduardo Braide ganha tempo de TV no Podemos, mas ainda insuficiente para uma candidatura competitiva, o pré-candidato vai precisar fazer alguns acordos com outras legendas para garantir um bom tempo de propaganda em 2020.

Assembleia Legislativa homenageia a cantora Alcione com a Medalha Manuel Beckman

A concessão da comenda é fruto de um Projeto de Resolução Legislativa proposto pelo deputado Wendel Lages (PMN), aprovado por unanimidade pelo Plenário da Casa

A Assembleia Legislativa concedeu, na manhã desta quinta-feira (29), a Medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman, maior comenda do Poder Legislativo do Maranhão, à cantora Alcione Dias Nazareth, durante concorrida sessão solene, com a presença do governador Flávio Dino, do vice-governador, Carlos Brandão, de representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, além de diversos artistas e intelectuais.

A concessão da comenda é fruto de um Projeto de Resolução Legislativa proposto pelo deputado Wendel Lages (PMN), aprovado por unanimidade pelo Plenário da Casa. Ao abrir a sessão solene, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), deu as boas-vindas à homenageada. “Esta homenagem proposta pelo deputado Wendel Lages e aprovada com o voto unânime deste Plenário é uma homenagem de todo o povo do Maranhão pelo que a cantora Alcione representa para a cultura do nosso Estado e do nosso País. Cada vez que Alcione leva o nome do Maranhão para o Brasil e para o mundo, como a maior expoente da nossa cultura, ela enche todos nós de muito orgulho”.

O governador Flávio Dino, em breve pronunciamento, disse que fez questão de participar da solenidade e, logo no início de sua fala, lembrou de recente episódio em que Alcione, com a veiculação de um vídeo na internet, saiu em defesa do Maranhão e de todo o Nordeste. “Como expoente da cultura brasileira, Alcione encarna mesmo a alma mais profunda da brasilidade que todos nós celebramos neste momento”, afirmou Flávio Dino, para quem a honraria conferida a Alcione é uma justa e merecida homenagem.

Com um discurso lido, o deputado Wendel Lages, autor da proposição, fez um relato da trajetória da homenageada, frisando que “Alcione Nazareth é, sem dúvidas, uma das maiores artistas maranhenses, sendo grande incentivadora e divulgadora da cultura do Maranhão por todo o mundo”.

Ainda no começo da cerimônia, houve a exibição de um vídeo que conta a vida de Alcione, produzido pela TV Assembleia. Em seguida, os cantores Fernando de Carvalho e Alessandro Batista, o violonista Luís Júnior, o Coral São João, sob a regência do maestro Fernando Mouchereck, e a banda de música da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), interpretaram no Plenário grandes sucessos do repertório da cantora. Bailarinos da Companhia Barrica também participaram da solenidade.

“Fico agradecida a todos por esta grande festa e esta bela homenagem, feita aqui dentro de casa, com as pessoas de casa, o que para mim é uma honra muito grande e uma emoção muito forte. Fico, principalmente, com meu coração cheio de alegria e com a minha alma bastante lisonjeada”, disse Alcione.

A sessão solene de entrega da honraria à cantora teve a participação maciça de deputados no Plenário e contou, também, com a presença dos desembargadores Luiz Gonzaga e Anildes Cruz; do prefeito de Caxias, Fábio Gentil; dos secretários de Estado da Cultura, Anderson Flávio Lindoso Santana; da Mulher, Ana Mendonça; de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Rodrigo Lago, e de Desenvolvimento Social, Márcio Honaiser (PDT); além dos secretários municipais de Cultura, Marlon Botão, e de Agricultura e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues.

Famem, Governo e Cemar vão ampliar alcance do programa de Tarifa Social

Tem direito aos descontos da tarifa social de até 65% os beneficiários de baixa renda que estejam inscritos no Cadastro Único

O presidente da Famem, Erlanio Xavier, assinou na quarta-feira (28) termo de cooperação técnica com a Cemar e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Sedes, com objetivo de ampliar o programa Tarifa Social no Maranhão. O termo vai permitir maior dinâmica e amplificação da busca ativa do consumidor, concretizando uma aspiração encaminhada pelo presidente da entidade, além de possibilitar maior incremento da economia nos municípios. A Famem, Sedes e Cemar realizarão um grande ato aberto no dia 9 de setembro, em São Luís, para demarcar o início da intensificação da busca ativa para o programa no estado.

O ato de assinatura do termo contou com a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Márcio Honaiser; dos presidentes da Equatorial Energia, Augusto Miranda; e da Cemar, Augusto Dantas; do diretor de Relações Institucionais, José Jorge Leite, e dos prefeitos Alexandre Lavepel (Conceição do Lago-Açu), Cláudio Cunha (Apicum-Açu), João Igor (São Bernardo), Dr. Cristino (Araioses) e Júnior Cascaria (Poção de Pedras), tesoureiro da Famem. 

“Todos os prefeitos vão se empenhar para que seus municípios tenham um número de beneficiários ajustado com suas necessidades. Eles terão autonomia para designar as formas como farão a busca ativa dos consumidores que têm direito garantido de participar do programa. A Famem, Cemar e Governo do Estado se uniram para levar aos maranhenses de baixa renda o direito à Tarifa Social”, assinalou Erlanio Xavier.

O secretário Márcio Honaiser afirmou que o objetivo do Governo do Estado é atender 1,5 milhão de famílias com o programa Tarifa Social no estado. Honaiser acredita que a ampliação do Tarifa Social vai dinamizar a economia dos municípios, injetando mais de R$ 200 mi por ano.

“Essa parceria serve principalmente para fazermos a busca ativa. Nós temos hoje 600 mil beneficiários e podemos passar de 1 milhão. Junto com a Famem, por meio das prefeituras vamos atrás de quem tem esse potencial de ser beneficiado. Não mediremos esforços para localizar essas famílias e incentivá-las a atualizar o Cadastro Único (CadÚnico), garantindo não só o desconto na conta de energia elétrica, mas a permanência em outros programas socioassistenciais federais e estaduais”, afirmou Honaisser.

“Estamos empenhados em localizar essas famílias que têm o perfil de beneficiário do programa para que elas possam ter essa economia. Após o cadastro e a atualização de dados, no caso do consumidor atender aos critérios de baixa renda, informará a Cemar o número da conta de energia e o número do NIS, passando automaticamente a ter o desconto na tarifa”, esclareceu Augusto Miranda.

Para o prefeito de Poção de Pedras e tesoureiro da Famem, Júnior Cascaria, o desconto na tarifa para pessoas de baixa renda é muito importante, atingindo principalmente a população da zona rural. “A partir do momento que você desonera uma despesa de casa está contribuindo para botar mais comida na mesa das famílias de baixa renda e também no comércio local”, conclui o prefeito de São Bernardo, João Igor.

Tem direito aos descontos da tarifa social de até 65% os beneficiários de baixa renda que estejam inscritos no Cadastro Único, o mesmo de outros programas federais e estaduais, ter renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional ou já receber o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC. Os descontos de até 100% são para famílias indígenas ou quilombolas, por faixa de consumo.

Novo Mundo da Cohab pega fogo e assusta população

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. A fumaça do incêndio foi ser vista em boa parte da cidade e chamou atenção.

Um incêndio de grandes proporções foi registrado, no início da tarde desta quinta-feira (29), na loja Novo Mundo, bairro Cohab, em São Luís.

Pelas primeiras informações, o fogo consumiu apenas o segundo piso da loja, onde ficava o depósito.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. A fumaça do incêndio foi ser vista em boa parte da cidade e chamou atenção.

Ainda não há informações sobre as causas e nem sobre possíveis vítimas.

Bolsonaro copia Flávio Dino e anuncia decreto proibindo queimadas por 60 dias no Brasil

O governador Flávio Dino (PCdoB), já havia publicado a mesma medida no Maranhão

As queimadas estão proibidas no Brasil. Por 60 dias. O presidente Jair Bolsonaro assinou, na quarta-feira (28), um decreto que proíbe o emprego do fogo no País durante este período de tempo. A ordem está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29). O Planalto já havia informado na noite de ontem que trata-se de “medida excepcional e temporária, com o objetivo de proteção ao meio ambiente” e ocorre em meio à crise ambiental por queimadas na Amazônia.

O governador Flávio Dino (PCdoB), já havia publicado a mesma medida no Maranhão. No estado, está proibido queimadas de 27 de agosto até 30 de novembro de 2019 para a limpeza e manejo de áreas. Bolsonaro copia a medida de Flávio Dino para combater as queimadas na Amazônia.

A título de informação, o Código Florestal permite queimadas em casos específicos, como em práticas agropastoris e florestais, que estão regulamentadas pelo Decreto 2.661 de 8 de julho de 1998. O Decreto 9.992 editado hoje suspende essa permissão.

A proibição, no entanto, não se aplica em casos de controle fitossanitário, se autorizados por órgão ambiental, para práticas de prevenção e combate a incêndios e para agricultura de subsistência feita pelas populações tradicionais e indígenas.