Maranhão apresenta 2º melhor saldo de empregos do Nordeste no primeiro semestre de 2019

No primeiro semestre de 2019, foram gerados mais de 5,6 mil contratações no Maranhão

O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) divulgou, nesta terça-feira (30), a Nota do Mercado de Trabalho referente ao mês de junho de 2019, a partir de dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged).

No que se refere ao resultado do primeiro semestre de 2019, os dados apontam que foram registradas 5,6 mil contratações líquidas no Maranhão. Em relação à distribuição setorial, o setor de Serviços apresentou o maior saldo de contratações no acumulado do ano, principalmente no segmento de Atividades de Apoio à Gestão de Saúde.

“Outros setores que se destacaram, no acumulado dos seis primeiros meses do ano, foram a Indústria de Transformação e Agropecuária. Na Indústria de Transformação, o subsetor Indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria sobressaiu-se em relação as demais, devido a atividade de Fabricação de álcool”, analisa o presidente do Imesc, Dionatan Carvalho.

Seguindo a metodologia do SEBRAE, as Micro e Pequenas Empresas (MPE) foram responsáveis pela geração de 8,3 mil empregos formais no Maranhão, no acumulado de janeiro a junho de 2019, uma variação de 82,9% em relação ao mesmo período de 2018, puxada pelo setor de Serviços.

Em São Luís, o setor de Serviços manteve-se como maior gerador de postos de trabalho no primeiro semestre do ano, em virtude da atividade Apoio à Gestão de Saúde. A Construção Civil apresentou abertura de 641 postos de trabalho no mês, no qual a atividade Construção de Rodovias e Ferrovias respondeu por 286 destes.

Senador Weverton Rocha considera forte o nome de Osmar Filho para prefeitura da capital

Osmar Filho cada vez mais próximo de ser o nome do PDT para prefeitura de São Luís

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), foi mencionado várias vezes durante entrevista concedida recentemente pelo presidente do PDT no Maranhão, o senador Weverton Rocha. Principalmente, quando as perguntas se voltaram à uma eventual disputa pela Prefeitura de São Luís, em 2020.

Segundo análise Weverton, Osmar Filho é um “dirigente jovem, um vereador que tem mostrado coragem de enfrentar os problemas e de dialogar com a comunidade. Sempre foi bem votado em São Luís e é um nome forte sim, para a disputa”, afirmou o parlamentar.

Osmar Filho segue recebendo declarações de apoio. O deputado federal Gil Cutrim já declarou apoio ao pré-candidato, além de, pelo menos, dez vereadores da capital, entre eles os vereadores Nato Júnior (PP), Barbara Soeiro (PSC) e Paulo Victor (PTC).

José Sarney participa de reunião do MDB de São Luís

O partido se prepara internamente para disputar as eleições da capital em 2020

O ex-presidente José Sarney participou de uma reunião do diretório municipal do MBD, em São Luís. O partido se prepara internamente para disputar as eleições da capital em 2020.

O partido pretende lançar de 30 a 40 candidatos a vereadores. O nome do ex-deputado federal, Victor Mendes, vem sendo debatido como um possível nome para a disputa pela prefeitura de São Luís.

Além da participação de José Sarney, também chamou atenção a presença do vereador de São Luís, Astro de Ogum, que busca uma legenda para disputar o cargo de prefeito ou vice-prefeito nas próximas eleições.

O presidente estadual do MDB no Maranhão, João Alberto, prometeu debater a possível candidatura de Astro pelo MDB.

IBGE: Desemprego recua para 12%

O segundo trimestre fechou com dois recordes na série histórica iniciada em 2012

O índice de desemprego no Brasil caiu de 12,7%, no primeiro trimestre do ano, para 12%, no trimestre de abril a junho, de acordo com a Pnad Contínua, divulgada nesta quarta-feira, 31, pelo IBGE. O segundo trimestre fechou com dois recordes na série histórica iniciada em 2012.

A boa notícia, no entanto, vem acompanhada de uma má: a população subocupada, aquela disponível para trabalhar mais horas, atingiu a marca de 7,4 milhões de pessoas e o número de trabalhadores por conta própria aumentou 1,6% e chegou a 24,1 milhões.

Foram preenchidas mais 294 mil vagas com carteira assinada, um aumento de 0,9% na comparação com o trimestre anterior, totalizando 33,2 milhões de trabalhadores com carteira. Por outro lado, a população sem carteira chegou a 11,5 milhões de empregados, um aumento de 3,4% nessa mesma comparação.

Deputados de PROS, PSB e Podemos são os que menos seguem orientações do partido em votações

O PROS tem a maior taxa de infidelidade no período

G1

Os deputados do PROS, do Podemos e do PSB foram os que menos seguiram as orientações das lideranças ou dos blocos partidários em votações nominais da Câmara. É o que aponta um levantamento do G1 com os dados de todas as votações nominais na Câmara dos Deputados de 1º de fevereiro a 12 de julho de 2019.

O PROS tem a maior taxa de infidelidade no período: 23,3% dos votos dos deputados da sigla foram diferentes da orientação do líder ou do bloco partidário. Em seguida, Podemos e PSB registram taxas de 19,6% e 19,1%, respectivamente.

Por outro lado, os partidos Novo, PCdoB e PSOL têm as menores taxas de infidelidade – ou seja, os deputados registram maior disciplina às orientações. No Novo, por exemplo, apenas um voto contrariou a indicação do líder. Os votos corresponderam à orientação em 99,9% (Novo), 97,7% (PCdoB) e 95,9% (PSOL) das situações.

O levantamento do G1 analisou também o posicionamento dos deputados de acordo com as orientações do governo. PSOL, PT e PCdoB foram os partidos que tiveram posicionamentos mais divergentes em relação às orientações do Palácio do Planalto.

A bancada do PSOL se manifestou de forma igual ao Planalto em 144 dos 905 votos dos deputados no plenário da Câmara. É a menor taxa de governismo nos seis meses de atividade (15,9%). Em seguida, o PT e o PCdoB registraram, respectivamente, taxas de 18,4% e 22,5%.

As bancadas de PSL, Novo e PSDB têm as maiores taxas de governismo. O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, aderiu às orientações do governo em 94,2% dos votos. Os deputados do Novo votaram com o governo em 90,9% dos votos; o PSDB, em 88,3%.

Nordeste vai fazer versão regional do Mais Médicos

O programa dos governadores prevê parcerias com universidades estaduais

Os governadores dos Estados do Nordeste firmaram um acordo para lançar uma versão regional do programa Mais Médicos. O projeto tem como objetivo suprir a demanda por profissionais de medicina na Região desde o encerramento do programa federal, em novembro, após comentários do presidente Jair Bolsonaro a respeito da qualificação dos médicos cubanos do programa.

O Ministério da Saúde, no entanto, pretende lançar uma reformulação do Mais Médicos, que será batizada de “Médicos pelo Brasil”. O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse que a iniciativa dos nove governadores não visa competir com o programa federal. “O nosso objetivo não é disputar com o governo federal, mas contribuir para que o plano nacional seja mais abrangente e o mais acolhedor das necessidades do Nordeste”, afirmou.

O programa dos governadores prevê parcerias com universidades estaduais para revalidação de diplomas de brasileiros que estudaram medicina no exterior, mas não inclui a retomada do acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para nova contratação de médicos cubanos. A medida é um dos primeiros efeitos práticos do Consórcio Nordeste, que tem como objetivo consolidar parcerias entre os governadores da Região.

Carreira de Gerson da Conceição será celebrada em show nesta Quinta do Reggae

No último dia 22 de abril, Gerson da Conceição foi vítima de um infarto fulminante, em São Paulo, onde morava

Formada em 1997, a banda maranhense de reggae Mano Bantu se preparava para gravação de um novo disco e uma turnê inédita na Europa quando, em abril deste ano, uma notícia inesperada atrapalhou os planos de retorno do grupo: o falecimento precoce de Gerson da Conceição, cantor, compositor, baixista e um dos fundadores do conjunto.

No último dia 22 de abril, Gerson da Conceição foi vítima de um infarto fulminante, em São Paulo, onde morava havia mais de 15 anos. A trajetória brilhante do artista será celebrada em um grande show na próxima quinta-feira, 1º de agosto, dentro da programação da Quinta do Reggae, evento promovido pelo Museu do Reggae.

O show será realizado na Praça do Reggae (ao lado do Museu), no Centro Histórico de São Luís, e vai contar com a participação dos músicos Fauzi Baydon, Célia Sampaio, Santa Cruz, Alê Muniz, Zé Lopes, Preto Nando, Aziz Júnior, e claro, com os remanescentes da Mano Bantu.

A homenagem contará ainda com a discotecagem de vinil da Rádio Zion e Radiola Reggae, com os DJs Joaquim Zion e Marcus Vinícius, além da participação nas pick-ups de Andrezinho Vibration, Neto Miller e de Ademar Danilo, que além de DJ e jornalista, é diretor do Museu do Reggae.

A ideia do tributo partiu de Aziz Júnior e do baterista Moisés Mota, idealizador da Mano Bantu ao lado Gerson da Conceição. Amigo de Gerson da Conceição desde a década de 1980, o baterista acredita que o músico foi fundamental para difusão do reggae maranhense em todo o país.

Bolsonaro cancela reunião com ministro da França para cortar o cabelo

A reunião teria como um dos temas o meio ambiente. O presidente transmitiu ao vivo pelo Facebook o corte de cabelo

Estadão

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), cancelou a reunião que teria com o ministro de Negócios Estrangeiros da França, Jean-Yves Le Drian, durante o dia de ontem (29). Segundo o chanceler brasileiro Ernesto Araújo, o cancelamento ocorreu por “uma questão de agenda do presidente”.

O porém é que logo na sequência do “ajuste de agenda”, o presidente fez uma transmissão ao vivo no Facebook cortando o cabelo e reforçando os ataques contra o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

A reunião teria como um dos temas o meio ambiente. Mais cedo, Bolsonaro havia afirmado que o ministro francês não iria querer “falar grosso comigo, ele vai ter que entender que mudou o governo do Brasil”, afirmou.

“Aquela subserviência que tínhamos no passado de outros chefes de Estado para com o primeiro mundo não existe mais”, afirmou Bolsonaro.

Em dia! Flávio Dino anuncia pagamentos aos servidores públicos

Desde 2015, o governo Flávio Dino não atrasa salários. Uma marca para comemorar em tempos de crise

Mostrando o bom momento em que o Maranhão encontra-se, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, na noite desta segunda-feira (29), em sua conta no Twitter, que o pagamento dos servidores públicos, referente ao mês de julho, será antecipado para o dia 31 deste mês.

“Pagamento dos servidores do Governo do Maranhão, relativo a julho de 2019, será no dia 31, quarta-feira”, escreveu Flávio Dino.

A exemplo do que ocorreu nos últimos quatro anos, a determinação do governador Flávio Dino é que, havendo viabilidade financeira, o pagamento seja sempre antecipado.

Flávio Dino mostra que o Estado continua honrando com seus compromissos e que vive uma situação tranquila, mesmo com toda a recessão vivida por todo o país.