Presidente do PSL comenta possível saída de Bolsonaro do partido

O presidente Jair Bolsonaro revelou a interlocutores que pretende deixar o PSL. Bolsonaro estaria incomodado com as denúncias de candidaturas laranjas na sigla.

Estadão

O presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, chamou de “surreal” a possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro abandonar a legenda.

“Isso é surreal. O presidente está muito bem no partido”, declarou Bivar ao Broadcast Político, nesta quarta-feira, 17. O dirigente da sigla falou ainda que não é possível sequer falar em Bolsonaro “ficar” no PSL. “Não é que ele fica, ele é o dono do partido.”

Bolsonaro aparece na lista dos ‘100 mais influentes’ da revista ‘Time’ em 2019

Presidente Jair Bolsonaro aparece em lista das 100 pessoas mais influentes da Revista Time

G1

A revista americana “Time” divulgou nesta quarta-feira (17) sua tradicional lista das “100 pessoas mais influentes do mundo”. O único brasileiro que aparece é o presidente Jair Bolsonaro.

Ele está na categoria “líderes” ao lado do presidente americano, Donald Trump, e do premiê italiano, Matteo Salvini, o líder da oposição e autodeclarado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, a premiê australiana, Jacinda Arden, e o premiê israelense, Benjamin Netanyahu.

Em 2018, nenhum brasileiro entrou para a lista. Em 2017, o jogador Neymar e a cientista Celina Turchi, médica que teve papel importante nas pesquisas sobre zika, também ficaram entre os 100 mais influentes.

Maura Jorge falta com a verdade nas redes sociais…

Maura Jorge culpa Flávio Dino por problemas em rodovia federal

A ex-prefeito de Lago da Pedra e ex-candidata ao Governo do Maranhão, Maura Jorge (PSL), faltou com a verdade com seus seguidores nas redes sociais ao compartilhar um vídeo de uma rodovia federal intragável e afirmando que o causador do problema seria o governador Flávio Dino (PCdoB).

Não se sabe se, por apenas no intuito de criticar, Maura Jorge esqueceu que BR é de responsabilidade do Governo Federal e toda a situação recaiu para seu aliado, o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Maura Jorge, como uma pessoa pública, deve se atentar para não correr o risco de ser novamente propagadora de notícias falsas, pois tal ato cai negativamente até mesmo com seus eleitores.

Sites do Governo Federal vão migrar para portal único

O portal brasil.gov e o site do Palácio do Planalto deverão ser os primeiros a migrar

Agência Brasil

Em menos de dois anos, o governo federal deverá ter apenas um canal na internet, o portal único GOV.BR. É o que institui o Decreto 9.756/2019, publicado em edição extra do Diário Oficial de quinta-feira (11). O texto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro durante a cerimônia que marcou os primeiros 100 dias de governo, define regras de unificação dos canais digitais englobando os portais na internet e os aplicativos móveis, e estabelece prazos para que o GOV.BR esteja completamente disponível ao cidadão.

Atualmente, o governo federal possui mais de 1,5 mil sites com serviços e informações dispersos, de diversos órgãos. Segundo o governo, a economia estimada após a desativação dos sites é de R$ 100 milhões ao ano, que são gastos apenas a manutenção dos portais na rede.

A primeira fase de implantação do projeto deverá ser concluída até 31 de julho deste ano, quando a plataforma do GOV.BR deverá estar disponível para adesão dos demais órgãos e entidades da administração pública direta, além de autarquias e fundações do Poder Executivo federal. O portal brasil.gov e o site do Palácio do Planalto deverão ser os primeiros a migrar.

Após seis dias, Bolsonaro comenta fuzilamento de carro pelo Exército


Evaldo Rosa dos Santos teve o carro fuzilado por 80 tiros disparados por militares do Exército no Rio

Estadão

Depois de um longo silêncio de seis dias, o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou nesta sexta-feira, 12, sobre a morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, que teve o carro fuzilado por 80 tiros disparados por militares do Exército no Rio. Para o presidente, o Exército “não matou ninguém” e a instituição não pode ser acusada de ser “assassina”.

“O Exército não matou ninguém. O Exército é do povo. A gente não pode acusar o povo de assassino. Houve um incidente. Houve uma morte. Lamentamos ser um cidadão trabalhador, honesto”, afirmou Bolsonaro nesta sexta-feira durante inauguração de um novo terminal do aeroporto em Macapá.

Presidente anuncia pagamento do 13º do Bolsa Família

De acordo com o Ministério da Cidadania, o repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários

Depois de assinar decreto que autoriza o pagamento do 13.º do Bolsa Família, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a medida também pelo Twitter. “Oficializamos hoje, junto ao Ministério da Cidadania a criação do 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família, recursos oriundos em sua esmagadora maioria de desvios e recebimentos indevidos. Grande dia!”, escreveu o presidente.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários, seguindo o calendário regular de pagamento. Com a medida, a pasta informa que terá um aumento de R$ 2,58 bilhões em seu orçamento.

Governo Bolsonaro terá plano de ações para o Nordeste, Maranhão ficará fora

Bolsonaro também promete uma atenção especial aos parlamentares da Região Nordeste

Estadão

Dentro de uma estratégia de aproximação com o eleitor do Nordeste, região onde enfrenta alta rejeição, Jair Bolsonaro prepara um pacote de ações de fomento à agricultura. Sob orientação da Casa Civil e do Ministério da Agricultura, a Embrapa Territorial identificou oito microrregiões carentes nas quais fará ações direcionadas. Pelo plano traçado, o programa beneficiará cerca de 150 mil famílias. A ministra Tereza Cristina deve anunciar o pacote, com foco na irrigação e no fomento às cooperativas, até junho, antes do início da próxima safra.

As oito microrregiões sugeridas com base no estudo da Embrapa Territorial, coordenado pelo professor Evaristo de Miranda, são próximas aos municípios de Euclides da Cunha (BA), Araripina (PE), Batalha (AL) e Canindé do São Francisco (SE). Também devem ser incluídas cidades das regiões do Vale do Açu (RN), Cariri (PB), Baixo Jaguaribe (CE) e sul do Piauí. O Maranhão ficará fora por não fazer parte do semiárido nordestino.

Bolsonaro também promete uma atenção especial aos parlamentares da Região Nordeste, onde a articulação do governo identificou pressão maior dos eleitores contra a reforma da Previdência.

Novo é o segundo partido a fechar questão sobre a Reforma da Previdência

Com 8 deputados federais, o Novo fechou questão pela aprovação da reforma da Previdência

O Antagonista

João Amoêdo se reuniu ontem (10) com Jair Bolsonaro. Na saída, o presidente do Novo confirmou que o partido, com 8 deputados, fechou questão pela aprovação da reforma da Previdência.

O líder da sigla na Câmara, Marcel Van Hattem, que também participou do encontro no Planalto, comentou: “O Partido Novo já vinha com apoio integral à reforma da Previdência desde a época da eleição. O João Amoêdo era o candidato que mais falava sobre o tema na campanha eleitoral.”

Bolsonaro recebe partidos que representam metade da bancada maranhense

A maioria dos partidos é favorável à reforma, mas defende alterações

Em busca de votos para aprovar no Congresso Nacional a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro voltou a receber, no Palácio do Planalto, dirigentes partidários. A maioria dos partidos é favorável à reforma, mas defende alterações.

Na semana passada, o presidente recebeu líderes partidários do PRB, PSD, PP, PSDB, DEM e MDB. Na terça (9), ele esteve com dirigentes do PR e do Solidariedade. Hoje, foi a vez do PSL, Podemos, Novo, Avante e PSC. Os partidos representam metade da bancada maranhense em Brasília.