Beth Carvalho, a Madrinha do Samba, morre no Rio aos 72 anos

A cantora e compositora Beth Carvalho, conhecida como a Madrinha do Samba e um dos maiores nomes da história do gênero, morreu no Rio, nesta terça-feira (30), aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul da cidade, desde o início de 2019.

De acordo com o empresário da artista, Afonso Carvalho, a causa da morte foi infecção generalizada. Em nota, ele informou que Beth Carvalho morreu às 17h33 desta terça “cercada de amor por seus familiares e amigos”.

Com mais de 50 anos de carreira, dezenas de discos gravados e sucessos como “Andança” e “Coisinha do pai”, Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão – daí o apelido.

Um problema na coluna já afligia a cantora havia bastante tempo. Em 2009, Beth Carvalho chegou a cancelar sua apresentação no show de réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores. Em 2012, Beth Carvalho se submeteu a uma cirurgia na coluna.

Estudantes poderão realizar inscrição no Programa Parlamento Estudantil Maranhense 2019 a partir de amanhã (1º)

O Parlamento Estudantil Maranhense será constituído por 22 Deputados Estudantes

Serão abertas, nesta quarta-feira (1º), as inscrições para a terceira edição do Programa Parlamento Estudantil Maranhense 2019, executado pela Assembleia Legislativa do Maranhão, em convênio com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). As inscrições podem ser feitas por meio do hotsite http://www.al.ma.leg.br/parlamento-estudantil/ e se estendem até o dia 12 de agosto.

Serão selecionados os 22 melhores projetos de lei para participar do Parlamento Estudantil, sendo levado em consideração a técnica e o conteúdo. A divulgação do pré-resultado dos selecionados será no dia 30 de agosto e, o resultado final, no dia 16 de setembro. A culminância do programa será no dia 29 de novembro, no Plenário Nagib Haickel. “A Seduc fará a seleção inicial e irá nos encaminhar 42 projetos. Aqui, concluiremos a seleção, com os 22 projetos de lei que irão participar do programa”, explicou o consultor-geral da Alema, Aristides Lobão.

O Parlamento Estudantil Maranhense será constituído por 22 Deputados Estudantes, selecionados entre os alunos devidamente matriculados nas escolas públicas e privadas do Maranhão, frequentando o 2º ou 3º ano do Ensino Médio ou, ainda, o 2º, 3º ou 4º do Ensino Técnico Integrado com o Ensino Médio. Os estudantes deverão ter entre 16 a 22 anos de idade completos até a data do evento.

A inscrição se dará através do preenchimento de uma ficha, juntamente com apresentação de um projeto de lei nas áreas de Cultura, Educação, Esporte, Defesa do Consumidor, Meio Ambiente, Direitos Humanos, Saúde e Segurança Pública. Não serão aceitos projetos que não estiverem enquadrados nestas áreas.

Léo Índio participa de evento na casa de Maura Jorge

O evento aconteceu na casa de Maura Jorge, o que mostra que o clã Bolsonaro está mais próximo da ex-prefeita e não do presidente estadual legenda, Chico Carvalho

O famoso e polêmico primo de Carlos Bolsonaro, Léo Índio, esteve, na noite de segunda-feira, na casa da ex-prefeita Maura Jorge (PSL), onde debateu assunto de interesse do grupo do presidente Jair Messias Bolsonaro.

Léo Índio veio para falar do projeto de fortalecimento do PSL no Maranhão e aproveitou para ter um contato melhor com a militância.

O evento aconteceu na casa de Maura Jorge, o que mostra que o clã Bolsonaro está mais próximo da ex-prefeita e não do presidente estadual legenda, Chico Carvalho.

Governo Flávio Dino antecipa a 56ª folha de pagamento dos servidores públicos

O governador Flávio Dino (PCdoB) chegou a comentar esse feito

Nesta terça-feira (30), o governo do Estado reafirmou seu compromisso com o funcionalismo público e mostra que anda com uma saúde fiscal, diferentemente de outros estados. O governador Flávio Dino (PCdoB) chegou a comentar esse feito.

“Vamos pagar a remuneração dos servidores do @GovernoMA, relativa a abril de 2019, no dia 30 (terça-feira). 56ª folha de pagamento honrada antecipadamente no nosso governo. Lutamos muito contra a recessão nacional, para que assim possamos prosseguir”, comentou.

Estados, Bolsonaro e o turismo sexual…

Os governos estaduais do Maranhão e de Pernambuco criaram campanhas com o intuito de criticarem o turismo feito apenas com o objetivo de exploração de mulheres. Através de fotos e anúncios na internet, os estados informam que estão abertos a receberem turistas, mas suas mulheres precisam ser respeitadas. As ações servem como resposta ao presidente Jair Bolsonaro, que incentivou que estrangeiros viessem ao Brasil para ter relações com as mulheres. 

“O Maranhão está à disposição dos turistas. A mulher maranhense, não”, diz a frase na campanha contra a exploração das mulhere s. A mesma frase foi divulgada pelo governo de Pernambuco, trocando apenas o termo “maranhense” por “pernambucano”.

Em mensgame nas redes sociais, o governo de Pernambuco não citou a fala do presidente, mas colocou à diposição a Ouvidoria da Mulher.

“Pernambuco recebe a todos de braços abertos. Mas repudiamos qualquer tipo de exploração sexual. Para denúncias, no Estado, temos o serviço da Ouvidoria da Mulher”, diz a nota.

Na última quinta-feira (25), durante o café da manhã com jornalistas, Bolsonaro explicou que não quer que o Brasil vire um país dos LGBTs, que tem a preocupação sobre essa visão no estrangeiro, mas que, se o turista vier para ter relações com as mulheres, será bem-vindo.

A fala irritou parte dos governantes do Brasil, sobretudo os nordestinos. A região sofre com o turismo voltado apenas para a exploração de mulheres .

Sem organização interna, PSL do Maranhão é deixado de lado por pré-candidatos

O partido do presidente Jair Bolsonaro deve continuar pequeno no Maranhão.

Enquanto outros partidos e pré-candidatos já iniciam suas ações visando às eleições de 2020, o PSL do Maranhão fracassa, mais uma vez, em não preparar sua militância para as próximas disputas.

Presidido pelo vereador de São Luís, Chico Carvalho, o partido ainda não mostrou organização interna, muito menos sinaliza se abrirá prévias para a escolha do possível candidato em São Luís, uma das disputas que promete ser acirrada.

Até mesmo os pretendentes ao cargo de vereadores não enxergam no PSL a melhor oportunidade de disputar as cadeiras para o Legislativo. Dessa forma, o partido do presidente Jair Bolsonaro deve continuar pequeno no Maranhão.

Avanços na educação: Osmar Filho promulga lei que cria o ProUni São Luís

A Faculdade Pitágoras de São Luís prestigiou a cerimônia de promulgação da legislação, elogiou a iniciativa e demonstrou interesse da instituição em aderir ao ProUni Municipal

A Câmara Municipal de São Luís promulgou nesta segunda-feira, 29, a Lei nº 6.505/2019, que institui o Programa Municipal Universidade Para Todos – ProUni São Luís, com o objetivo de oferecer bolsas integrais de estudos em instituições particulares de ensino superior para estudantes de baixa renda e professores da rede municipal de ensino. A legislação oriunda do Projeto de Lei nº 074/2018, de autoria do vereador Pavão Filho (PDT), foi promulgada pelo presidente da Casa, Osmar Filho (PDT), depois que não houve sanção ou veto por parte do prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PDT).

Com a promulgação, agora o ProUni São Luís será regulamentado e serão disciplinadas as normas relativas à seleção dos estudantes, como a análise dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o perfil socioeconômico, além das obrigações dos alunos e das instituições.

De acordo com o chefe do legislativo, essa é uma iniciativa extremamente positiva que foi abraçada e unanimemente aprovada pela Casa. “A promulgação desta lei, que foi abraçada e unanimemente aprovada por todos os vereadores, é de grande importância, pois visa atender toda a cidade e de forma específica a comunidade estudantil que quer ingressar no ensino superior”, disse Osmar Filho.

Autor da proposta, Pavão Filho também comemorou a promulgação da legislação. O parlamentar afirmou que acredita que o ProUni Municipal será um dos exemplos de ações positivas com vista da expansão universitária. “É uma proposta que cria mecanismos de expansão universitária. Temos percebido a necessidade de elaboração de novos mecanismos que possam proporcionar esta expansão. Eu acredito que o ProUni Municipal será um destes exemplos de ações que vem dando certo”, frisou o parlamentar.

Bolsonaro nega criação de imposto para igrejas

Bolsonaro se manifestou após publicação de entrevista do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, ao jornal Folha de S.Paulo

Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro negou hoje (29), em vídeo publicado no Twitter, a criação de novos impostos, “em especial contra as igrejas”. “Essa informação não procede. Em nosso governo, nenhum novo imposto será criado, em especial contra as igrejas que, além de terem um excelente trabalho social prestado a toda comunidade, reclamam eles, em parte com razão no meu entendimento, que há uma bitributação nessa área”, disse.

Bolsonaro se manifestou após publicação de entrevista do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, ao jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a publicação, na proposta de reforma tributária de Cintra, a contribuição previdenciária sobre a folha de pagamento será substituída por um novo tributo, que vai incidir sobre todas as transações financeiras, bancárias ou não, e será rateado entre as duas pontas da operação (quem paga e quem recebe).

A reportagem informa ainda que o novo tributo, chamado de Contribuição Previdenciária (CP), deve incidir até mesmo sobre o dízimo pago pelos fiéis às igrejas, além daqueles que têm imunidades constitucionais, como instituições religiosas e filantrópicas. No vídeo publicado no Twitter, Bolsonaro disse que foi surpreendido pela declaração do secretário.

Hoje, também pelo Twitter, Marcos Cintra defendeu novamente o fim da tributação sobre a folha de salários e disse que a manchete da Folha de S.Paulo não é fiel à entrevista que ele concedeu. “Chega de tributar folha de salários. Manchete da Folha diz que Receita quer criar imposto novo que vai tributar igrejas. Mas não diz que será eliminado o imposto de 20% sobre a folha de salários, este sim altamente prejudicial a toda a sociedade, inclusive as igrejas”, escreveu o secretário da Receita.

Governo viabiliza apoio ao Exército na retomada de obras da BR-135


O terreno, que está sob responsabilidade da Seinc, está sendo analisado par ser a base de apoio do Exército, que deverá assumir a retomada das obras de duplicação BR-135

Técnicos da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) estiveram realizando uma visita técnica junto a representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) e do Exército Brasileiro, para vistoriar o terreno onde funcionava o setor administrativo da Refinaria Premium.

O terreno, que está sob responsabilidade da Seinc, está sendo analisado par ser a base de apoio do Exército, que deverá assumir a retomada das obras de duplicação BR-135. Segundo o secretário da Seinc, Simplício Araújo, o Governo do Estado dará todo o apoio no processo.

Segundo ele, as tratativas seguem para que a obra seja executada o mais rápido possível. “Esse terreno onde funciona a parte administrativa da Refinaria Premium, foi bem avaliado pelo DNIT e Exército. As tratativas agora seguem e estamos à disposição para ajudar na retomada dessa importante obra, que impacta em diversos setores da economia maranhense e principalmente, na população”, ressaltou.