Maranhão receberá 52 toneladas de EPIs para as eleições

Seis carretas com equipamentos de proteção individual destinados a quem trabalhar nas eleições 2020 chegarão ao Maranhão. A primeira foi recepcionada na sede do 24º Batalhão de Infantaria de Selva pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Tyrone Silva, e pelo diretor-geral Gustavo Vilas Boas.

No total, 2.940 caixas de álcool em gel de 400 gramas estavam neste primeiro veículo que partiu da cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, no dia 21 de setembro e, ao chegar no posto fiscal de São Luís, não pagou nenhum imposto sobre circulação de mercadorias porque o Governo do Estado, através da Medida Provisória 326/2020, isentou o material de recolhimento por se tratar de doação à Justiça Eleitoral.

Por iniciativa do desembargador Tyrone Silva, o 24º BIS é quem irá armazenar e ajudar na distribuição destes EPIs doados. A solicitação foi feita ao comandante da unidade, coronel Sousa Filho, que entendeu a importância que o gesto significaria para o fortalecimento da democracia, visto que se trata de uma parceria entre órgãos que zelam pelo país..

No total, o Regional está recebendo doações de 65.621 protetores faciais, 241.262 máscaras, 64.981 frascos de álcool em gel 70% de 200 ml, 62.877 frascos de álcool em gel 70% de 500 ml, 14.283 frascos de álcool sanitizante 70% de 400 ml, 27.999 pôsteres e 61.180 adesivos.

A atividade de recebimento e distribuição dos EPIs também está apoiada pelo Tribunal de Justiça – que cedeu caminhão, e pelas seções de segurança e transporte, de engenharia e de almoxarifado do Regional.

Flávio Dino pede que a população não divulgue “fake news” sobre violência em São Luís

O governador Flávio Dino (PCdoB) postou em suas redes sociais um apelo para que as pessoas não divulguem fake news sobre casos de violência.

O bombardeio de notícias falsas e verdadeiras sobre a violência em São Luís já resultou em mais de 10 mortes, de quinta (24) para sexta-feira (25). O governador referiu-se a uma notícia sobre um suposto assassinato na Praça Deodoro, que depois foi descoberto tratar-se de um acidente.

“Peço que não divulguem fake news sobre casos de violência. Não houve homicídio na praça Deodoro. Existe gente pegando fotos e vídeos antigos e de outros estados. A sociedade perde com isso, não é o governo que perde. A polícia está nas ruas e fazendo o seu trabalho”, escreveu o governador em sua página no Facebook.

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, informou que a Polícia Militar e a Polícia Civil lançaram, nesta sexta-feira (25), um conjunto de operações de combate, controle e prevenção da criminalidade na Região Metropolitana de São Luís, com policiais em diversos bairros, fazendo abordagens a pessoas, veículos e estabelecimentos comerciais.

As operações têm foco na contenção de crimes como homicídios, tráfico de drogas e assaltos a pessoas e veículos.

Jefferson Portela garante empenho das Polícias contra atos de violência na capital

O secretário de Estado da Segurança, Jefferson Portela, concedeu entrevista ao programa Ponto e Vírgula, da rádio Difusora, onde garantiu que as Polícias do Maranhão trabalharão até o amanhecer para impedir atos de violência em São Luís.

O secretário garantiu que mais viaturas e policiais estarão nas ruas da capital para debelar a guerra entre facções, que fez vários mortos na noite de ontem (25).

Governo, Defensoria Pública e Equatorial firmam termo de cooperação para ampliar tarifa social no Maranhão

Representantes da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), da Defensoria Pública e da Equatorial Energia, formalizaram um Termo de Cooperação que visa a implementação de medidas que possibilitem a ampliação do programa Tarifa Social à população que tem direito ao benefício no Maranhão. O principal objetivo da parceria é identificar, no ato da matrícula de estudantes nas escolas ligadas à rede pública estadual, famílias com perfil socioeconômico que tenham direito a ingressar no programa e obter desconto de até 65% no valor da tarifa de energia elétrica.

Entre outras ações, a parceria possibilitará, ainda, o desenvolvimento de ações conjuntas de disseminação de informações para estudantes, pais e professores acerca dos benefícios. O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou o importante papel da Defensoria Pública do Estado, com ações que buscam ampliar o acesso da população aos seus direitos.

O presidente da Equatorial Maranhão, Augusto Dantas, explica que atualmente o Maranhão tem cerca de 870 mil famílias cadastradas na tarifa social, e a estimativa é inserir, por meio da parceria, mais 300 mil, levando informação correta sobre o benefício por meio das escolas.

Mais uma suplente assume mandato na Assembleia Legislativa

Durante a sessão desta quarta-feira (23), a ex-prefeita e suplente de deputada estadual Maria Ducilene Pontes, “Belezinha” (PL), tomou posse na Assembleia Legislativa em substituição à titular da vaga, deputada Detinha (PL), que saiu de licença.

Em seu pronunciamento, Belezinha disse que pretende pautar a sua conduta parlamentar em ações e posições que estejam em sintonia com a confiança depositada pelo povo. Afirmou ainda que espera somar com os demais parlamentares para, juntos, construírem um Maranhão melhor.

O presidente Othelino Neto saudou a deputada recém-empossada ressaltando que a Casa a recebia com o mesmo respeito dispensado a todos os parlamentares. “Que o mandato que a senhora passa a exercer a partir de hoje sirva para o povo do Maranhão, em especial à região do Baixo Parnaíba e à cidade de Chapadinha, onde construiu sua história na política maranhense”, disse.

Bolsonaro virá ao Maranhão no próximo mês

Nesta quarta-feira (23), o senador Roberto Rocha (PSDB) anunciou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estará visitando Imperatriz. O anúncio faz parte de uma estratégia para tentar ajudar o ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB) na disputa pela prefeitura da segunda maior cidade do Maranhão.

Em 2018, em Imperatriz, Bolsonaro obteve 48% dos votos no primeiro turno e no segundo turno 55%, mostrando uma ampla preferência do eleitorado.

Assembleia aprova PL que proíbe a comercialização de cigarros eletrônicos no MA

Na sessão plenária desta terça-feira (22), a Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei  656/2019, de autoria do deputado Dr. Yglésio (PROS), que prevê a proibição da comercialização de cigarros eletrônicos no Maranhão, também conhecidos como e-cigarretes, e-ciggy, e-cigar e demais dispositivos utilizados em substituição ao fumo tradicional.

O PL é um reforço a uma decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), emitida em 2009, que proibiu a comercialização e, consequentemente, a utilização desses produtos no Brasil. No entanto, essa proibição ficava a cargo de cada um dos estados.

Segundo o deputado, não se trata apenas de proibir, mas de evitar que as pessoas sofram com doenças respiratórias no futuro.

A medida que ainda aguarda sanção do Governo do Estado, evidencia os perigos do uso de cigarros eletrônicos, como doenças cardiovasculares e respiratórias no geral, enfisema pulmonar (perda da elasticidade do pulmão), dermatite e câncer, muito comum entre os fumantes.

Maranhão ocupa 4ª melhor posição em ranking nacional de segurança

A Segurança Pública do Maranhão tem reduzido anualmente os crimes desde 2015, quando foi colocada em prática uma nova estratégia no Estado. Esses avanços têm sido reconhecidos no Brasil, a exemplo do recém-divulgado Ranking de Competitividade dos Estados, feito pelo Centro de Liderança Pública (CLP).

Em 2018, o Maranhão ocupava a décima posição. Em 2019, subiu para oitavo. E na edição de 2020, subiu mais quatro degraus, chegando ao quarto lugar entre os 26 Estados e o Distrito Federal.

O Maranhão vem colhendo bons resultados desde 2015 no combate ao crime. O mais recente Atlas da Violência mostra, por exemplo, que os homicídios continuam caindo no Maranhão. Desta vez, a queda foi de 9,5% entre 2017 e 2018. O Atlas é elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De 2015 para cá, a taxa vem caindo anualmente, chegando a 28,2 por 100 mil habitantes em 2018. Os números de 2019 não estão prontos ainda e serão divulgados no ano que vem.

Outros números confirmam a queda da criminalidade. Os homicídios na Grande São Luís caíram 72% em 2019 na comparação com 2014. São 1.930 vidas salvas na Grande Ilha neste período. Na comparação entre o primeiro semestre de 2014 e o de 2020, a queda é de 66%.

São Luís é a capital brasileira que mais reduziu homicídios desde 2014. A capital também deixou em 2017 a lista das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo estudo da organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz.