Navio vai auxiliar na limpeza de óleo no Delta do Parnaíba, entre Maranhão e Piauí

Considerada um santuário ecológico, a região abriga várias comunidades de pescadores e catadores de caranguejo

Um navio-patrulha da Marinha se juntou hoje (18) às equipes que buscam identificar e recolher parte do óleo que atingiu a região do Delta do Parnaíba, entre os estados do Maranhão e do Piauí.

Considerada um santuário ecológico, a região abriga várias comunidades de pescadores, catadores de caranguejo, coletores de ostras e mariscos e artesãos que vivem do turismo e da coleta de peixes e frutos do mar.

Segundo a Marinha, o navio-patrulha Guanabara tem capacidade para transportar até 29 tripulantes. Equipada com uma lancha de casco semirrígido com capacidade para 10 homens e um bote inflável para seis homens usados para salvamentos e abordagens, a embarcação conta também com um guindaste eletro-hidráulico com capacidade para 620kg.

PCdoB pretende eleger 60 prefeitos em 2020

O partido projeta grandes conquistas eleitorais no ano que vem, repetindo a performance muito boa que o partido teve em 2016. Foto: Fellipe Neiva

Com a aproximação das eleições de 2020 onde serão escolhidos prefeitos e vereadores em todo o estado, o deputado federal, Marcio Jerry,  líder do PC do B, na bancada da Congresso Nacional, revelou, em entrevista a O Imparcial, de que forma o partido já começou a se articular para as eleições de 2020.

Durante a entrevista, o parlamentar afirmou que o partido pretende eleger 50 a 60 prefeitos; que o partido sairá com candidatura própria em São Luís e possivelmente em Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar que integram a Grande Ilha, além de projetar um cenário para as eleições de 2022 que o governador Flávio Dino pode seguir.

Perguntado de que forma o partido vem trabalhando para as eleições de 2020, Márcio Jerry fala que o PCdoB realizou conferências municipais para atualizar as diretrizes do partido para as eleições de 2020 em cada um dos municípios do Maranhão, renovar as direções partidárias, além de eleger delegados que participarão da conferência estadual que ocorrerá nos dias 22 e 23 de novembro aqui em São Luís. Fizemos 150 conferências municipais, temos cerca de 40 comitês que não fizeram conferências, mas que estarão presentes na conferência estadual. O partido projeta grandes conquistas eleitorais no ano que vem, repetindo a performance muito boa que o partido teve em 2016.

Sobre qual a pretensão do partido sobre o número de prefeituras, o presidente estadual da legenda afirmou que acredita que ficará “entre o patamar de 2016 [que foram 46 prefeituras], e um patamar um pouco superior. A conta mais previsível é que a gente tenha ai em torno de 50 a 60 prefeitos eleitos pelo partido no ano que vem”, afirmou Jerry.

“Em São Luís temos dois pré-candidatos a prefeito, o deputado federal Rubens Pereira Jr, atual secretário de Estado de Cidades e o deputado estadual Duarte Jr que são excelentes nomes e preenchem os requisitos partidários. Nós vamos no tempo certo definir qual dos dois vai ser escalado pelo partido para ser o nosso candidato a prefeito. O certo, é que o PC do B terá sim candidato a prefeito em nossa capital São Luís. Nós lançamos Flávio Dino em 2008 a prefeito de São Luís, fomos ao 2º turno. Em 2012 apoiamos Edivaldo Holanda Jr e vencemos com ele. Em 2016, nós apoiamos novamente Edivaldo Holanda Jr, indicando o vice-prefeito, o professor Júlio Pinheiro. O partido vem em uma crescente aqui em São Luís, ampliando nossos espaços, e é chegada a hora da gente apresentar um nome próprio do partido para a disputa da Prefeitura de São Luís. E vamos aprofundar as discussões agora em novembro e dezembro para ver se em janeiro a gente já tem a definição desse nome”, pontuou o parlamentar.

Segunda fase de vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira (18)

O sarampo é uma doença grave que pode deixar sequelas ou causar o óbito

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo inicia, nesta segunda-feira (18), para pessoas com idade entre 20 e 29 anos. Nesta etapa, a imunização será realizada no período de 18 a 30 de novembro. O Maranhão recebeu cerca de 430 mil doses de vacinas. Mais 95 mil doses extras devem ser liberadas para o estado reforçar a vacinação nos 217 municípios maranhenses.

O “Dia D” de mobilização nacional será dia 30. Segundo a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Léa Costa, o ideal é que o público desta idade procure o posto de vacinação para fazer a avaliação do cartão vacinal. “Estamos incentivando o público alvo da campanha que busque o posto de vacinação, ainda mais se tiver dúvidas se tomou ou não as doses corretamente, se precisa fazer reforço”, contou.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio das Unidade Regionais de Saúde (URS), abasteceu os municípios com a vacina para a segunda etapa da campanha. Além disso, a rede estadual promoveu capacitação para as equipes municipais que atuam na área de imunização, com foco também no registro de dados das doses aplicadas.

A primeira etapa da vacinação ocorreu entre 7 e 25 de outubro, com foco nas crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade. O chamado “Dia D” foi em 19 de outubro. Na ocasião, o Ministério da Saúde fez um levantamento da situação vacinal de 6,5 milhões de crianças para análise. O documento subsidiará os gestores na elaboração de estratégias para assegurar o esquema vacinal completo das crianças. Segundo dados parciais do Ministério da Saúde, o Maranhão registrou 82,45% de cobertura na primeira etapa da vacinação.

O sarampo é uma doença prevenível por vacinação. É uma doença grave que pode deixar sequelas ou causar o óbito. As crianças são mais suscetíveis às complicações da doença.  Até o momento, o Maranhão registrou seis casos da doença no estado.

Com menos imposto, produção de grãos aumenta PIB do Maranhão

De acordo com o IBGE, o PIB do Maranhão cresceu 5,3% em 2017. Foi o segundo maior do Nordeste e o quarto maior do Brasil

Uma das razões pelas quais o Maranhão alcançou o quarto maior crescimento do PIB em 2017 no Brasil é a redução de tributos. Naquele ano, o governador Flávio Dino assinou decreto que diminuiu de 12% para 2% a alíquota do ICMS para produtores de soja, milho, milheto e sorgo, principais grãos produzidos no estado.

De acordo com o IBGE, o PIB do Maranhão cresceu 5,3% em 2017. Foi o segundo maior do Nordeste e o quarto maior do Brasil. E foi quatro vezes acima da média nacional, de 1,3%.

Ainda segundo o IBGE, o desempenho da Agropecuária foi determinante para o resultado, “inclusive apoio à agricultura e à pós-colheita, que em 2016 foi afetada por condições climáticas desfavoráveis”.

Tudo isso levou um aumento 77,1% no PIB da Agricultura maranhense em 2017. No Brasil todo, essa alta foi de 19,4%.

“Tivemos um vetor muito importante, que foi o crescimento do setor da agricultura maranhense. Nos alegramos de ver o resultado de ações nossas, como o programa Mais Produção, que incentiva quem produz, e também medidas tributárias, incluindo desoneração no setor de grãos”, afirmou o governador Flávio Dino.

Operação da Polícia Civil prende mais de dez pessoas e cumpre 16 mandados de busca e apreensão

Os detidos são apontados por diversos crimes, entre estes, tentativa de latrocínio, tortura, estupro de vulnerável e tráfico de drogas

Um total de 13 suspeitos presos e 16 mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (14). O resultado é fruto de investigações da Operação Malta, executada por equipes policiais no município de Carolina. A investigação mobilizou 35 policiais. Os detidos são apontados por diversos crimes, entre estes, tentativa de latrocínio, tortura, estupro de vulnerável e tráfico de drogas.

As prisões e apreensões foram conduzidas durante a manhã, dando cumprimento a 10 mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão. Do total de pessoas detidas, três foram autuadas em flagrante. No conjunto de crimes atribuídos aos investigados está tentativa de latrocínio, tortura, estupro de vulnerável, tráfico de drogas, roubo, porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado e receptação.

“Mobilizamos uma grande equipe para esta investigação, com a finalidade de identificar e prender estes suspeitos, que já vinham sendo monitorados. Consideramos que o trabalho teve seu êxito, tanto pelo volume de prisões, como também, pela retirada destas pessoas do movimento criminoso, o que irá refletir na retração de várias criminalidades”, pontuou o titular da Delegacia de Carolina, delegado Henrique Hiroyuki Tanaka Gonçalves, que conduziu a operação.

Com a operação a polícia recuperou três motocicletas, dois aparelhos celulares; apreendeu uma quantidade de drogas como maconha; mais de 250 munições de arma de fogo e uma arma tipo espingarda. O trabalho teve apoio de mais de 35 agentes policiais das delegacias regionais de Balsas, Imperatriz; do Grupo de Pronto Emprego (GPE) de Imperatriz; da Delegacia de Polícia Civil de Estreito; Esquadrão Águia e ASI da Polícia Militar de Carolina.

IBGE mostra Maranhão como 4º maior crescimento do PIB em 2017

O desempenho da economia maranhense também ficou bem acima da média nacional, que cresceu 1,3%.

O Maranhão teve o quarto maior aumento do PIB entre todos os Estados brasileiros em 2017, de acordo com informações divulgadas na manhã desta quinta-feira (14) pelo IBGE. A alta foi de 5,3%.

O PIB (Produto Interno Bruto) é a soma de riquezas de um país, Estado ou cidade. Ou seja, quanto maior, melhor a economia.

À frente do Maranhão, só ficaram Rondônia (5,4%), Piauí (7,7%) e Mato Grosso (12,1%). No Nordeste, o Maranhão teve a segunda maior alta do PIB em 2017.

O IBGE ainda não calculou os dados de 2018. Os PIBs estaduais são divulgados sempre dois anos depois, devido à complexidade da tabulação.

O desempenho da economia maranhense também ficou bem acima da média nacional, que cresceu 1,3%.

O principal setor que puxou para cima o PIB maranhense foi o agronegócio. Boa parte da produção de grãos é transportada pelo Porto do Itaqui, que também teve forte contribuição para o resultado.

PCdoB-MA convoca Conferência Estadual para os dias 22 e 23 de novembro

Os encontros serão realizados no Auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Estado, em São Luís

Após realizar conferências municipais por todo o estado do Maranhão, o PCdoB prepara agora sua grande Conferência Estadual. O ato de abertura está marcado para o dia 22 de novembro, às 18h, e a plenária para o dia 23, às 8h. Os encontros serão realizados no Auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Estado, em São Luís.

Presidente estadual do partido, o deputado federal Márcio Jerry está confiante que o PCdoB vai seguir como protagonista na política maranhense. “Após o processo de mobilização intenso, forte, belo, vivo em todo o Maranhão, vamos para o evento que vai aprovar as diretrizes do partido para os próximos dois anos e renovar a direção partidária”, disse.

Na ordem do dia da Conferência estão: 1) discussão sobre o Projeto de Resolução Política e de Construção Partidária elaborado e aprovado pelo Comitê Central; 2) Discussão e Deliberação sobre o Projeto de Resolução e de Construção Partidária elaborado e aprovado pelo Comitê Estadual; 3) Aprovação do pré-projeto eleitoral para 2020; 4) Balanço do trabalho de direção do Comitê Estadual; 5) Eleição dos novos e das novas integrantes do Comitê Estadual.

MDB e PSDB do Maranhão parados no tempo e sem perspectivas de renovação

Aqui no Maranhão, o mau momento das duas legendas é visto pelas últimas derrotas

O MDB e o PSDB são dois partidos que, tanto em nível nacional, quanto estadual, estão bem longe de mostrar uma renovação. Ambos os partidos vêm, nos últimos anos, sendo dirigidos por figuras já bem conhecidas da política.

A parada no tempo foi refletida na redução drástica das duas legendas na Câmara dos Deputados, que reflete diretamente na redução do tempo de TV. A bancada do MDB foi reduzida de 66 deputados federais para 34. Já o PSDB reduziu de 54 para 29 deputados federais.

Aqui no Maranhão, o mau momento das duas legendas é visto pelas últimas derrotas. Tanto o MDB, quanto o PSDB, sofreram derrotas em 2018 na disputa pelo Governo do Estado, além de diminuírem consideravelmente o número de prefeitos e de representantes no legislativo estadual e nos municipais.

Ambos os partidos precisam enxergar que nem a ex-governadora Roseana Sarney, muito menos o senador Roberto Rocha, refletem a renovação que as legendas necessitam. Caso contrário e na continuação desse pensamento, a desidratação das legendas vai continuar ainda mais.

Lima Campos é destaque em gestão fiscal no Maranhão

De acordo com o levantamento, três em cada quatro municípios brasileiros apresentam gestão fiscal em dificuldades ou crítica

Lima Campos é o município do Maranhão com melhor posição no ranking estadual do Índice Firjan de Gestão Fiscal,  IFGF, lançado na semana passada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, Firjan. No ranking nacional, a cidade ocupa a 661ª posição com índice de 0,7004, tomando como base o ano de 2018.

O IFGF avaliou as contas de 5. 337 municípios do país. O índice é composto por quatro indicadores: IFGF Autonomia, IFGF Gastos com pessoal, IFGF Liquidez e IFGF Investimentos. Os dados oficiais são fornecidos pelas próprias prefeituras.

De acordo com o levantamento, três em cada quatro municípios brasileiros apresentam gestão fiscal em dificuldades ou crítica. 

Segundo a Firjan, no ranking das dez melhores gestões fiscais no estado estão os municípios de Lima Campos, São Bernardo, São José de Ribamar, Santo Antonio dos Lopes, Estreito, Igarapé do Meio, Zé Doca, Guimarães, Turiaçu e Presidente Sarney.