Clodoaldo assume Comunicação da Famem; Leandro Miranda segue para novo trabalho em Brasília

O jornalista Clodoaldo Corrêa assumiu a Comunicação da Famem
Leandro Miranda segue para novo trabalho em Brasília. Será correspondente do Ponto e Vírgula, na capital federal, e continuará editando o Blog Marrapá, um dos mais acessados do Maranhão

O jornalista Clodoaldo Corrêa assumiu o comando da Comunicação da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) nesta sexta-feira (26). O presidente da entidade, Erlanio Xavier, nomeou o novo assessor que substitui o também jornalista Leandro Miranda, agora ex-coordenador da pasta, que segue para nova experiência profissional em Brasília.

Leandro Miranda, que se destacou com êxito na gestão da Comunicação da Famem, desempenhará novas funções, entre elas a de correspondente do programa Ponto e Vírgula, da rádio Difusora FM, em Brasília, e continuará também editando o Blog Marrapá, um dos mais lidos da blogosfera maranhense, direto da capital brasileira e com equipe em São Luís. O jornalista estará, diariamente, no já consagrado PV, por meio do aplicativo Zoom, com as novidades dos bastidores políticos.

Empossado na Assessoria da Famem, Clodoaldo Correa agradeceu a confiança e disse que manterá o trabalho que estava sendo feito pelo antecessor. “Eu estou confiante que vamos manter a boa gestão de Comunicação que vinha sendo feita na Famem desde que o presidente Erlanio assumiu. O trabalho do Leandro Miranda deu uma grande notoriedade à Famem e iremos dar continuidade a esse excelente serviço”, disse.

Clodoaldo Corrêa é formado em Comunicação Social pela Universidade Federação do Maranhão e trabalhou como repórter e editor do jornal O Imparcial, correspondente no Maranhão dos jornais O Estadão, assessor parlamentar na Assembleia Legislativa do Maranhão e atualmente comanda o programa Ponto Continuando na rádio Mais FM ao lado do radialista Rogério Silva.

Com informações do Blog Marrapá

Radialista Juarez Sousa morre vítima de Covid-19

Juarez Souza estava internado e teve complicações provocadas pela COVID

Nesta sexta-feira (26), a comunicação maranhense sofreu uma grande perda. Morreu, em São Luís, o radialista Juarez Sousa, vítima de complicações da COVID-19.

Juarez passou por várias emissoras de rádio. A última em que trabalhou foi a rádio Educadora, onde apresentou o programa Tambores da Ilha, juntamente com o jornalista Joel Jacinto.

Além de radialista, Juarez Sousa foi cronista esportivo e cantor, chegando a gravar CDs de toadas de boi e em ritmo de bolero.

Várias autoridades lamentaram a perda do jornalista. A Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão também manifestou, em nota, profundo pesar pelo falecimento do radialista.

“Prestamos condolências aos familiares, amigos e colegas de profissão de Juarez, desejando-lhes força para superar este momento de profunda tristeza”, diz a nota da Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa. 

Covid-19: Flávio Dino revela que novas medidas restritivas serão adotadas no Estado

Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (26), o governador Flávio Dino (PCdoB) descartou a possibilidade de aderir ao lockdown no Maranhão, mas informou que estuda divulgar algumas medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 no estado, se for o caso.

Para o governador, o Maranhão ainda não tem uma situação de colapso ou explosão de casos, mas o atual momento inspira cuidados.

Até o momento, já foram recebidas 386 mil doses de vacinas no Maranhão. Destas, 250 mil já foram distribuídas pelos municípios e 188 mil doses aplicadas.

Dino também esclareceu que cirurgias eletivas estão sendo suspensas em alguns hospitais da rede estadual, sobretudo os mais sobrecarregados com coronavírus, e novos leitos vão ser abertos para tentar conter a crise e a superlotação de hospitais de São Luís e Imperatriz.

Novas doses da CoronaVac chegam ao Maranhão

Nesta quinta-feira (25), o Governo do Maranhão recebeu 29.600 doses da vacina CoronaVac. Este é o quarto lote do imunizante enviado ao estado e terá como público-alvo 24% das pessoas com 80 a 84 anos. O novo lote possibilitará a realização do ciclo completo de imunização em mais 14 mil pessoas nos 217 municípios maranhenses.

Conforme a orientação do Ministério da Saúde, será distribuída apenas a 1ª dose da vacina CoronaVac; a segunda será retida. Quando chegar a data da segunda dose, uma nova remessa de vacina será enviada aos municípios para que seja garantido que aqueles que receberam a primeira dose, recebam também a segunda.

O estado já havia recebido 49.500 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca na última quarta-feira (24). Elas começaram a ser distribuídas no mesmo dia. Nesta sexta-feira (26), será dada continuidade à distribuição dos imunizantes, incluindo novas doses da CoronaVac.

Segundo a Secretaria da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, o Governo do Estado continuará executando a mesma logística de distribuição, utilizando transporte aéreo para os lugares mais distantes e terrestre para os municípios próximos da Região Metropolitana.

PEC da impunidade: cinco deputados maranhenses votaram contra e 13 a favor

Nesta quarta-feira (24), foi aprovado na Câmara Federal o projeto de lei que dificulta a prisão de parlamentares. Ao todo, 304 deputados votaram a favor da admissibilidade e 154 parlamentares se manifestaram contra. Houve abstinência de 2 deputados e 9 obstruíram a votação.

Cinco dos 18 deputados federais do Maranhão votaram contra a admissibilidade da PEC da Impunidade, dentre eles Bira do Pindaré (PSB), Gastão Vieira (Pros), Josivaldo JP (Podemos), Marreca Filho (Patriotas) e Zé Carlos (PT). Foram favoráveis ao projeto os deputados Aluisio Mendes (PSC), André Fufuca (PP), Cleber Verde (Republicanos), Dr. Gonçalo, Edilázio Júnior (PSD), Gil Cutrim (PDT), Hildo Rocha (MDB), João Marcelo (MDB), Josimar de Maranhãozinho (PL), Junior Lourenço (PL), Juscelino Filho (DEM), Pastor Gil (PL) e Pedro Lucas Fernandes.

A proposta prevê novas regras para a imunidade parlamentar e para a prisão de deputados e senadores. A PEC diz respeito ao artigo 53 da Constituição Federal, referente às regras sobre excessos “por opiniões, voz e votos”, e aponta que somente os conselhos de ética do Congresso têm o direito de responsabilizar os parlamentares pelos atos cometidos.

O documento foi apresentando após a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que está há nove dias na cadeia, após xingar ministros do STF e fazer apologia do Ato Institucional n.º 5 (AI-5).

Bolsonaro anuncia novo auxílio emergencial de R$250 a partir de março

Durante live nas redes sociais nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o valor do novo auxílio emergencial será de R$ 250. O presidente informou ainda que o benefício deve começar a ser pago em março, no período total de quatro meses.

O novo auxílio emergencial deve substituir o auxílio pago ao longo do ano passado como forma de conter os efeitos da pandemia de covid-19 sobre a população mais pobre e os trabalhadores informais. Para Bolsonaro, a expectativa é que os quatros meses complementares de auxílio façam a “economia pegar de vez”.

A renovação do benefício ainda precisa ser proposta pelo governo ao Congresso Nacional e, em seguida, aprovada pelos parlamentares.O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), confirmou que a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, formulada para destravar o auxílio emergencial, foi adiada para a próxima quarta-feira (3).

Ministério Público expede recomendações a bares e restaurantes contra Covid-19

A titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, se reuniu com representantes de órgãos de fiscalização municipal. Realizado no auditório do prédio das Promotorias de Justiça da Capital, o encontro teve como objetivo articular operações de fiscalização de medidas contra a Covid-19

Também participaram da reunião o secretário de Segurança com Cidadania de São Luís, Marcos Affonso; representantes da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Blitz Urbana.

Segundo a promotora, nove Recomendações foram expedidas a vários segmentos, com destaque para o transporte público, academias, bares, restaurantes e casas de shows.

O artigo 268 do Código Penal versa sobre “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa” e a pena pode ser detenção de um mês a um ano e multa.

Reeleição de Othelino foi legal, decide ministro Alexandre de Moraes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu que a reeleição do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), foi legal, em resposta a uma ação movida pela direção nacional do PROS (Partido Republicano da Ordem Social), no início desta semana, que contestou o pleito.

A decisão foi proferida nesta quinta-feira (25) pelo ministro Alexandre de Moraes, encerrando o assunto que foi provocado por setores políticos que visam interesses nas eleições de 2022 e miram, no presidente da Assembleia, um alvo pelo nível de seu exitoso desempenho à frente do Legislativo e por seu perfil de articulador.

No Maranhão, a Assembleia Legislativa segue presidida pelo deputado Othelino Neto, ao lado dos integrantes da atual Mesa Diretora.

Mais de 251mil famílias maranhenses serão inclusas no programa Tarifa Social

Com a implantação da Tarifa Social de Energia no Maranhão, promovido pela Equatorial, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDES) e a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), mais de 928.000 famílias maranhenses tiveram benefícios econômicos. Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o Maranhão é o segundo melhor estado no Brasil em desempenho no Tarifa Social de Energia, com 79% de aderência.

Com o objetivo de ampliar o benefício, a Equatorial, SEDES e Famem realizaram nesta quinta-feira (25) a solenidade virtual de assinatura do Termo de Cooperação para a segunda etapa da campanha Tarifa Social de Energia e o reconhecimento dos municípios que se destacaram na primeira etapa.

Para o secretário executivo da Federação, Marcelo Freitas, que representou o presidente Erlanio Xavier, a parceria entre as instituições possibilitou a injeção de 321 milhões de recursos em meio à crise financeira e social, em virtude da pandemia. O governador Flávio Dino participou da solenidade de forma virtual e acentuou que o trabalho foi positivo, beneficiando centenas de famílias maranhenses.

O presidente da Equatorial, Augusto Dantas, ressaltou a importância da ampliação do programa para levar os benefícios para mais 251 mil famílias e esclareceu que para se inscrever no programa, é preciso ter o NIS, o número de inscrição social, ligar para o telefone 216 ou falar com a Clara pelo WhatsApp e fazer o seu pedido de registro. Augusto avisou ainda que para saber se a pessoa tem o NIS ou se ele ainda está ativo, basta ligar para a Central de relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003.

O cadastro precisa ser atualizado a cada dois anos junto ao CRAS ou à Prefeitura, pois a não atualização do cadastro leva a perda do benefício.De acordo com dados do Tarifa Social, no ano de 2020 mais de 157 mil famílias tiveram desconto na conta, um crescimento de 20% em relação a 2019. Esse número equivale em R$ 321 milhões injetados na economia do Maranhão.