Dilma afirma que Lula não quer ser candidato e cita Haddad e Flávio Dino como alternativas

Em relação a 2022, Dilma afirma que ainda é cedo para traçar rumos, mas aponta um fator que pode ser decisivo: Lula não deseja entrar na disputa.

Em entrevista a El País Brasil, a presidenta Dilma Rousseff analisou, entre outros assuntos, o cenário eleitoral, que ela considera volátil. Em relação a 2022, ela afirma que ainda é cedo para traçar rumos, mas aponta um fator que pode ser decisivo: Lula não deseja entrar na disputa.

“Lula disse que não quer ser mais candidato, certo? Então, eu não posso falar outra coisa. Eu acho que Lula continua sendo, mesmo não querendo ser candidato, ele continua sendo a liderança mais expressiva no campo popular. Agora, ele disse que não quer ser”, afirmou Dilma.

Diante disso, o que fazer?

“Pode ser uma pessoa do campo. O Lula já falou em [ex-prefeito Fernando] Haddad. O Lula já falou no [governador do Maranhão ] Flávio Dino [PCdoB]… O que não é possível é eu achar que uma pessoa fora de um determinado campo, que tem pelo menos a maioria do campo de oposição vai abrir mão pra quem tem 10%. Esse era o problema, a questão [ em 2018]. A troco [de quê ]? A Cristina Kirchner, na Argentina, abriu mão [da cabeça de chapa da eleição presidencial argentina] para o Alberto Fernandez, que foi o principal assessor de Néstor Kichner”, completou.

PT deve decidir seu destino em São Luís no próximo sábado (20)

Dentro da legenda, os nomes do deputado estadual, Zé Inácio; do vereador de São Luís, Honorato Fernandes, e da ativista Crisciele Muniz já foram colocados.

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores vai decidir, no próximo sábado (20), qual será seu caminho nas eleições de São Luís. Uma candidatura própria e apoio a nomes do PCdoB, PSB e Republicanos serão discutidos.

Dentro da legenda, os nomes do deputado estadual, Zé Inácio; do vereador de São Luís, Honorato Fernandes, e da ativista Crisciele Muniz já foram colocados.

Dos três, o nome de Zé Inácio é o mais viável e com maior possibilidade de aglutinar apoiadores dentro e fora do PT.

Caso a candidatura própria não seja consenso, o PT tem três opções para se coligar nas eleições municipais da capital.

A primeira seria uma coligação com o pré-candidato do PCdoB, o deputado federal licenciado e ex-secretário de Estado das Cidades, Rubens Júnior; a segunda, com o pré-candidato do PSB, o deputado federal Bira do Pindaré, e a terceira opção seria uma coligação com o pré-candidato do Republicanos, o deputado estadual Duarte Júnior, segundo colocado nas pesquisas eleitorais.

Lideranças do PT e movimentos de esquerda lançam manifesto em apoio à pré-candidatura de Zé Inácio a prefeito de São Luís

As lideranças políticas afirmam ainda que o melhor nome para representar o PT na disputa para a prefeitura de São Luís é o do Deputado Estadual Zé Inácio.

No Maranhão, lideranças do PT lançaram manifesto defendendo candidatura própria do Partido para prefeito de São Luís. No documento, dirigentes municipais e estaduais, membros da executiva do Partido, representantes dos movimentos sociais e sindical e demais lideranças políticas afirmam que o melhor caminho para o Partido dos Trabalhadores é ter um nome do próprio PT para disputar a prefeitura da capital maranhense.

“É nesse contexto que o PT, em São Luís, deve ter candidatura própria, que represente o legado do Partido e o modo petista de governar, com participação popular, democracia e competência, apresentando-se como alternativa viável para os ludovicenses que sonham com uma cidade mais justa e melhor, com emprego, renda e oportunidades”, diz o manifesto.

As lideranças políticas afirmam ainda que o melhor nome para representar o PT na disputa para a prefeitura de São Luís é o do Deputado Estadual Zé Inácio.

“Apresentamos o nome do companheiro Zé Inácio, Deputado Estadual, como pré-candidato a Prefeito de São Luís, para representar o PT nestas eleições, parlamentar atuante e comprometido com as lutas do Partido dos Trabalhadores, que tem ampla relação com os movimentos sociais e faz um mandato participativo na Assembleia Legislativa do Maranhão, voltado para a classe trabalhadora, para a juventude, mulheres, negros e negras, pessoas que sonham e lutam incansavelmente por um projeto democrático e popular de desenvolvimento da nossa capital, com justiça social e oportunidade para todos e todas”, afirmam.

O Deputado Zé Inácio também destacou o lançamento do manifesto e a importância da candidatura própria do PT em São Luís:

“Sou pré-candidato do Lula e da militância de esquerda e democrática de São Luís, ele tem defendido que o PT tenha candidato nas capitais, sobretudo do Nordeste, e nas principais cidades do país. É o Lula que vai definir sobre a nossa candidatura, pois é ele quem tem estimulado candidaturas próprias do PT, como a nossa, em todo o Brasil”, diz o parlamentar e dirigente nacional do PT, Zé Inácio.

O PT, em São Luís, está em processo de definição de tática eleitoral, e o Diretório Nacional do Partido já publicou uma Resolução definindo o lançamento de candidatura própria em todas as capitais dos Estados da região Nordeste, o que inclui também a cidade de São Luís, uma estratégia que pretende fortalecer politicamente o Partido de Lula para as eleições presidenciais de 2022.

Nova direção do PT maranhense é alinhada a Flávio Dino

O PT estadual será presidido Augusto Lobato e Francimar Melo, com período de dois anos, cada.

Em reunião realizada com a executiva nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), na quinta-feira (12), lideranças da sigla no Maranhão finalmente definiram a composição da direção estadual e municipal do partido.

De acordo com a definição alinhada junto à presidente nacional do partido, a deputada federal Gleisi Hoffmann, o PT estadual será presidido Augusto Lobato e Francimar Melo, com período de dois anos, cada.

Já o diretório municipal do PT em São Luís terá à frente o vereador Honorato Fernandes reconduzido ao cargo.

Tanto Lobato quanto Honorato são próximos ao governador Flávio Dino. Lobato inclusive é assessor especial do Governo do Estado. Com a confirmação de seus nomes, a tendência é que o partido decida, até junho, apoiar um candidato de preferência do governador, nesse caso, terá a preferência o deputado federal e secretário de cidades, Rubens Pereira Jr.

Até porque PT e PcdoB caminham para rearticular a aliança nacional histórica entre as siglas, desta vez, no entanto com debate mais amplo sobre qual das duas siglas encabeçará a cabeça de chapa em 2022.

Zé Inácio oficializa pré-candidatura a prefeito de São Luís pelo PT

Zé Inácio oficializou a sua pré-candidatura a Prefeito de São Luís pelo Partido dos Trabalhadores.

Na noite desta quinta-feira (05), o deputado estadual Zé Inácio participou da plenária ampliada dos filiados e pré-candidatos do PT de São Luís. Durante a plenária, Zé Inácio oficializou a sua pré-candidatura a Prefeito de São Luís pelo Partido dos Trabalhadores.

A maioria das forças internas do PT defende candidatura própria para a Prefeitura de São Luís, sobretudo, por entender que a eleição na capital ainda está indefinida, já que as pesquisas indicam que nenhum pré-candidato oficializado na disputa está confirmado no segundo turno do pleito.

Em seu discurso, Zé Inácio destacou a importância da unidade partidária e de o PT ser protagonista nas eleições, pois acredita que uma candidatura majoritária fortalece a chapa proporcional de vereadores na capital.

Zé Inácio ressaltou ainda que o partido tem chances reais de ir para o segundo turno, já que as pesquisas apontam que mais de 60% dos eleitores de São Luís veem influência do ex-presidente Lula na disputa pela Prefeitura da capital.

Assim como a direção nacional do partido, Zé Inácio acredita que o PT deve ter candidatura própria e disputar a prefeitura das capitais e grandes cidades do país, com o objetivo também de ampliar espaço de gestão e a bancada de vereadores petistas, já pensando nas eleições de 2022.

PT decide por pré-candidatura própria em São Luís

Um dos encaminhamentos da plenária foi de que seja elaborado um calendário para definir o nome do partido e para a formação da chapa proporcional de vereadores.

Em plenária realizada na noite de quinta-feira (05), filiados do Partido dos Trabalhadores discutiram o papel da legenda nas eleições municipais de São Luís.

A grande maioria das forças internas do partido deliberou pela candidatura própria do PT nas eleições da capital.

Durante o debate, colocaram-se como pré-candidatos o deputado estadual, Zé Inácio; o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana, Lawrence Melo, e a coordenadora do Projeto Travessia e membro da Executiva Nacional do PT, Criciele Muniz.

Um dos encaminhamentos da plenária foi de que seja elaborado um calendário para definir o nome do partido e para a formação da chapa proporcional de vereadores.

A decisão pela candidatura própria é pautada na orientação do Diretório Nacional de lançar candidatos para disputar prefeituras nas capitais e grandes cidades do país. Sendo também uma forma de fortalecer e ampliar a bancada de vereadores petistas.

O partido dos trabalhadores decide por lançar candidatura própria na capital ludovicense, no momento em que pesquisas apontam a influência do ex-presidente Lula, onde mais de 50% do eleitorado diz que votaria em um candidato indicado por ele.

Othelino Neto destaca importância do PT em homenagem aos 40 anos do Partido

O presidente da Alema parabenizou, ainda, o deputado Zé Inácio pela proposição da homenagem

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a história e a importância do Partido dos Trabalhadores (PT) para o Brasil, durante a sessão solene que homenageou, nesta quinta-feira (20), os 40 anos da legenda. A solenidade foi proposta pelo deputado Zé Inácio (PT), reunindo no Plenário Nagib Haickel, filiados, militantes, simpatizantes, políticos e personagens que marcaram a história do PT no Maranhão.

Em seu pronunciamento, Othelino Neto, que é filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), chamou a atenção para a pluralidade partidária na composição da mesa da solenidade, com representações de vários partidos diferentes, todos do campo progressista, mas que convergem naquilo que é essencial, como a defesa do trabalhador, dos movimentos sociais e da democracia no país, assim definido pelo parlamentar.

“Se em qualquer momento seria importante celebrar o aniversário do Partido dos Trabalhadores, nessa quadra histórica atual é fundamental que nós, do campo progressista, nos reunamos em momentos como esse para, ao festejar os 40 anos do PT, ratificarmos a nossa posição e a capacidade de dialogar”, ressaltou.

O presidente da Alema parabenizou, ainda, o deputado Zé Inácio pela proposição da homenagem, destacando a atuação do parlamentar na Casa ao levantar as bandeiras sociais e defender com veemência as causas do Partido dos Trabalhadores que, segundo Othelino, é, sem dúvidas, o maior partido de massa do Brasil.

“O PT se confunde, claro, com a história recente do Brasil, não somente com os governos vitoriosos do presidente Lula, mas desde as suas primeiras disputas para a Presidência da República, ainda que perdendo a eleição, mas liderando em um campo e delimitando um espaço que acabou culminando, posteriormente, com a sua eleição e, consequentemente, a sua reeleição, além das vitórias da ex-presidente Dilma Rousseff”, frisou o chefe do Legislativo maranhense.

Sessão solene na Alema celebra os 40 anos de fundação do PT

A sessão foi proposta pelo deputado Zé Inácio e presidida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão realizou, na tarde de quinta-feira (20), no Plenário Nagib Haickel, sessão solene em homenagem ao aniversário de 40 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), transcorrido no dia 10 de fevereiro. A sessão, proposta pelo deputado Zé Inácio e presidida pelo presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), reuniu filiados, militantes, simpatizantes, políticos e personagens que marcaram a história do PT no Maranhão.

A sessão contou com a presença do presidente estadual da legenda, Augusto Lobato; do deputado federal e presidente estadual do PCdoB, Marcio Jerry; do deputado estadual Rafael Leitoa, representando o PDT; do deputado federal Bira do Pindaré (PSB); do dirigente estadual do PSOL, Franklin Douglas, e do secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular e ex-presidente estadual do PT, Francisco Gonçalves.

Participaram ainda a ex-deputada federal Terezinha Fernandes; a ex-deputada estadual Francisca Primo; o ex-deputado estadual e ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes; o ex-presidente do Diretório Municipal do PT e ex-vereador, Kleber Gomes; a dirigente nacional do PT, Criciele Muniz; a integrante da Diretoria do MST, Alzenira Montelo, e o presidente da CUT, Manoel Lages.

O deputado Zé Inácio, após a exibição de um vídeo contando a história de fundação e luta do PT, foi à tribuna e proferiu discurso carregado de emoção, resgatando as lutas e conquistas do partido ao longo de quatro décadas de existência.

“Marcado por uma história de lutas e conquistas, o PT se orgulha de ter contribuído com os avanços do Brasil na política, na economia, na educação e, sobretudo, na defesa da democracia e inclusão social”, disse Zé Inácio.

Zé Inácio visita Maricá no Rio de Janeiro e conhece programas sociais

Durante as três gestões municipais do PT, o município tornou-se referência em qualidade de vida e políticas públicas

O deputado Zé Inácio esteve no último domingo (09) na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro, conhecendo de perto o modo petista de governar que revolucionou a cidade.

Durante as três gestões municipais do PT, o município tornou-se referência em qualidade de vida e políticas públicas para o povo, sendo o “Tarifa Zero” um dos principais programas de governo, com os seus populares ônibus vermelhinhos da Empresa Pública de Transportes (EPT), que se tornou referência por ser um modelo onde não há relação com eventuais concessionárias, havendo disponibilização de transporte coletivo com tarifa zero por toda extensão da cidade.

Outro programa de sucesso é o Banco Comunitário Popular, responsável pela Moeda Social Mumbuca, a primeira moeda social eletrônica do país. Diferente de outras moedas já existentes no Brasil, a “mumbuca” faz parte de uma política da prefeitura para complementação de renda de famílias carentes.

Atualmente o Cartão Mumbuca é aceito em 1300 estabelecimentos comerciais da cidade de Maricá e cada beneficiário recebe 130 reais em créditos. Uma iniciativa que estimula o comercio, além de, gerar mais empregos.

Estiveram presentes na ocasião o ex-prefeito de Maricá, Quaquá, a Deputada Zeidan (PT/RJ), Paula Ravanelli, pré-candidata a prefeita de Cubatão/SP pelo PT e Márcio Macedo, pré-candidato a prefeito de Aracaju/SE pelo PT.