MDB adia decisão sobre apoio em São Luís

A decisão sobre quem o partido vai apoiar na capital maranhense seria no dia 15 de agosto, mas a data foi alterada para depois do dia 25 do mês corrente.

O imbróglio envolvendo a decisão do MDB sobre o apoio na disputa de São Luís vai se estender por mais alguns dias. Segundo o vice-presidente da sigla, deputado Roberto Costa, a decisão sobre quem o partido vai apoiar na capital maranhense seria no dia 15 de agosto, mas a data foi alterada para depois do dia 25 do mês corrente.

Após se reunir com Roseana Sarney, o deputado informou que será feita uma nova pesquisa para a tomada de decisão e acrescentou que o melhor posicionado e com os ideais próximo ao partido será o escolhido.

O fato é que o apoio do MDB vem sendo disputado por vários pré-candidatos, dentre eles o juiz aposentado Carlos Madeira, que vem oferecendo a vaga de vice-prefeito para o partido, o que resultaria na dobradinha SD-MDB. O deputado estadual Dr Yglesio também está de olho no apoio da legenda, visto que o seu partido, o PROS, possui apenas  10 segundos de propaganda partidária.

O deputado Adriano Sarney não esconde seu desejo de também contar com o apoio do MDB, fato repercutido pelo deputado estadual César Pires, que defende ser uma “incoerência enorme os dois partidos separados na disputa municipal”.

Mesmo tendo preferência por Neto Evangelista, o MDB ainda teria que concorrer com o PSL, PDT e PTB para indicar o vice. Roberto Costa também conversou com o vice-governador Carlos Brandão, com o pré-candidato Rubens Júnior e ainda existe uma corrente interna do partido que defende uma possível aliança com Eduardo Braide.

Diante do cenário, praticamente todos os pré-candidatos ainda tem chances de receber o apoio do MDB, que oferece um tempo de propaganda partidária considerável, o suficiente para impulsionar qualquer um para o segundo turno ou até mesmo a vitória.

Roseana deve participar das eleições municipais de olho em 2022

A live entre Roseana Sarney e o deputado estadual Roberto Costa fez sucesso nas redes

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) deve participar, assiduamente, das eleições municipais em 2020.

A política vem realizando lives e debatendo assuntos sobre o pleito.

Sumida desde o resultado das eleições de 2018, quando perdeu para o governador Flávio Dino (PCdoB), Roseana afirma que está empolgada com o retorno dos internautas e o sucesso das transmissões nas redes sociais.

O plano da ex-governadora é está presente nas campanhas dos candidatos a prefeito do MDB no estado e já preparar um retorno em 2022, de olho na vaga do senado.

DataIlha mostra queda de Braide; Roseana e Duarte aparecem em seguida

A pesquisa foi realizada nos dias 29 a 31 de Janeiro 2020. 980 eleitores em 40 bairros foram ouvidos

Uma pesquisa do Instituto DataIlha divulgou, nesta quarta-feira (5), a intenção de votos para a Prefeitura de São Luís em 2020. A sondagem foi contratada pelo Blog do Clodoaldo Corrêa e registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-01492/2020.

O pré-candidato Eduardo Braide (Podemos) caiu nesta nova pesquisa, a menor porcentagem desde que os levantamentos para a disputa pela prefeitura da capital foram iniciados.

No cenário estimulado, onde são colocados os nomes dos pré-candidatos,
Eduardo Braide aparece com 38,8%, seguido da ex-governadora Roseana Sarney com 10,9%; Duarte Júnior com 7,6%; Wellington do Curso com 5,6%; Jeisael Marx tem 3,6%; Bira do Pindaré soma 2,9%; Neto Evangelista lacra 3,8% e Rubens Júnior com 2%. Os demais pré-candidatos estão com menos de 2%.

A pesquisa foi realizada nos dias 29 a 31 de Janeiro 2020. 980 eleitores em 40 bairros foram ouvidos. O intervalo de confiança é de 95 % e margem de erro é de 3,3% para mais ou para menos.

Roseana descarta candidatura em São Luís e foca em 2022

Roseana Sarney deve percorrer cidades maranhenses a partir de março de olho nas eleições de 2022

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) descartou a possibilidade de disputar a prefeitura de São Luís, em 2020. Segundo o blogueiro Gildásio Brito, que conversou com Roseana em seu prédio na Península da Ponta D’Areia, a ex-governadora vai percorrer cidades maranhenses a partir de março.

“Depois de março, começo a percorrer o Maranhão em apoio aos nossos pré-candidatos a prefeitos. Vamos lutar para eleger uma grande quantidade de prefeitos e vereadores, e lá estarei nos palanques”, disse Roseana.

O MDB trabalha para lançar pré-candidatos nas principais cidades do Maranhão. Roseana já se antecipa e com essa estratégia deseja voltar a disputar o Governo do Estado em 2022 ou uma vaga no Senado Federal.

Partidos do grupo Sarney seguem cada vez mais separados

Partidos do grupo Sarney como MDB, PV, PSD e PSC poderão seguir palanques opostos

Antes tido como um grande grupo político, tanto no volume de vitórias, votos e cargos, quanto no número de partidos políticos, o grupo Sarney passou por todo um processo de desidratação e a cada dia fica ainda mais separado.

Para as eleições de 2020 em São Luís, o grupo, possivelmente, não estará no mesmo palanque.

Pelo menos dois integrantes do grupo Sarney já são colocados como pré-candidatos, que são o deputado estadual Adriano Sarney (PV) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB). No caso de confirmação da candidatura de Roseana após a convenção, PV e MDB seguirão em lados opostos, já que o deputado Adriano afirma não desistir da pré-candidatura em nenhuma hipótese.

Na outra ponta, o PSD do deputado federal Edilázio Júnior e o PSC do também deputado federal Aluísio Mendes podem seguir palanques opostos. O PSD e o PSC já têm conversas avançadas com o pré-candidato Eduardo Braide (Podemos). O que mostra que em 2020 o grupo Sarney caminha para perder ainda mais o status de grupo.

MDB insiste em pré-candidatura de Roseana Sarney em São Luís

Governadora por quatro mandatos, Roseana Sarney disputaria a eleição pela prefeitura da capital pela primeira vez

Ao que tudo indica, o MDB deve insistir na pré-candidatura da ex-governadora Roseana Sarney, em São Luís. O presidente municipal da legenda, o deputado estadual Roberto Costa, esteve reunido com ela e reafirmou as conversas sobre a possibilidade de entrar na disputa.

“Encontro muito agradável com a ex-governadora Roseana. Conversamos bastante sobre a atuação do nosso partido em todo o Maranhão. Na pauta, a nossa querida São Luís, os projetos e caminhos para a eleição de outubro. Reafirmamos a decisão do MDB pela candidatura de Roseana. Além de inúmeras obras realizadas por toda a cidade, reconhecidas pela nossa população, Roseana tem uma ligação muito forte com São Luís. É essa relação de carinho e proximidade com as pessoas que nos motiva a encarar novos desafios”, escreveu Roberto Costa.

Governadora por quatro mandatos, Roseana Sarney disputaria a eleição pela prefeitura da capital pela primeira vez. Vale lembrar que a ex-governadora ainda não decidiu se vai disputar mais uma eleição.

Instinto DataM divulga números da disputa pela prefeitura de São Luís

O Instito DataM mediu como anda a disputa pela prefeitura de São Luís para 2020.

Em mais uma pesquisa de intenções de voto, obtida com exclusividade pelo Blog da Sílvia Tereza, o Instito DataM mediu como anda a disputa pela prefeitura de São Luís para 2020.

No cenário estimulado, o deputado federal Eduardo Braide lidera a pesquisa com 41,6%, seguido da ex-governadora Roseana Sarney que teria 9,9%, Duarte Júnior vem em terceiro lugar com 9,7%. Em seguida, estariam Wellington do Curso com 4,8%; Bira do Pindaré com 4,4%; Neto Evangelista com 3,8%; Jeisael Marx com 2,9%; Osmar Filho 2,5%; Dr. Yglésio com 1,3%; Carlos Madeira 0,8%; Luís Fernando Silva 0,8% e Rubens Pereira Júnior com 0,6%.

Nenhum deles somam 10,1%. Não sabem ou não responderam 6,9%.

Em um outro cenário estimulado onde são colocados apenas os nomes do grupo do governador Flávio Dino, Duarte Júnior lidera a pesquisa com 21,9%, Bira do Pindaré e Neto Evangelista aparecem em seguida com ambos pontuando 9,7%; Osmar Filho com 6,1%; Rubens Júnior com 3,2% e Luís Fernando Silva com 2,1. Nenhum deles somam 29,0%. Não sabem ou não responderam somam 18,1%.

O instituto Data M – empresa que já atua há mais de 30 anos no mercado maranhense e de outros estados, sempre com elevados índices de acertos – ouviu 800 eleitores de São Luís, nos dias 28 e 29 de dezembro. A margem de erro da pesquisa é de 3,1% para mais ou para menos sobre os índices encontrados.

Roseana Sarney é a mais rejeitada em São Luís

Roseana, que já foi governadora por quatro mandatos, teria 35,5% no quesito rejeição, o que já inviabiliza um possível crescimento nas pesquisas.

De acordo com a pesquisa do Instituto Econométrica, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) é a mais rejeitada entre os pré-candidatos em São Luís.

Roseana, que já foi governadora por quatro mandatos, teria 35,5% no quesito rejeição, o que já inviabiliza um possível crescimento nas pesquisas.

Recentemente, o MDB começou a se movimentar para lançar a ex-governadora como pré-candidata na capital e testar seu nome. Mesmo com a boa colocação na pesquisa, Roseana tem o triplo de rejeição, o que mostra que o eleitor não está a fim de voltar ao domínio do grupo Sarney em São Luís.

O instituto Econométrica ouviu 938 eleitores nos dias 17 e 18 de dezembro. A margem de erro é de 3,4% com um intervalo de confiança de 95%.

Econométrica publica resultados para a Prefeitura de São Luís

O instituto Econométrica ouviu 938 eleitores nos dias 17 e 18 de dezembro. A margem de erro é de 3,4% para mais ou para menos

O Instituto Econométrica mediu como andam as intenções de voto na corrida eleitoral para a Prefeitura de São Luís, em 2020. Os números servem como base para as estratégias de campanha e para uma melhor clareza dos cenários.

Na pesquisa, Eduardo Braide aparece na frente com 44,9%; seguido de Duarte Jr com 9,9%; Wellington do Curso tem 7,9%; Neto Evangelista 7,2%; Tadeu Palácio tem 6,1%; Bira do Pindaré 3,5%; Adriano Sarney tem 3,0%; Osmar Filho 2,5%; Jeisael Marx aparece 2,0%; Dr.Yglésio 1,4%; Rubens Jr. tem 0,7% e Madeira 0,1%.

Em outro cenário, quando é colocado o nome da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), Eduardo Braide lidera com 40,4%, Roseana vem em seguida com 11,4%; Duarte fica em terceiro lugar com 9,6%; Wellington do Curso vai a 7,4%; Neto Evangelista, 7,1%; Tadeu Palácio 5,5%; Bira do Pindaré 3,3%; Osmar Filho 2,1%; Jeisael Marx 2,0%; Dr.Yglésio 1,4%; Rubens Jr pontua com 0,7% e Madeira crava 0,2%.

No item rejeição, Roseana Sarney lidera com 35,5%. O instituto Econométrica ouviu 938 eleitores nos dias 17 e 18 de dezembro. A margem de erro é de 3,4% para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95%. (Com informações do Blog John Cutrim).