E por que o Maranhão? Aqui já têm "bandidos" demais…

Curta aqui o Blog da Sílvia Tereza no Facebook

Diálogos entre Beira-mar e VP

O diálogo entre os traficantes Fernandinho Beira-Mar e Marcinho VP, onde o segundo revela o desejo de vir transferido para o Maranhão é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta semana. O Estado pode até agradecer a preferência e a merchandising no horário nobre do Fantástico, mas aqui já tem bandidos demais e não tem nem presídio de segurança máxima. Portanto, aqui seria o último lugar. A Justiça Federal não conceberia!

Aliás, cabe aqui dizer que os poucos presídios do Maranhão, há muito, não suportam mais tanta gente. Estão superlotados! Fugir da cadeia aqui já é mais fácil do que “tirar bala da boca de criança”, só para exemplificar como anda a fragilizada segurança deste Estado.

E por que  eles querem vir para o Maranhão? Seguramente, não é pelas belezas turísticas, pelos Lençóis Maranhenses, pelo Bumba-meu-boi ou pelo patrimônio histórico e nem, muito menos, para ouvir a “lenda da serpente” ou comer o famoso arroz de cuxá. Não mesmo! 

Querem vir porque, obviamente, ouviram falar ou mesmo têm certeza de que aqui poderão “alcançará seus objetivos”, o que se traduz na tão sonhada liberdade, nem que seja fugindo da cadeia, o que aqui parece cada vez mais fácil.

O Maranhão é um exemplo do que não se praticar na Segurança Pública. Aqui, as fugas são correntes, a impunidade reina, inúmeros crimes não foram elucidados e cita-se como exemplo o do jornalista Décio Sá; o do ex-prefeito de Buriti Bravo, Leocádio; o de Presidente Vargas, Bertim, e por aí vai.

É lamentável, mas eis porque eles, os bandidos, acham que o Maranhão é o melhor lugar do mundo para “ficar preso”.


Curta aqui o Blog da Sílvia Tereza no Facebook

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.