Sindicato solicita inclusão de profissionais da imprensa no grupo prioritário de vacinação da Covid-19

Jornalista Douglas Cunha, presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Luís.

Na última segunda-feira (18), o Sindicato dos Jornalistas de São Luís, em nota, solicitou ao governador Flávio Dino e ao prefeito de São Luís, Eduardo Braide, que os profissionais da imprensa também tenham prioridade na vacinação contra a Covid-19.

Segundo Douglas Cunha, presidente do Sindicato, muito similarmente a outras profissões que estão na linha de frente de combate à pandemia, como os profissionais de saúde e outros trabalhadores, os jornalistas e radialistas são obrigados a se colocar em risco, garantindo a todo cidadão e cidadã o acesso à informação correta e de fontes credíveis, contribuindo no combate à circulação de “fake news” e, consequentemente, ajudando a salvar vidas.

O jornalista afirmou ainda que a reivindicação do Sindicato dos Jornalistas tem como base o Decreto 10.288, de 22 de março de 2020, publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União, que determina a inclusão das atividades da imprensa como essenciais, lembrando que devem ser adotadas medidas para evitar o adoecimento dos profissionais e citou o Decreto:

Art 4º São considerados essenciais as atividades e serviços relacionados à imprensa, por todos os meios de comunicação e divulgação disponíveis, incluídos a radiodifusão de sons e imagens, a internet, os jornais e as revistas, dentre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *