Pesquisa Ibope divulga novos números na disputa pela Prefeitura de São Luís

Nesta segunda-feira (21), o instituto Ibope divulgou mais uma pesquisa da disputa pela prefeitura de São Luís. O deputado Eduardo Braide lidera com 43% das intenções de voto, seguido dos deputados Duarte Jr, com 14%, e Neto Evangelista, que pontua com 10%.

O deputado Bira do Pindaré aparece com 5%, ocupando a quarta colocação, seguido de Adriano Sarney, que pontua com 4%.

Carlos Madeira, Jeisael Marx e Rubens Jr atingem 2% das intenções; enquanto Franklin Douglas e Dr. Yglésio aparecem com 1% das intenções de voto.

Foram ouvidas 602 pessoas entre 12 e 14 de setembro. 8% declararam votar branco ou nulo. Já 8% não souberam ou não opinaram.

O registro da pesquisa foi feito na Justiça Eleitoral sob o número MA-01425/2020. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.

Após convenções, 10 candidaturas a prefeito são oficializadas em São Luís

Faltando apenas 1 dia para o fim das convenções, a disputa para a prefeitura de São Luís segue acirrada e com 10 candidatos já confirmados.

Em agosto, o Partido Verde (PV) oficializou a candidatura de Adriano Sarney, em evento realizado na sede do partido, no bairro Turu, em São Luís. A fisioterapeuta e atleta Vall Nascimento foi escolhida candidata a vice na chapa. Já em um espaço do Renascença, no último sábado (12), o Partido Socialista Brasileiro (PSB) oficializou o nome de Bira do Pindaré como candidato a prefeito de São Luís. A candidata a vice é a jornalista e professora universitária, Letícia Cardoso. A chapa do PSB não possui coligação com outros partidos.

Em setembro, o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) oficializou o nome de Yglésio Moyses como candidato à prefeitura de São Luís. O médico Mauro César será o candidato a vice-prefeito.

Em convenção partidária realizada no sábado (12), também foi oficializada a candidatura de Duarte Júnior à prefeitura de São Luís pelo Republicanos. A candidata a vice-prefeita será a advogada Fabiana Vilar e a coligação do Republicanos conta com o apoio do Partido Liberal (PL), Avante, Patriotas e do Partido Trabalhista Cristão (PTC).

No sábado, também foi a vez do Democratas de São Luís realizar a convenção da sigla, que oficializou os nomes de Neto Evangelista e Luzimar Lopes como candidatos a prefeito e vice-prefeito da capital, respectivamente. O evento reuniu representantes de todos os partidos da coligação – DEM, PDT, PTB, PSL e MDB.

Já no último domingo (13), o deputado federal Rubens Jr (PCdoB) oficializou sua candidatura a prefeito de São Luís, em convenção realizada no ginásio Costa Rodrigues, com a participação de aliados, militantes e eleitores. Rubens conta em sua chapa com o apoio de 6 partidos: o Partido Comunista do Brasil (PCdoB); o Partido dos Trabalhadores (PT); o Partido Progressistas (PP); o Cidadania; o Democracia Cristã (DC) e o Partido da Mulher Brasileira (PMB).

O deputado Eduardo Braide também oficializou sua candidatura a prefeito de São Luís pelo Podemos, em convenção realizada no Rio Poty Hotel. A professora e policial militar Esmênia Miranda será a candidata a vice-prefeita pela chapa. Além do Podemos, Braide conta com o apoio do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Partido Social Cristão (PSC), Partido Social Democrático (PSD) e Partido da Mobilização Nacional (PMN).

Também foi oficializada no domingo (13) a candidatura de Franklin Douglas à prefeitura de São Luís pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O candidato a vice-prefeito é José Ribamar Arouche, um dos fundadores do partido na capital. O PSOL não fez coligações para as eleições deste ano. Já o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) definiu a candidatura de Hertz Dias à prefeitura de São Luís. Jayro Mesquita será o candidato a vice-prefeito pelo partido. O PSTU também não fez coligações para as eleições deste ano.

O Rede Sustentabilidade anunciou, durante convenção no domingo (13), o nome de Jeisael Marx como candidato a prefeito de São Luís. A candidata a vice-prefeita é a ativista e porta-voz do Rede no Maranhão, Janicelma Fernandes. O partido não fez coligações. O evento aconteceu no Espaço Planalto Eventos, Planalto Anil III, seguindo os protocolos dos órgãos de saúde por conta do covid-19.

A poucos dias para o fim das convenções, PT segue indefinido na capital maranhense

Faltando poucos dias para o final do prazo de convenções, o Partido dos Trabalhadores (PT) segue indefinido quanto ao seu destino eleitoral em 2020 na capital maranhense.

Desde a última reunião entre os dirigentes da sigla, o silêncio e a omissão tem sido o principal posicionamento dos membros do partido.

Nos últimos dias, o presidente municipal do PT, vereador Honorato Fernandes, intensificou as aparições públicas com o pré-candidato comunista Rubens Júnior.

Ao que tudo indica, Honorato deverá ser emplacado vice na chapa de Rubens, que aguarda o aval da cúpula nacional do PT para oficializar uma aliança já definida em nível local.

Prever aponta Braide com 41%, Duarte com 11% e empate entre Neto e Wellington

O Instituto Prever divulgou, nesta quinta-feira (20), mais uma pesquisa de intenção de votos para avaliar o atual cenário eleitoral de São Luís.

No cenário estimulado, o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) aparece com 41%, seguido de Duarte Júnior, do Republicanos, com 11,4%. Em terceiro lugar, aparece o deputado estadual Neto Evangelista (DEM), com 7,9%, seguido do deputado Wellington do Curso (PSDB), com 7,5%.

Já o deputado Bira do Pindaré aparece com 4,6%, Adriano Sarney com 4,3%, seguido de Carlos Madeira, com 3,1%, Detinha com 2,4% e Jeisael Marx pontua com 2,2%. Votos brancos e nulos somam 7%. Não sabem ou não responderam, totalizaram 6,2% das intenções.

A pesquisa, contratada pela FAROL COMUNICACAO E MARKETING EIRELI, entrevistou 1016 pessoas, entre os dias 16 e 19 de agosto. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-08464/2020.

Operação Cabanos: Prefeito de Cândido Mendes é preso por porte ilegal de armas

Na manhã desta quarta-feira (19), a Operação Cabanos, realizada pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), em parceria com a Policía Civil, prendeu em flagrante o prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite Araújo, o “Mazinho Leite”.

Além de porte ilegal de armas, foram encontrados mais de R$ 400 mil em espécie na casa do gestor, que foi conduzido para a cidade de Godofredo Viana.

Segundo informações, a operação cumpria mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Cândido Mendes, na residência de Mazinho Leite e em endereços de outros investigados, localizados nos municípios de São Luís, Cândido Mendes e Bom Jardim. Os mandados foram solicitados pelo Ministério Público do Maranhão e expedidos pela Justiça de Cândido Mendes.

Maranhão se torna o estado com melhor desempenho no combate à Covid-19 no Brasil

Segundo pesquisa nacional divulgada pelo Centro de Liderança Pública (CLP), o Maranhão apresenta o melhor desempenho entre as 27 unidades federativas do Brasil.

O Maranhão ocupa a primeira posição em índice de melhor desempenho no combate à Covid-19, segundo pesquisa nacional divulgada pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O estudo avaliou as 27 unidades federativas do Brasil. A pesquisa foi encerrada em 28 de julho.

No Ranking Covid-19, o estado do Maranhão atingiu a nota 25,31. A pesquisa adotou nove critério de avaliação: proporção de casos confirmados, evolução logarítmica de casos e porcentual de mortalidade da Covid-19 e de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG); as notas de transparência do combate à Covid-19 elaboradas pela Open Knowledge Brasil, bem como dados de isolamento social do Google. Quanto maior a nota final, pior é o desempenho dos estados no enfrentamento à pandemia. O Distrito Federal apresentou pior desempenho e lidera o ranking da pesquisa. 

O secretário de Estado da Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) lembra que todos os esforços estão sendo realizados para evitar o avanço da Covid-19 no estado. Segundo o gestor, mais de 260 mil testes foram aplicados, sendo 121.581 casos confirmados até 1º de agosto. O número de recuperados é 10 vezes maior do que o de pessoas que estão doentes com Covid-19. No dia 1º de julho, o número de novos casos era de 2.805. Em 31 de julho, o estado contabilizou 1.399, mostrando a tendência de queda de novos casos da doença.  

“Aos poucos o Maranhão alcança a estabilização da pandemia. Entretanto, manter-se vigilante ainda é necessário para o enfrentamento dessa impiedosa doença. Por isso, mais uma vez, peço que confiem na ciência, escutem os profissionais de saúde: mantenham as regras de distanciamento social, usem máscaras e evitem aglomerações. Continuamos trabalhando dia e noite para reduzir os impactos da pandemia em nosso estado”, destacou o secretário Carlos Lula. 

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, o estado registou redução no número de internações por complicações da Covid-19. Atualmente, 478 pessoas estão internadas. Anteriormente, no pico da pandemia, o estado chegou a ter 1.700 pessoas internadas na rede estadual. 

Com proximidade do Dia dos Pais, Vigilância Sanitária realiza ação educativa na Rua Grande

Cinco equipes da Suvisa, com o apoio de Bombeiros Civis e Polícia Militar, percorreram toda a Rua Grande, maior centro comercial de São Luís

Com o intuito de orientar o comércio, em razão do aumento do fluxo de consumidores com a aproximação do Dia dos Pais, equipes da Superintendência de Vigilância Sanitária Estadual (Suvisa), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizaram na manhã desta sexta-feira (31) uma ação educativa no centro da Capital.  

Cinco equipes da Suvisa, com o apoio de Bombeiros Civis e Polícia Militar, percorreram toda a Rua Grande, maior centro comercial de São Luís, orientando lojistas e consumidores sobre as medidas de distanciamento e as normas sanitárias. 

De acordo com o superintendente da Suvisa, Edmilson Diniz, a atividade reforça a orientação quanto à manutenção dos protocolos sanitários para atendimentos aos clientes no período da pandemia.  

“Esse trabalho é de colaboração com a atividade empresarial desse importante centro comercial da capital. Nós temos o calendário de pagamento de servidores públicos, começo de mês com funcionários recebendo salário, aproximação com a data alusiva ao Dia dos Pais, ou seja, um cenário que promove uma grande movimentação aqui na Rua Grande”, destaca. 

O objetivo da ação é garantir que as atividades econômicas estejam funcionando dentro do protocolo sanitário, reforçando a proteção dos trabalhadores e de quem frequenta esses espaços. 

Maranhão é o Estado do Nordeste que mais preservou empregos durante a pandemia

Em relação ao Brasil todo, o Maranhão teve o quarto melhor desempenho em junho. 

No primeiro semestre de 2020, marcado fortemente pela pandemia de coronavírus, o Maranhão foi o Estado do Nordeste que mais conseguiu preservar o emprego com carteira assinada. E também foi um dos que se destacaram levando em conta o Brasil todo. 

Tanto em junho (o período mais recente disponível) como na primeira metade do ano, o Maranhão liderou o desempenho na região nordestina.

De acordo com dados do Governo Federal, o Maranhão criou 3.907 empregos em junho. No Nordeste, o segundo lugar ficou com o Rio Grande do Norte, com menos da metade do resultado maranhense: 1.746 novas vagas formais. 

Em relação ao Brasil todo, o Maranhão teve o quarto melhor desempenho em junho. 

Semestre

Nos seis primeiros meses do ano, o Maranhão também alcançou o melhor desempenho do Nordeste. Somada, a região inteira fechou 258.882 empregos com carteira no semestre. 

O Maranhão registrou a perda de 2.212 postos formais. Ou seja, a cada 117 empregos perdidos no Nordeste, um deles foi no Maranhão. 

O segundo Estado que mais preservou empregos na região foi o Piauí, com perda de 8.754 vagas. Ou seja, quatro vezes mais fechamentos que o Maranhão. 

Os Estados mais afetados na região foram Bahia (queda de 60.391) e Pernambuco (queda de 67.896). 

Maranhão reduz mortes por coronavírus e aumenta geração de empregos, aponta levantamento nacional

O estado apresentou 33% de redução nos óbitos, apontam dados de pequisa do G1/Consórcio de Veículos de Imprensa.

Em meio ao cenário de prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus, o Maranhão está entre os estados do país que teve queda nas mortes pela doença, segundo levantamento nacional. O estado apresentou 33% de redução nos óbitos, apontam dados de pequisa do G1/Consórcio de Veículos de Imprensa. Paralelamente, é o primeiro do Nordeste e o quarto estado do país na geração de empregos, segundo o Governo Federal, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Outro dado positivo se refere aos leitos para atendimento da doença, com apenas 46% ocupados, que significa alta na oferta de leitos para outros atendimentos. 

“Isso significa a confirmação de uma trajetória conquistada arduamente, e faço o convite para que continuemos com a atitude que tivemos até aqui, com menos danos que em outros locais. É um  indicador altamente relevante e que levamos alguns meses para conquistar. A expectativa é que essa curva continue declinante para agosto”, pontuou o governador Flávio Dino em coletiva de imprensa pelas redes do Governo do Estado, na manhã desta sexta-feira (31). 

A tendência de redução se repete ainda na utilização dos leitos exclusivos para coronavírus. A ocupação destes leitos está em apenas 46%, representando alta oferta destes, disponibilizados para outros procedimentos que a rede estadual de saúde atende. “Com isso, pode-se pensar na plena retomada destes leitos para outros atendimentos médicos”, reforça o governador.

A queda reflete também no setor da economia. Em levantamento do Governo Federal, por meio do Caged, referente a junho, o Maranhão teve a maior geração de empregos formais do Nordeste e é o quarto do Brasil em maior geração de empregos, com 3.907 postos de trabalho gerados. “Queremos que o Brasil vença as dificuldades, e o Maranhão em particular. Nosso governo apoia o empreendedorismo e em nome dessa geração de empregos, precisamos cumprir as normas sanitárias vigentes”, alerta o governador. 

O governador ressaltou que o Estado está em um processo de abertura econômica, iniciado em maio. São quase R$ 2 bilhões de investimentos em andamento no Maranhão, o que significa milhares de empregos, citou o governador. “Estamos conseguindo avançar na flexibilização da economia, conforme atesta o Governo Federal”, reforça. Dino lembra que a medida foi corajosa e bastante criticada. “Porém, sustentamos essa posição e os resultados positivos estão aqui”, enfatizou.

Flávio Dino lembrou a impossibilidade, no cenário atual, da promoção de eventos que causem aglomerações e que estes serão fiscalizados pelos órgãos competentes. “Este não é o momento ainda. O que se discute aqui é o cumprimento das normas sanitárias. É um processo contínuo. Estamos analisando tecnicamente pleitos diversos e veremos o que é razoável liberar”, informou.