Hélio Soares: novo líder do governo Edivaldo Holanda Jr?

Roberto Costa tenta desqualificar nova gestão de São Luís, mas é advertido pelos próprios governistas

Hélio Soares disse que ainda é cedo para cobrar
 o prefeito Edivaldo Holanda Jr
Um pronunciamento do deputado Roberto Costa (PMDB), que votou e apoiou o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, no segundo turno das eleições passadas, provocou reações inesperadas na sessão desta quarta-feira (10) na Assembleia Legislativa. O peemedebista cobrou ações da Prefeitura nesses primeiros 100 dias e disse que não só ele, mas a população começa a se decepcionar. No entanto, acabou ouvindo de colegas governistas que ainda é muito cedo para cobrar, numa espécie de de advertência.

A defesa para Edivaldo Holanda Jr saiu de imediato e veio, inesperadamente, por meio de dois governistas e roseanistas: Hélio Siares (PP) e Carlos Alberto Milhomem (PSD). O primeiro, em um aparte longo, disse que é muito cedo ainda para cobrar o atual prefeito de São Luís e que não há tempo hábil para grandes realizações. Segundo ele, a população precisa ser mais paciente e aguardar, assim como também deve fazer a classe política.

Da mesma opinião, Milhomem também disse que não é hora ainda de cobrar e que o quadro é idêntico em várias cidades. Segundo o governista, ainda não deu tempo nem de engrenar a equipe direito, e a hora é de paciência.

Nos bastidores, a defesa imediata de Hélio Soares sugeriu especulações de que o PP já estaria visando às eleições de 2014. Será?

Em apartes, os deputados Eliziane Gama (PPS) e Manoel Ribeiro (PTB) também apoiaram o discurso de Roberto Costa e cobraram ações da Prefeitura de São Luís.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.