Pesquisa Exata deve movimentar ainda mais disputa pela prefeitura de São Luís

Faltando menos de 11 meses para o primeiro turno das eleições, os números da nova pesquisa vão servir para alinhar estratégias

Mais uma pesquisa eleitoral deve movimentar o cenário político de São Luís. O Instituto Exata está nas ruas medindo como anda as intenções de voto do eleitorado da capital.

Faltando menos de 11 meses para o primeiro turno das eleições, os números da nova pesquisa vão servir para alinhar estratégias e ações para as campanhas dos possíveis nomes.

No cenário regional, alguns postulantes ao cargo de prefeito ainda não definiram suas legendas. Com o resultado da nova pesquisa, alguns terão embasamento para confirmar seus futuros políticos.

É aguardar para conferir os números.

Sucesso no São João, bandeirinhas voltam ao Centro Histórico de São Luís no Natal

A decoração faz parte da programação do Natal do Maranhão que, este ano, acontece de 30 de novembro a 29 de dezembro

As luzes do Natal do Maranhão serão mais brilhantes com as bandeirinhas decorando o Centro Histórico de São Luís. Inspiradas em símbolos dessa época do ano, as bandeirinhas estão formando mosaicos e antecipam a atmosfera natalina que envolve a cidade.

A decoração faz parte da programação do Natal do Maranhão que, este ano, acontece de 30 de novembro a 29 de dezembro, e promete atrair moradores e turistas ao Centro Histórico de São Luís. O cenário é perfeito para admirar os casarões coloniais, seus azulejos e as riquezas históricas da área, e ainda fazer o registro com fotos para guardar como lembrança.

Além do Centro Histórico, as bandeirinhas serão instaladas no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado, dando as boas-vidas aos visitantes da cidade em clima natalino.

Este Natal contará com Vila do Papai Noel que, este ano, será montada em um dos casarões históricos da Rua Portugal, na Praia Grande. Na programação, desfiles com carros alegóricos, corais, videomapping e atrações culturais para diversão de toda família.

A Prefeitura de São Luís iniciou a instalação da iluminação especial, para o período natalino, em vários pontos da cidade. A segurança também será reforçada garantindo um acesso tranquilo ao público. A realização do Natal do Maranhão é do Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, com o apoio cultural da Equatorial Energia e Grupo Mateus.

Zona rural debate com vereadores Plano Diretor de São Luís

As audiências públicas são promovidas pela Mesa Diretora da Câmara, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT), com o objetivo de oferecer espaço para o cidadão opinar sobre a proposta

Moradores de diversas comunidades da zona rural participaram, na tarde de sábado (16), da quinta audiência pública promovida pela Câmara Municipal para discutir a proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense, elaborada pela Prefeitura de São Luís e que tramita no Legislativo como projeto de lei complementar.

Os trabalhos da audiência pública, realizada na Quadra Poliesportiva do Itapera, foram coordenados pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, vereador Pavão Filho (PDT). Lideranças comunitárias de várias localidades – entre as quais Itapera, Tajipuru, Maracanã, Cajueiro, Estiva, Pedrinhas, Vila Samara, Coqueiro, Quebra-Pote e Igaraú – participaram do evento, que também contou com a presença de professores e estudantes da Universidade Estadual (Uema) e da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Além do vereador Pavão Filho, participaram dos debates os vereadores Cezar Bombeiro (PSD), Bárbara Soeiro (PSC), Genival Alves (PRTB) e Umbelino Júnior (PPS), o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), o promotor de justiça Fernando Barreto Júnior, o presidente do Sinduscon-MA, Fábio Nahuz, além de militantes de movimentos sociais e dirigentes de entidades da sociedade civil.

As audiências públicas são promovidas pela Mesa Diretora da Câmara, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT), com o objetivo de oferecer espaço para o cidadão opinar sobre a proposta. Os vereadores também vão usar os debates parar nortear a votação do projeto encaminhado ao Legislativo pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

A adiência pública no bairro Itapera, foi iniciada com uma explanação sobre o projeto de revisão do Plano Diretor de São Luís, feita pelo presidente do Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural (Incid), José Marcelo do Espírito Santo.

Com a utilização de mapas, gráficos e ilustrações, Marcelo discorreu sobre a política de desenvolvimento urbano e explicou que o Plano Diretor orienta a ocupação do solo urbano, tomando como base os interesses coletivos e difusos, como a preservação da natureza e da memória, e os interesses particulares dos moradores da cidade.

Ao longo de toda a audiência pública, que deixou a Quadra Poliesportiva do Itapera completamente lotada, foram estes os temas que provocaram mais discussão: o novo mapa das zonas urbana e rural, o macrozoneamento ambiental e a cartografia de São Luís.

Durante o evento, vários moradores fizeram questionamentos sobre a proposta que altera o Plano Diretor de São Luís (Lei nº 4.669, de 2006), com preocupação em pelo menos três pontos: redução de área de dunas, redução da área rural e diminuição da proteção à área da APA do Maracanã.

Zona Rural volta a receber audiência sobre Plano Diretor de São Luís neste sábado

Um total de oito audiências, contemplando todas as regiões da cidade, foram organizadas pela Mesa Diretora da Câmara, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT)

A zona rural de São Luís voltará a receber, neste fim de semana, as discussões acerca da proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense, elaborada pela Prefeitura.

A audiência pública promovida pela Câmara Municipal, e que reunirá representantes da sociedade civil, vereadores e membros do Poder Público, será realizada neste sábado, dia 16, a partir das 14h, na Quadra Poliesportiva do bairro Itapera, localizada na Avenida Principal, s/nº.

Esta será a segunda audiência na zona rural. A primeira aconteceu no último dia 09 na Escola Estadual Professor Mário Martins Meireles, no bairro Pedrinhas. Outras três encontros já foram promovidos na chamada zona urbana, quais sejam no IFMA do Monte Castelo; Centro de Convenções da UFMA; e Centro Pedagógico Paulo Freire da UEMA.

Um total de oito audiências, contemplando todas as regiões da cidade, foram organizadas pela Mesa Diretora da Câmara, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT). A realização dos eventos é uma ação inédita do Parlamento Ludovicense e visa oferecer ao cidadão a oportunidade de conhecer melhor o projeto de lei que trata sobre a revisão do Plano. Neles, a população tem direito à fala; pode fazer questionamentos e dirimir qualquer tipo de dúvida. Além de cobrar do Poder Público alterações na proposta elaborada.

“São encontros extremamente proveitosos, nos quais todos tem vez e voz. Através das audiências, ouvindo a população, estamos contribuindo para construir uma proposta que realmente atenda aos anseios da sociedade”, disse Osmar Filho.

As próximas audiências públicas são as seguintes: dia 19, no auditório da Assembleia Legislativa, a partir das 19h; dia 23, na Igreja Evangélica Quadrangular, no bairro Coquilho, a partir das 9h; dia 26, na Unidade Básica Gomes de Sousa, no bairro Vila Maranhão, a partir das 18h.

Bolsonaro precisa de 500 mil assinaturas até março para criar novo partido

O nome do novo partido deve ser Aliança pelo Brasil, mas Bolsonaro disse ontem que o martelo não havia sido batido.

A equipe jurídica que trabalha pela saída do presidente Jair Bolsonaro do PSL estima que as 500 mil assinaturas necessárias para criação de um novo partido devem ser entregues até março de 2020 ao Tribunal Superior Eleitoral.

Segundo a advogada Karina Kufa, a ideia é retirar o partido do papel a tempo de lançar candidatos a disputa eleitoral municipal do próximo ano. Para isso, a corte eleitoral teria de aprovar a legenda 6 meses antes das eleições, ou seja, até abril. Bolsonaro deve anunciar a sua saída do PSL e apresentar plano para viabilizar novo partido em reunião na tarde desta terça-feira, 12, com deputados aliados do PSL.

Bolsonaro poderia levar com ele quase a metade da bancada do PSL na Câmara, composta por 53 deputados, caso não houvesse entraves jurídicos que podem implicar na perda dos mandatos. A migração só deve ocorrer se o novo partido for aprovado. A saída do partido já é tratada abertamente por aliados.

O nome do novo partido deve ser Aliança pelo Brasil, mas Bolsonaro disse ontem que o martelo não havia sido batido. “Não está certo nada ainda. Para depois vocês não falarem que recuei”, declarou o presidente.

A ideia é realizada força-tarefa com apoiadores de Bolsonaro para recolher as assinaturas em curto tempo. As equipes devem trabalhar em três turnos em todo o País. Um aplicativo para dispositivos móveis já estaria pronto para registrar os nomes de apoiadores da nova sigla, que seriam validados por meio de biometria.

Na leitura da equipe jurídica trabalha para Bolsonaro, o TSE já aceita a coleta digital de assinaturas. Um dos advogados que assessora o presidente é o ex-ministro do TSE Admar Gonzaga.

A disputa interna do PSL veio à tona no dia 8 de outubro. Naquele dia, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro fez críticas ao presidente do partido, Luciano Bivar (PE), a um pré-candidato a vereador de Recife. “O cara (Bivar) está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido”, prosseguiu. A partir daí, houve uma série de farpas trocadas entre dois grupos que se formaram entre os correligionários.

Osmar Filho agradece Prefeitura por início de obras no São Francisco

Segundo Osmar Filho, o início das obras, chega em boa hora, marcando as comemorações do aniversário do bairro.

A Rua 7, localizada no bairro do São Francisco foi uma das primeiras a receber na manhã de sexta-feira (08), malha asfáltica, do pacote de ações do Programa São Luís em Obras.

O presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT), acompanhou o andamento dos serviços, junto do prefeito da cidade, Edivaldo Holanda Júnior, do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo; além das vereanças, Pavão Filho (PDT) e Concita Pinto (Patriota).

Com este novo benefício, a comunidade passa a receber mais de 7 quilômetros de recapeamento asfáltico em diversas ruas do bairro.

Segundo Osmar Filho, o início das obras, chega em boa hora, marcando as comemorações do aniversário do bairro.

“Uma alegria acompanhar o trabalho da Prefeitura através do Programa São Luís em Obras. Ação importante para o desenvolvimento da cidade. Aqui, no bairro do São Francisco o trabalho chega em um momento propício para presentear toda a comunidade pela passagem do seu aniversário, celebrado na última segunda-feira (04). Parabenizo a Prefeitura por este programa que está transformando a cidade”, disse agradecido o parlamentar.

Com o aval da Rede Sustentabilidade, Jeisael Marx já dá entrevista como pré-candidato a prefeito

Jeisael foi um dos entrevistados do programa da Rádio Educadora AM, apresentado pelos jornalistas Juraci Filho e André Martins

Após sua ida a Brasília para efetivar sua filiação à Rede Sustentabilidade, o comunicador e apresentador do Brasil Urgente, da Band Maranhão, Jeisael Marx, já concede entrevista como pré-candidato a prefeito.

Jeisael foi um dos entrevistados do programa da Rádio Educadora AM, apresentado pelos jornalistas Juraci Filho e André Martins. Na oportunidade, o apresentador falou dos seus projetos e da construção da sua plataforma de governo.

Representante do partido da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, Jeisael já tem a garantia da sua candidatura na sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr.

Tido como candidato outsider, aquele fora da política tradicional, Jeisael Marx tem tido facilidade em entrar em comunidades e bairros de São Luís e assim, iniciar bem sua pré-campanha.

Com filiação anunciada para o Podemos, Eduardo Braide começa 2020 fortalecendo base eleitoral

Com o trabalho sendo fortalecido nos dois partidos ao mesmo tempo, Eduardo Braide deseja entrar em 2020 intensificando ainda mais sua entrada nos bairros de São Luís

Líder das pesquisas eleitorais, o deputado federal e pré-candidato a prefeito em São Luís, Eduardo Braide, já informou que sua ida para o Podemos será efetivada até o final de 2019.

De saída do PMN para o Podemos, Braide trabalha agora para fortalecer sua base eleitoral e levar também para a nova legenda candidatos em potencial, para disputar as vagas do legislativo da capital.

A lista de pré-candidatos a vereador já é extensa, passa por alguns nomes conhecidos, lideranças comunitárias e profissionais das mais diversas áreas, por isso alguns nomes serão divididos entre o Podemos e o PMN, partido que segue presidido pelo irmão do pré-candidato, Fernando Braide.

Com o trabalho sendo fortalecido nos dois partidos ao mesmo tempo, Eduardo Braide deseja entrar em 2020 intensificando ainda mais sua entrada nos bairros de São Luís.

Essa sim, não deve ser fácil, sobretudo, pela quantidade de pré-candidatos com boa avalição na capital.

Câmara de São Luís realiza segunda audiência para discutir novo Plano Diretor

Durante o encontro, o projeto foi mais uma vez apresentado à população. As audiências, oito no total, têm como finalidade debater a reordenação de políticas voltadas para áreas urbana e rural da cidade

Seguindo o cronograma divulgado pela Câmara Municipal de São Luís, foi realizada na noite desta terça-feira (5), no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na área Itaqui-Bacanga, a segunda audiência pública para discutir a proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense, elaborado pela Prefeitura.

Durante o encontro, o projeto foi mais uma vez apresentado à população. As audiências, oito no total, têm como finalidade debater a reordenação de políticas voltadas para áreas urbana e rural da cidade.

Estiveram presentes vereadores, secretários municipais, estudantes, lideranças comunitárias e demais representantes da sociedade civil organizada. O Plano Diretor da cidade é uma lei de diretriz de desenvolvimento para o município. A proposta foi resultado de discussões promovidas em mais de 40 reuniões realizadas no Conselho da Cidade (Concid).

De acordo com o presidente do Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural (INCID), Marcelo do Espírito Santo, a lei vigente possui 168 artigos, dos quais, após revisão, 19 artigos foram excluídos; 86 permaneceram sem alterações; 63 artigos foram alterados e/ou atualizados; 59 artigos incluídos e atualização de tabelas e mapas. A nova proposta contém 208 artigos e precisa ser aprovada pelo Legislativo.

O diagnóstico urbanístico apresentado aos participantes analisou a ocupação e uso do solo no território do município de São Luís, desde a sua última revisão e, apesar de técnico, atraiu a atenção de todos que ali estavam.

Os principais pontos discutidos foram sobre a diminuição das áreas rurais, das áreas protegidas por dunas, na área de recarga de aquíferos, da área ambiental do Sítio da Santa Eulália e, por fim, a diminuição da área da APA do Maracanã.

Ao fim, da apresentação técnica, o microfone foi aberto para perguntas e contribuições dos demais presentes.

O presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT), que presidiu a audiência, declarou que a propositura ainda tem que cumprir um rito de tramitação na Casa e aguardar o parecer das Comissões Técnicas responsáveis. “A troca de ideias nestas duas audiências públicas foi muito importante e produtiva. Acredito que, após o término das audiências, em breve, o projeto de revisão do Plano Diretor possa ser colocado na pauta para a última discussão em plenário e votação”, projetou Osmar Filho.

Também estiveram presentes os vereadores Pavão Filho (PDT), Umbelino Júnior (Cidadania), Raimundo Penha (PDT), Genival Alves (PRTB), César Bombeiro (PSD), Dr. Gutemberg (PSC) e Marcial Lima (PRTB); o deputado estadual Wellington do curso (PSDB); o promotor de Justiça e titular da Promotoria Especializada de Proteção do Meio Ambiente, Fernando Barreto, o presidente do Conselho da Cidade e o secretário municipal de Projetos Especiais, Gustavo Marques.

A próxima audiência ocorrerá às 09 horas, no dia 09 de novembro (sábado), na Escola Estadual Professor Mário Martins Meireles, situada na Avenida Engenheiro Emiliano Nogueira, km 15, Rua 06, s/n, Mangue Seco, bairro Pedrinhas.