Prefeitura de São Luís reforça política habitacional com sorteio de endereços do Residencial Piancó VI

A Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo, já beneficiou mais de 58 mil pessoas com cerca de 15.500 imóveis na capital entregues por meio do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) promoveu, na tarde de terça-feira (16), o sorteio de endereços das 224 unidades habitacionais do Residencial Piancó VI, do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, do Governo Federal. O Residencial, localizado na região Itaqui-Bacanga, é o ultimo do conjunto Piancó  I a VI somando 1.344 unidades. O sorteio é mais uma ação que integra a política de habitação implementada pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior para proporcionar mais dignidade de moradia a milhares de famílias da capital.

Neto Evangelista é confirmado por Juscelino Filho como candidato do DEM em São Luís

Juscelino Filho, presidente do DEM no Maranhão e Neto Evangelista, presidente do DEM em São Luís

O deputado federal e presidente do Democratas no Maranhão, Juscelino Filho, confirmou em entrevista ao programa Resenha, da TV Difusora, que o partido terá um nome na disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, em 2020.

O nome do deputado estadual, Neto Evangelista, é o nome já trabalhado pela legenda.

“São Luís é uma das nossas prioridades, teremos com certeza candidato a prefeito de São Luís. Nesta semana, nós fizemos a convenção municipal de São Luís, instalamos o diretório onde o presidente será o deputado estadual Neto Evangelista e que é o principal nome do partido para disputar as eleições no próximo ano. O Neto já tem feito um trabalho de preparação, é um grande quadro, já foi deputado estadual já foi secretário de Estado, um dos melhores que o governador já teve. Apesar da pouca idade e da sua jovialidade já tem muita experiência, muito trabalho e muita capacidade de gestão”, afirmou.

Novos cais de São Luís e Alcântara garantirão viagens 24 horas por dia

Futuro Cais de São Luís vai garantir viagens 24 horas por dia

O projeto aprovado pelo governador Flávio Dino para a construção de dois Terminais Portuários ligando São Luís à cidade de Alcântara vai mudar radicalmente o transporte entre as duas regiões. Aguardada há mais de duas décadas pela população alcantarense, a obra vai garantir o transporte de passageiros e de cargas 24 horas por dia.

O Cais da Praia Grande é o único terminal hidroviário que oferece viagens para Alcântara na capital maranhense. Atualmente, são duas viagens por dia. Com a implantação dos Terminais Portuário na Ponta d’Areia, em São Luís e do Terminal Independência, em Alcântara, estima-se a realização de 24 viagens por dia.

Futuro Cais de Alcântara vai garantir viagens 24 horas por dia

Os terminais contarão com urbanização das regiões do entorno, estacionamento, jardim, passeio, espaços para comercialização de artesanato, lanchonetes, banheiros, área de retroporto, píer e rampas de acesso móveis. Em São Luís, o Terminal da Ponta d’Areia será construído em uma área próximo ao Espigão Costeiro e contará com área de 6.954,46 m² com capacidade para sete embarcações grandes e 16 pequenas. Já o Terminal Independência construído em Alcântara será na localidade Sítio da Independência, com área construída de 4.177,52 m².

Prefeitura de São Luís segue com cronograma diário de serviços de infraestrutura e manutenção no período chuvoso

Os serviços de limpeza e desobstrução de galerias, bueiros e canais são realizados de forma contínua

Diariamente as equipes da Prefeitura de São Luís estão nas ruas executando serviços de manutenção asfáltica, desobstrução dos dispositivos de drenagem, além de melhoria e expansão  da iluminação pública em diversos locais da cidade. As ações, coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), integram o programa de infraestrutura da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que tem intensificado os serviços durante o período de chuvas. O cronograma de manutenção asfáltica contemplou vários pontos da capital como as avenidas Getúlio Vargas e Guajajaras, no São Cristóvão; Alto do Calhau; Vila Luizão; Estrada do Rio Pimenta; Estrada Velha do Calhau; Avenida Brasil, na Chácara Brasil; Avenida Ivar Saldanha; São Luís Rei de França, no Turu, entre outras localidades.

As ações de recuperação asfáltica estão dando prioridade a ruas e avenidas de grande tráfego de veículos e transporte público. O trabalho visa minimizar os impactos das chuvas e garantir maior mobilidade para toda a população.

Os serviços de limpeza e desobstrução de galerias, bueiros e canais são realizados de forma contínua e regular para garantir vazão da água das chuvas e garantir o bom funcionamento do sistema de drenagem das águas pluviais em diversos pontos da capital. As equipes se concentraram na Coreia de Baixo, Vala da Macaúba; Rua Gregório de Matos, na Liberdade; e realizaram também limpeza de canal na Rua da Matança, no Anil.

São Luís deve ter chuvas acima da média até julho


Diante dos prejuízos causados pelo intenso período chuvoso de 2019, equipes do Corpo de Bombeiros intensificaram a operação de auxílio aos moradores das áreas ribeirinhas. A prioridade é trabalhar em integração com as prefeituras no sentido de remover as pessoas que ainda estão nas áreas de risco

Somente no primeiro trimestre deste ano, o índice de chuvas em São Luís foi superior ao registrado em todo o ano de 2012. Outro dado que chama atenção é que, apenas no mês de março de 2019, na capital maranhense, choveu quase o dobro do que foi aferido no mesmo período de 2018. As informações são do Laboratório de Meteorologia (Labmet), equipamento que integra o Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O mês de abril começou com a incidência de veranicos – período de estiagem durante a estação chuvosa –, mas o chefe do Labmet, o meteorologista Gunter de Azevedo Reske, alerta que chuvas acima ou dentro da média devem se estender até o mês de julho em São Luís. A chuva volumosa da última quinta-feira (11) reforça essa previsão.

Gunter Reske explica que as fortes chuvas que causaram estragos em vários bairros da Região Metropolitana de São Luís são resultantes da maior atuação da Zona de Convergência Intertropical. É um sistema que se forma ao longo do Oceano Atlântico pela convergência dos ventos alísios, que vêm do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul. Esse sistema é decisivo na formação de chuvas no Norte do estado.

Governo garante recursos e Hospital Aldenora Bello continua prestando serviços

O Estado também custeará 60% das despesas operacionais do tratamento de iodoterapia – indicado para pacientes diagnosticados com câncer na tireoide – realizado pelo Hospital Aldenora Bello

O Governo do Estado garantiu, na manhã desta segunda-feira (8), recursos para a manutenção do Serviço de Pronto Atendimento (SPA), atendimento domiciliar, tratamento da dor e cuidados paliativos realizados pelo Hospital do Câncer Aldenora Bello (HCAB). O anúncio ocorreu após reuniões realizadas na sede da Secretaria de Estado de Saúde (SES), com participação de representantes do órgão estadual, do Ministério Público, da Fundação Antonio Dino (mantenedora) e deputados.

“Temos que buscar sempre o que é melhor para a população, que neste caso era a não paralisação desses serviços. Hoje, garantimos recursos para que não feche. Nos últimos anos, o Estado foi parceiro do Hospital Aldenora Bello, que não é público, mas sempre teve apoio do Governo, porque foi o primeiro a oferecer tratamento de câncer no estado”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Desde 2015, a SES celebrou convênios com o HCAB no valor total de R$ 5.250.000. Dentre eles, aquele para a compra de um acelerador linear, que ampliará o serviço de radioterapia para tratamento de pacientes oncológicos no Maranhão. Além destes, a mantenedora do hospital , Fundação Antonio Dino, recebeu R$ 3.173.718,02 do Fundo Estadual de Combate ao Câncer, para manter em funcionamento os serviços prestados pela unidade de saúde.

Prefeitura de São Luís promove ação de saúde voltada para as famílias de áreas impactadas pelas fortes chuvas

Dados apontam que o índice pluviométrico do mês de março chegou perto dos 800 mm. Para este mês a previsão é de mais chuvas. Até a última sexta-feira (05) já choveu mais de 100mm

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), deu prosseguimento às ações realizadas em área de risco da capital e promoveu, na manhã deste sábado (6), no bairro Salina do Sacavém, assistência médica às famílias desabrigadas em virtude das chuvas na cidade. No total, foram atendidas aproximadamente 100 pessoas que receberam serviços de avaliação médica e comprovantes de encaminhamento para exames laboratoriais. A iniciativa é parte do pacote de serviços que o prefeito Edivaldo Holanda Junior tem levado às comunidades que mais sofrem com as consequências das chuvas na capital.  

O trabalho de assistência médica integra o programa de Ações Comunitárias da Semus e neste sábado (6), contou com o apoio da Associação das Donas de Casa da Salina do Sacavém. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, ressalta que o apoio aos desabrigados com as chuvas faz parte de um trabalho constante da gestão do prefeito Edivaldo. “Desde as primeiras chuvas, a Secretaria Municipal de Saúde deu toda a assistência, em parceria com outras pastas, aos desabrigados. Nosso trabalho é zelar pelo bem-estar destas pessoas e garantir o acesso, nos casos necessários, a medicamentos de uso essencial”, afirmou.

Além da verificação clínica, os assistidos também se submeteram à verificação da pressão arterial, realizaram testes de glicemia e receberam medicações. Profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem) deram ainda orientações para evitar que os moradores adquiram doenças, como leptospirose por exemplo (doença bacteriana presente na urina de ratos).

Osmar Filho participa de solenidade da promulgação da Lei que amplia horário de atendimento nos postos da bilhetagem de São Luís


“Estou muito feliz em poder promulgar esta lei e contribuir com a melhoria do atendimento nestes postos, principalmente no que se refere à classe estudantil. Parabenizo, ainda, o vereador Raimundo Penha, autor desta importante lei”, disse Osmar Filho.

Uma grande festa promovida pela classe estudantil marcou, nesta quinta-feira (04), a solenidade de promulgação da lei municipal, de autoria do vereador Raimundo Penha (PDT), que amplia o horário de atendimento nos postos da bilhetagem eletrônica de São Luís. O evento aconteceu no auditório do Centro de Ensino Liceu Maranhense e contou, ainda, com a presença do presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), que promulgou o documento.

“Trata-se de uma reivindicação dos estudantes e que tornou-se realidade graças ao trabalho e empenho do vereador Raimundo Penha. Também quero agradecer o presidente Osmar Filho, que mostrou-se sensível ao pleito e promulgou o projeto de lei que já havia sido aprovado pela Casa Legislativa”, disse o presidente do Grêmio Estudantil do Liceu, Israel Magalhães.

A nova lei municipal otimizará o atendimento, beneficiando todos os usuários do sistema de transporte coletivo. De acordo com ela nos Terminais da Praia Grande, Cohama/Vinhais, Cohab/Cohatrac e São Cristóvão a venda será feita, de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h. Nos postos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) o atendimento ocorrerá das 9h às 19h, também nos dias úteis.

Mudança no Regimento Interno da Câmara antecipa horário de abertura das sessões


O Regimento Interno é uma espécie de “manual de instruções”, um “modo de fazer” de todas as atividades legislativas

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 2, o Plenário da Câmara Municipal de São Luís aprovou, em primeira discussão, o Projeto de Resolução nº 003/2019, que altera o Regimento Interno da Casa, com objetivo de simplificar a tramitação de proposições, dinamizar o processo legislativo, valorizar o trabalho das comissões e dos líderes partidários, além de adequá-lo a normas estaduais e federais.

A matéria de autoria da Mesa Diretora foi aprovada com emendas sugeridas por alguns vereadores. Uma das medidas propostas pelo texto sugere modificações no horário regimental e antecipa a abertura dos trabalhos em uma hora, ou seja, de 10h00 para 9h00. Além disso, o dispositivo também trata de mudanças nas Comissões Permanentes  da Casa, reduzindo de 19 para 13 o número de colegiados.

O presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT), durante a sessão ordinária, elogiou a medida e considerou que as mudanças podem ajudar a agilizar ainda mais os trabalhos no parlamento municipal. “É uma medida importante que visa adequar a Câmara às exigências da população e ao dinamismo na medida em que a sociedade vai evoluindo e esta Casa também vai acompanhar esse ritmo”, disse.