COMIDA PARA PACIENTES: Vice-governador e diretor do Socorrão trocam farpas no Facebook

Washington critica apelo para doações e Yglésio diz que Governo do Estado abandonou a Saúde Pública de São Luís

Declarações  de Washington no Facebook
O vice-governador do Maranhão, Washington Luís, provocou um novo debate em sua página pessoal no Facebook. Ele cutucou a Prefeitura de São Luís por conta da crise no abastecimento de alimentos, nos hospitais municipais,  e disse que a gestão deveria acionar, imediatamente, a Conab (Companhia Nacional de Abastecimentos), que tem estoque de alimentos, e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) ao invés de convocar a população ou os supermercados para fazerem doações.

“Não estou entendendo este debate sobre aquisição de alimentos para os hospitais municipais de São Luís. Uma hora se convoca a população, outra busca-se acordo com os supermercados para fazerem doações. Quero lembrar aos senhores gestores que no país ou no Maranhão não houve nenhuma catástrofe, o que houve foi uma administração caótica (referência ao ex-prefeito João Castelo)… O município deveria acionar imediatamente a Conab que tem estoque de alimentos e inclusive o PAA, Programa de Aquisição de Alimentos, que destina estes produtos para a merenda escolar e hospitais”, disparou Washington Luís no Facebook.

As declarações no Facebook  provocaram reações imediatas de diversos usuários com críticas à medida tomada pelo diretor do Socorrão I, Yglésio Moyses,  e o vice-governador tentou apagar o fogo.  “Quero dizer também que a atitude do Yglesio Moyses, mesmo impulsiva, foi louvável pois ele tinha que dar resposta imediata. Eu o parabenizo. Agora é preciso acionar os meios institucionais que são muitos, inclusive em situações de emergência”, disse Washington.

Reação de Yglésio na página de Washington
Governo teria abandonado Saúde do Município – Depois de ver diversos tipos de opinião oscilando entre favoráveis e contrárias ao pedido de doações, o diretor do Socorrão I, Yglésio Moyses, entrou na discussão e denunciou  que o Governo do Estado abandonou o  município de São Luís  e, por isso, foi obrigado a adotar a medida. Disse que os pacientes não poderiam ficar esperando pela Conab para se alimentar, ao demonstrar, claramente, que não gostou nenhum pouco de ter visto a iniciativa chamada de impulsiva.

“Prezado vice-governador, agradeço os cumprimentos, mas não qualificaria o ato como impulsivo, mas sim como necessário, tendo em vista que fomos abandonados pelo governo do Estado”, retrucou Yglésio.

Com o acirramento da discussão, o vice-governador continuou tentando  amenizar a situação. “Conheço Yglesio Moyses já de longos tempos e sei de sua vontade de acertar e vai acertar, por isso nem de longe quis condená-lo, mas, ao contrário, eu o elogio pela coragem e determinação. O que eu quero é sugerir saídas para resolver definitivamente aquele caos”, disse Washington depois do estrago feito na rede social.

Postagens relacionadas

2 thoughts on “COMIDA PARA PACIENTES: Vice-governador e diretor do Socorrão trocam farpas no Facebook

  1. bando de inresponsaveis enquando discutem quem esta certo ou errado o povo esta morrendo não so de fome mais de bala perdida,em assaltos cade nossos impostos onde foi aplicado,deveriam cuidar melhor de quem os colocam no poder ao inves de ficarem tenando se justificar,o povo sabe a verdade ,ruas escuras cheia de crateras,hospitais sem recursos ,escolas sem condições d receber alunos,transito congestionado com onibus velhos quebrados a todo momento opovo e quem sofre . essa e nossa realidade.too o poder publico esta doente !!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.