PF cumpre mandados no Maranhão para combater possíveis fraudes no auxílio emergencial

Nesta quinta-feira (17), a Polícia Federal deflagrou uma operação para combater possíveis fraudes aos benefícios emergenciais instituídos em razão da pandemia da Covid-19.

Segundo a PF, essa é a 98ª operação contra supostas fraudes aos benefícios emergenciais. No Maranhão, a Polícia Federal cumpriu dois mandatos de busca e apreensão nos municípios de Imperatriz e Davinópolis, pretendendo obter elementos de prova que totalizaram R$ 38.600 e R$ 14.400, respectivamente, em benefício dos investigados.

A Polícia informou que foi criada uma suposta empresa fantasma, em um dos casos, para possibilitar a subtração de valores por meio de transações indevidas com a utilização de máquina de cartão de crédito, tendo como vítimas 60 beneficiários do auxílio emergencial do Governo Federal e, no segundo caso, foram emitidos 24 boletos descontados indevidamente em 23 contas de vítimas distintas, fatos registrados nos meses de maio e junho de 2020.
Além do Maranhão, as ações aconteceram nos Estados da Bahia, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima e São Paulo, com a participação de aproximadamente 140 policiais federais. 

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.