Roberto Jr. defende construção do Residencial Mato Grosso no Santa Bárbara

Vereador é um dos principais defensores do projeto

A Câmara Municipal de São Luís realizou, na tarde desta segunda-feira (09), uma audiência pública para discutir o projeto de Lei do executivo municipal que dispõe sobre a construção do Residencial Mato Grosso. Trata-se de uma parceria  entre a Prefeitura de São Luís e o Governo Federal, por meio do Programa Habitacional Minha Casa, Minha Vida. Ele ficará localizado no bairro Santa Bárbara, zona rural.


A Prefeitura pretende construir três mil casas para beneficiar 12 mil famílias de baixa renda, não só do bairro Santa Bárbara, mas de regiões adjacentes como Coquilho, Caracuera, Mato Grosso, Tajipuru e de toda a cidade de São Luís.


O vereador Roberto Rocha Júnior (PSB), principal defensor do projeto na Câmara Municipal, em seu pronunciamento, afirmou que já foram feitos todos os procedimentos legais e que todas as exigências que cabe ao poder executivo municipal já foram cumpridas para efetivação do projeto.


“Eu, como representante do povo, estou lutando incansavelmente para que esse projeto seja aprovado, pois tenho total convicção de que ele vai transformar para melhor a vida de muitas famílias que hoje não têm onde morar, além das inúmeras oportunidades de empregos que serão criadas com a construção de escola, posto de saúde, creche e de um mercado que beneficiará diretamente os produtores agrícolas de todas as áreas circunvizinhas”, disse.


Na oportunidade, o parlamentar disse ainda que conta com o apoio da população e que está batalhando para que esse projeto saia do papel e seja efetivando de modo a trazer todos os benefícios que a população necessita.


Além de entidades e Associações de Moradores dos bairros da zona rural que receberão o empreendimento, estiveram presentes na audiência o assessor especial de Habitação, Geraldo Castro; secretário de Urbanismo e Habitação, Antonio Araújo; gestor do Instituto das Cidades, Marcelo Espírito Santo, e o secretário de Meio Ambiente, Rodrigo Maia.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.