Justiça e Polícia fazem reintegração de posse de fazenda invadida em Monção

Propriedade teria sido invadida a mando do prefeito de Monção
A Comarca de Monção determinou a reintegração de posse da fazenda de propriedade do ex-candidato a prefeito do município, Jesiel Araújo, invadida a mando do prefeito João de Fátima Pereira, o “Queiroz”, no último dia três de agosto. A vítima ingressou, na Justiça, com Ação de Integração de Posse para reaver a propriedade que foi ocupada por pessoas ligadas ao chefe do Executivo que o tem como adversário político. 


Segundo relatou da tribuna da Assembleia Legislativa o deputado Othelino Neto (PPS), a  Polícia Militar, de forma pacífica, sem confrontos, fez, nesta quarta-feira (14), a desapropriação. O parlamentar ressaltou que, apesar de ser um crítico do governo, reconhece que a PM cumpriu com o seu dever e atendeu à determinação judicial com rapidez.


Othelino procurou o comandante da PM, coronel Franklin Pacheco, e o secretário de Segurança Pública, Aluízio Mendes, que atenderam prontamente a solicitação de que se fizesse uma intervenção rápida para evitar que a invasão se consolidasse e gerasse um conflito na hora da desocupação.

Entenda o caso – A propriedade foi invadida, no dia três de agosto, por pessoas ligadas ao prefeito Queiroz, entre seguranças, servidores contratados e cargos comissionados do município, que entraram armados, derrubaram o muro e, de forma violenta, ocuparam  o local e estimularam a ocupação, inclusive, da residência da vítima, onde mora com a esposa, com a filha e  familiares.


A Polícia foi chamada para o local, mas o Cabo PM Matos, que estava representando o comando policial do Município, recusou-se a dar segurança, alegando que havia ordens superiores para não intervir ali. Com a celeuma, Jesiel ingressou, no dia sete de agosto, com Ação de Integração de Posse junto à Comarca de Monção para reaver a propriedade que foi invadida por pessoas ligadas ao prefeito “Queiroz”.


A perseguição contra Jesiel se intensificou desde que a oposição, no município, passou a denunciar inúmeros desmandos administrativos como o caso da fraude no Bolsa Família, benefício que é ou foi recebido pelas filhas do prefeito Queiroz que também são ou foram nomeadas  como cargos comissionados na Prefeitura. Além de tudo, uma das filhas ainda recebe o Seguro Defeso indevidamente.



Curta aqui o Blog da Sílvia Tereza no Facebook

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.