INSTITUTO PERFIL – Eliziane cresce e pode ultrapassar Wellington após próximos debates…

perfil2

perfil

O Jornal Pequeno  publicou, neste domingo (25), pesquisa do instituto Perfil que mostra o crescimento da candidata do PPS, Eliziane Gama, na corrida pela Prefeitura de São Luís, com 17,2% das intenções de voto. Segundo a amostragem, se a eleição fosse hoje, a deputada federal disputaria “voto a voto” o segundo lugar com o adversário Wellington do Curso (PP), agora “Wellington Sem Curso” (admitiu que nenhum dos cursos está em seu nome e sim de laranjas).

Segundo o instituto, Eliziane estaria 4 pontos percentuais de Wellington Sem Curso, que pontuou 22,1%. Considerando-se a margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, essa diferença pode ser de apenas 1%. A pesquisa Perfil ouviu mil eleitores de São Luís, entre os dias 19 e 21 de setembro, e foi registrada, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  sob o número 01931/2016. O grau de confiabilidade é de 95%.

De acordo com o instituto, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) está em primeiro lugar e  tem 37,3% das intenções de voto,  WC (PP) aparece com 22,1%, o candidato do PMDB, Fábio Câmara, ocupa a quarta colocação, com 3,1%, seguido de Rose Sales (PMB), com 2,7% e Eduardo Braide (PMN), com 2,6%.

Na pesquisa Perfil, Cláudia Durans (PSTU), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) não alcançaram 1% na pesquisa. Outros 6,4% votariam nulo ou branco e outros 6,9%  não souberam ou não quiseram responder à pesquisa.

Este já é o terceiro instituto a confirmar a tendência de queda de Wellington Sem Curso nos últimos três dias, a uma semana das eleições. E olha que a pesquisa foi realizada antes da desastrosa participação de WC no debate da TV Guará, na última quinta-feira (22), em que os telespectadores assistiram a um candidato  apático, sem conteúdo e a um deputado apenas de lábia, sem ações efetivas.

Ainda há mais dois debates, o da Difusora e o da Mirante, e Wellington Sem Curso já demonstrou o quanto é despreparado para administrar São Luís. Serão outras duas oportunidades para os eleitores analisarem o conteúdo dos candidatos.

Escutec confirma DataM, aponta crescimento de Edivaldo e queda dos principais concorrentes

escutec2409

O instituto Escutec, contratado pelo jornal O Estado do Maranhão, confirmou o crescimento do candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Jr (PDT), que abriu mais de 20 pontos em relação ao segundo candidato, Wellington do Curso (PP), agora “Wellington Sem Curso”.

O Escutec confirmou a queda dos demais principais concorrentes e identificou uma pequena subida do candidato do PMN, deputado Eduardo Braide, que, por sinal, saiu-se muito bem no debate realizado pela TV Guará na última quinta-feira (22). Aliás, foi o melhor, revelando o vazio de Wellington do Curso que teve um desempenho muito fraco.

Os números do Escutec também confirmam a tendência de vitória no primeiro turno para Edivaldo Holanda Jr.

Data M – Edivaldo cresce e pode vencer no primeiro turno…

A dez dias das eleições, pesquisa Data M mostra tendência de vitória de Edivaldo no primeiro turno

pesquisa-estimulada2309

simulac%cc%a7a%cc%83o-2-turno2309 simulac%cc%a7a%cc%83o-2-turno2309vale

Faltando apenas dez dias para o primeiro turno das eleições municipais do dia 2 de outubro, a pesquisa Data M confirma a liderança e crescimento disparado do candidato à reeleição Edivaldo Holanda Junior (PDT). No levantamento divulgado nesta sexta-feira, 23, o pedetista aparece em primeiro lugar em todos os cenários apresentados e pelos números sairia vencedor logo no primeiro turno.

Na pesquisa estimulada, onde são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor, Edivaldo lidera com mais de 20 pontos à frente do segundo colocado, a maior diferença desde o início da campanha. Edivaldo está com 47,1% de intenções de voto, Wellington do Curso (PP) com 25,7%, Eliziane Gama (PPS) com 3,7%, Eduardo Braide (PMN) com 2,6%, Fábio Câmara (PMDB) com 1,4%, Cláudia Durans (PSTU) com 1,1%, Rose Sales (PMB) com 0,6%, Valdeny Barros (PSOL) 0,2%, Zé Luis Lago (PPL) com 0,1%. 8,9% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos e 8,7%% não sabem ou não responderam.

Considerando apenas os votos válidos – direcionados a um candidato e que não incluem os brancos e nulos –, Edivaldo mantém a dianteira e venceria em primeiro turno com 57,1% de intenções de voto. Wellington do Curso aparece nesse cenário com 31,2%, Eliziane Gama (PPS) com 4,5%, Eduardo Braide (PMN) com 3,2%, Fábio Câmara (PMDB) com 1,7%, Cláudia Durans (PSTU) com 1,3%, Rose Sales (PMB) com 0,7%, Valdeny Barros (PSOL) com 0,2% e Zé Luis Lago (PPL) com 0,1%.
Segundo turno

Edivaldo também venceria em eventual segundo turno, é o que aponta todos os cenários avaliados pelo Instituto Data M. Num hipotético cenário de disputa entre Edivaldo e Wellington, Edivaldo seria reeleito com 50,9% das intenções de voto contra 32,9% de Wellington.

Quando avaliado o cenário de segundo turno entre Edivaldo e Eliziane, o candidato pedetista aparece com 57,1% das intenções de voto contra 15,6% de Eliziane.
Na simulação de uma possível disputa entre Eliziane Gama e Wellington do Curso, Wellington aparece com 50,0% das intenções de voto contra 17,4% de Eliziane.

Expectativa de vitória

A Data M perguntou aos eleitores, independente da intenção de voto, quem eles achavam que venceria a disputa em São Luís. A expectativa de vitória de Edivaldo cresceu de 62,9%, da pesquisa divulgada na semana passada, para 66,9% agora. 17,5% apostam em Wellington, 2,1% em Eliziane, 0,6% em Eduardo Braide, 0,4% em Cláudia Durans, 0,4% em Fábio Câmara, 0,4% em Zé Luis Lago, 0,2% em Valdeny Barros e Rose Sales não pontuou. 1,9% em nenhum deles e 9,6% não sabem ou não responderam.

Rejeição

A pesquisa Data M também questionou os eleitores quanto à rejeição dos candidatos. Novamente a candidata Eliziane Gama foi a mais rejeitada pelos eleitores com 22,3%, seguida de Edivaldo com 15,7%, menor índice já apresentado. Wellington do Curso aparece com 7,4%, Fábio Câmara com 6,8%, Zé Luis Lago 4,2%, Cláudia Durans 3,9%, Eduardo Braide 3,6%, Rose Sales 3,2% e Valdeny Barros 2,8%. 16,9% disseram que votariam em todos e 13,3% não sabem ou não responderam.
A pesquisa foi encomendada pela TV Difusora e Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão/ Sinduscon, e registrada na Justiça Eleitoral, no dia 17 de setembro, sob o protocolo MA­01065/2016.

A Data M ouviu 1.000 eleitores, entre os dias 20 e 22 de setembro, em vários bairros da capital. A margem de erro da pesquisa é de 3,1% para mais ou para menos, sendo 95% de confiabilidade.

Jornalistas sofrem ataques de Wellington por noticiarem fatos e reagem a intimidações

Por Clodoaldo Correa

documento-wc-2 documento-wc-3 documento-wc-4

O candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), ao que parece, ficou furioso com o trabalho de alguns profissionais da imprensa que, pautados em documentos, resolveram escancarar a sua fama de caloteiro e sonegador de impostos.

No programa eleitoral, o progressista, sem elementos substanciais para apresentar em sua defesa, agrediu os jornalistas Jeisael Marx e Raimundo Garrone, qualificando-os como mentirosos por terem levado ao conhecimento da população notícias sobre o seu débito de IPTU e a ação que responde na Justiça por invadir terreno público.

O que o candidato W11 parece ou finge não saber é que todas as dívidas noticiadas foram baseadas em documentos oficiais que comprovam a veracidade das informações. Pra quem não sabe, Wellington acumulava dívidas de R$ 120 mil de IPTU (parcelada nesta semana em 60 prestações), é réu em processo de apropriação irregular de área ambiental, responde na justiça por não fazer o recolhimento do ISS e ainda possui dívidas nos estados de Minas Gerais e Ceará. (Todas as denúncias com documentos).

Para tentar blindar a sua má fama, Wellington busca, ainda, intimidar os blogueiros que não rezam em sua cartilha por meio de ataques dos comunicadores que fazem parte do arsenal do seu maior aliado, o golpista Roberto Rocha. A ordem é trabalhar diariamente para desqualificar a vida profissional dos jornalistas Jeisael Marx e Raimundo Garrone.

Mas parece que não funcionou ou melhor, não intimidou. Garrone afirmou que vai ingressar com uma ação na justiça contra o candidato, ao mesmo tempo, em que desafiou o mesmo a apresentar as certidões negativas do Tribunal de Justiça e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Já Jeisael fez um inflamado desabafo em seu programa de TV a respeito do seu nome noticiado na propaganda eleitoral do 11.

A polêmica envolvendo Wellington do Curso em denúncias graves de calote também foi aproveitada em inserção eleitoral. O candidato à prefeito Fábio Câmara (PMDB) desqualifica WC e questiona o débito do IPTU do candidato empresário.

Wellington do Curso comporta-se como se fosse um político inatingível, blindado e desvinculado de erros de qualquer natureza. Porém, os seus atos provam o contrário.

O candidato achava que iria intimidar a imprensa com falsas acusações. Não vai!

Debate

Da série dos “fujões” do debate público, o candidato Wellington do Curso (PP) mostrou que também não encara todos os desafios do debate. O candidato participaria nesta quinta-feira (22) da série de entrevistas do jornal O Imparcial. Mas o lugar ficou vazio.

A alegação de Wellington é que ele teria ficado preso em outro compromisso e não pode ir à sabatina, Uma descortesia com um veículo da tradição de O Imparcial.

A entrevista seria transmitida ao vivo na Fan Page do jornal no Facebook.

Edivaldo faz campanha no Jardim São Raimundo

Edivaldo fez campanha no São raimundo

Edivaldo fez campanha no São Raimundo

A 10 dias para o término das eleições no primeiro turno, o prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Junior (PDT), foi recebido com muita festa, na tarde desta quinta-feira (22), pelos moradores do Jardim São Raimundo, durante a caminhada “Todos com Edivaldo”. Bandeiraço e a Charanga 12 animaram o ato de campanha, que contou, ainda, com a presença de candidatos a vereador e lideranças comunitárias.

A animação e o entusiasmo dos moradores teve como principal motivo os avanços, nas políticas públicas, implementadas no Jardim São Raimundo ao longo da gestão do prefeito Edivaldo. Todos queriam abraçar e agradecer o candidato à reeleição pela coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL) pelas benfeitorias realizadas no bairro.

Edivaldo, acompanhado de seu vice na chapa, Júlio Pinheiro, percorria de casa em casa, a fim de retribuir o carinho e o acolhimento da população do Jardim São Raimundo e áreas adjacentes da Região Tirirical, que abrange os bairros e comunidades de Cascavel, do Santa Bárbara e do Pontal da Ilha. Sempre atencioso, ele ouvia e conversava com cada morador.

Eliziane reúne-se com policiais militares e discute propostas

Eliziane Gama se encontrou com policiais militares e discutiu propostas

Eliziane Gama se encontrou com policiais militares e discutiu propostas

 A candidata a prefeita de São Luís pela coligação “São Luís de Verdade”, Eliziane Gama, foi recebida  por policiais militares reformados na Associação dos inativos da PMMA, no bairro Angelim, na manhã desta quinta-feira (22). Na presença de lideranças da categoria, ela fez encaminhamento de correção de projeto de Lei, que inclui os reformados (militares que tenham mais do que 62 anos de idade) no texto que estabelece reserva remunerada e convocação, a qualquer tempo, para funções administrativas.
 “Nossa madrinha Eliziane já expôs suas razões e estamos com ela nas eleições”, disse o capitão Rocha, representante dos militares.
Eliziane também garantiu a realização de uma reunião, na próxima terça-feira (27), na sede da Assembleia Legislativa do Maranhão (AL), com parlamentares da Casa sobre a correção do projeto de lei de inclusão dos militares da reserva. Existe a possiblidade de que as alterações no texto sejam analisadas em plenário na semana que vem.
“Vou articular pessoalmente com o presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho, para que esta importante demanda seja tão logo apreciada”, afirmou a candidata do PPS.
Por fim, Eliziane disse que os militares serão importantes na composição de seu futuro governo e ressaltou a importância da classe para a manutenção do bem-estar da sociedade.
 “Vocês são importantes para toda a sociedade. No meu governo, as portas do meu gabinete estarão sempre abertas a vocês”, concluiu.⁠⁠⁠⁠

Waldir Maranhão já “elabora” suposto secretariado de Luciano Genésio em Pinheiro…

Com apoio e indicações  de Waldir Maranhão, Luciano val elaborando suposta lista de secretários

Com apoio e indicações de Waldir Maranhão, Luciano já elabora suposta lista de secretários com o auxílio de Zé Genésio

Ninguém quer o apoio do deputado federal Waldir Maranhão em São Luís e em outros municípios do Estado, mas não é o caso do candidato a prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), que, todos os dias, aconselha-se com o parlamentar do mesmo partido, envolvido nas investigações da operação  Lava Jato, em casos de desvio de recursos públicos, apadrinhamento de fantasmas, usufruto de cargo fantasma, etc.

Um dos principais articuladores de Luciano Genésio, Waldir Maranhão já estaria, inclusive, com a ajuda do pai e ex-prefeito Zé Genésio, elaborando uma suposta lista do  secretariado do pepista, caso ele vença as eleições no dia dois de outubro.

Corre solto em Pinheiro que um hipotético governo Luciano Genésio seria controlado, na verdade, pelas mentes férteis e capitalistas de Waldir Maranhão e do atual presidente do PP, André Fufuca, que era um dos principais articuladores do movimento de manutenção do mandato do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB).

Agora, imagina a Prefeitura de Pinheiro administrada, indiretamente, por Waldir Maranhão, com a ficha totalmente comprometida, e, de tabela, por Fufuquinha que se envolve com políticos do nível de Eduardo Cunha. Infelizmente, esses são os aliados e conselheiros de primeira ordem de Luciano Genésio.

JÁ PAGOU? À Mirante, “Wellington Sem Curso” diz que não deve mais IPTU; E à TV Guará, ele admitiu a dívida

Em entrevista à TV Mirante, na manhã desta quarta-feira (21), o candidato do PP à Prefeitura de São Luís, Wellington do Curso, agora “Wellington Sem Curso”, entrou em contradição e disse que não deve mais R$ 120 mil de IPTU ao município. No entanto, há alguns dias, ele admitiu a existência da dívida e, inclusive, afirmou que estava contestando-a na Justiça junto com outros impostos devidos (vide vídeo).

Segundo a coordenação da campanha de WC, ele resolveu pagar a dívida de IPTU dos cursos, que leva o seu nome, mas que têm como donos oficiais ou laranjas a mãe e o irmão do deputado. Wellington, que não apresentou ainda os comprovantes, diz ter quitado, pelo menos, o débito do IPTU. Não falou ainda sobre as outras dívidas denunciadas, como ISS, Correios, etc.

Somente pagou o IPTU depois da pressão da Imprensa e das inserções do candidato “Tio Fábio” (PMDB) no horário eleitoral de rádio e TV. Vídeo este que Wellington mandou tirar do ar por meio da Justiça Eleitoral.

Na entrevista à Mirante, WC foi pego de calças curtas quando questionado pelo entrevistador Sidiney Pereira sobre uma proposta de “Sistema Inteligente de Fiscalização” de impostos. Nitidamente, constrangido, ele disse que já havia pago a dívida com o IPTU sem que a pergunta sobre isso fosse feita.

WC voltou a tremer quando Sidiney perguntou se haveria fiscalização rigorosa e quando questionado sobre se haveria corte, eliminação desses impostos. Durante a entrevista, ele mais enrolou do que respondeu. Deu uma de “Rolando Nero”.

Outro constrangimento foi quando Sidney perguntou sobre o PP, partido de WC envolvido com escândalos de corrupção no país, inclusive, investigados na operação Lava Jato. Wellington tremeu também quando questionado sobre sua ligação com o deputado federal Waldir Maranhão, aliado de sigla, que também está envolvido em uma série de denúncias.

“Eu não escondo Waldir Maranhão”, disse Wellington do Curso para, em seguida, completar que o deputado não estaria envolvido com a sua campanha.

CENAS DA CAMPANHA – Edivaldo empolga moradores do Sacavém…

Edivaldo é bem recebido no bairro do Sacavém

Edivaldo é bem recebido no bairro do Sacavém

Muita empolgação e gestos de carinho por parte dos moradores marcaram a passagem da caminhada “Todos com Edivaldo”, na tarde desta quarta-feira (21), no Sacavém. O prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Junior (PDT), ficou entusiasmado com a manifestação de apoio que recebeu dos populares do bairro e de áreas vizinhas.

A caminhada teve início por volta das 17h, com saída na praça da Igreja Nossa Senhora da Vitória, ao lado do Batalhão da PM. Animados pelos músicos da Charanga 12, um multidão de pessoas, entre moradores, militantes, correligionários e candidatos a vereador pela coligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL) seguiram pelas ruas e avenidas do Sacavém.

O candidato do PDT, Edivaldo, que nas caminhadas tem sempre ao seu lado o seu vice na chapa, Júlio Pinheiro (PCdoB), reforçava nas conversas junto aos eleitores a necessidade da continuidade sua gestão, a fim de prosseguir aos avanços ocorridos ao longo dos seus três e ano e meio de administração à frente da Prefeitura de São Luís.

 

Vinte e oito caminhadas “Todos com Edivaldo” já foram realizadas: Rua Grande, Vicente Fialho, Monte Castelo, Areinha, Vila Riod, Anjo da Guarda, Alemanha, Vinhais, Vila Embratel, Nova República, Ilhinha, Liberdade, Caratatuia, Vila Vitória, Vila Cotia, Anil-Pão de Açúcar, Bairro de Fátima, Barés, Vila Isabel, Sacavém, Residencial Paraíso, João de Deus (duas), Anjo da Guarda (duas) e Cidade Operária (três).