Maranhão envia mais quatro bombeiros para auxiliarem nas buscas em Brumadinho

Os maranhenses se matem em duas equipes, uma tripulando aeronaves e realizando intervenções diretas em locais mais distantes e a outra, atuando na zona quente nas buscas e varreduras

A tragédia de Brumadinho completa o 15º dia nesta sexta-feira (08). O corpo de Bombeiros de Minas Gerais já contabilizou 157 mortos e outros 182 continuam desaparecidos. Nesta semana, a equipe do Maranhão recebeu mais quatro bombeiros, que já reforçam o trabalho de buscas por todo o caminho de lama e destruição provocado pelo rompimento da barragem.

Os maranhenses se matem em duas equipes, uma tripulando aeronaves e realizando intervenções diretas em locais mais distantes e a outra, atuando na zona quente nas buscas e varreduras aplicando técnicas de resgate em áreas com terras deslizadas.

“Nossa expectativa é contribuir para dar resposta a um maior número de familiares, o risco tem aumentado por conta dos frequentes temporais que tem ocorrido na região”, pontuou o major Patrício.

Uma segunda fase da operação foi elaborada pelos bombeiros, o objetivo foi delinear tecnicamente as estratégias de buscas que serão empregadas pelas equipes baseadas nos relatos de sobreviventes e nas informações da própria empresa Vale.

O major Patrício e o capitão Jonatan, do estado do Maranhão, participaram da reunião para discussão do novo planejamento. A partir de agora as buscas contam com auxílio de máquinas, cães farejadores e com emprego de tecnologia.

“Na primeira fase, as buscas por corpos se concentraram na superfície, e praticamente já foram exauridas”, explica o major Patrício, comandante da equipe maranhense empregada na Operação Brumadinho.

Análises técnicas e geológicas também estão sendo implementadas a fim de ampliar a segurança da operação. Agora, os bombeiros usam aparelhos de geolocalização e máquinas pesadas para a escavação do grande volume de rejeitos.

Acervo raro será exposto em homenagem aos 184 anos da Assembleia Legislativa do Maranhão

Dentre as raridades, que datam de 1894 a 1953, foram descobertos registros de atas, expedientes, sessões extraordinárias, atividades parlamentares e leis estaduais relevantes

Na última quinta-feira (7), a empresa Arquivar apresentou aos diretores da Assembleia Legislativa do Maranhão 13 obras raras encontradas durante o processo de restauração do acervo documental manuscrito e impresso da Casa.

A ideia de recuperar os documentos, segundo o diretor geral, Valney Pereira, surgiu no início da gestão do presidente Othelino Neto (PCdoB). “O arquivo contém dados importantes e históricos a respeito do Maranhão, daí a necessidade de preservarmos esse acervo, em formato digital, conforme determinação do próprio presidente”.

Dentre as raridades, que datam de 1894 a 1953, foram descobertos registros de atas, expedientes, sessões extraordinárias, atividades parlamentares e leis estaduais relevantes. O trabalho da Arquivar começou em fevereiro do ano passado e o material histórico passou por um processo de limpeza, higienização e catalogação. Agora, está em fase de digitalização.

“Nós tivemos o cuidado de manter tudo 100% original, pois são peças que fazem parte da história do Maranhão. Temos, por exemplo, decretos importantíssimos, como a criação do Liceu Maranhense e do Sesi; a demarcação de municípios; a aposentadoria de magistrados; mensagem governamental enviada ao Legislativo, entre outras descobertas”, explicou Raquel Assunção, gestora de contrato da Arquivar.

Solenidade

Tendo em vista a relevância das obras e a necessidade de disponibilizá-las a historiadores, estudantes e à sociedade em geral, as diretorias do Parlamento Estadual organizam uma solenidade, pré-agendada para este mês, em alusão aos 184 anos do Poder Legislativo, instalado em 16 de fevereiro de 1835.

Além da apresentação dos resultados do processo de restauração dos documentos, será lançado o projeto “Memorial da Legislação Maranhense”, com a exposição permanente das raridades. Os interessados poderão acessar os exemplares originais por intermédio de um link disponível no site www.al.ma.leg.br, na abertura do evento.

“Nós estamos empolgados e entusiasmados com esse presente que daremos à Assembleia Legislativa do Maranhão. Descobrimos uma infinidade de documentos seculares que guardam a história do estado, os quais serão disponibilizados à sociedade no momento em que festejarmos a história do Legislativo”, enfatizou o diretor administrativo, Antino Noleto.

Estudantes em Salvador mostram que Flávio Dino é um nome forte para 2022

Principal político do PCdoB, Flávio Dino ganhou destaque por suas obras e políticas públicas à frente do Governo do Maranhão e por suas opiniões incisivas sobre a política nacional

O governador Flávio Dino (PCdoB) participou durante todo o dia de ontem (7) da 11ª Bienal dos Estudantes da UNE, na cidade de Salvador, Bahia.

Com muitos aplausos, o governador foi recebido aos gritos de “Queremos Flávio Dino presidente do Brasil!”. E essa empolgação não é novidade.

Principal político do PCdoB, Flávio Dino ganhou destaque por suas obras e políticas públicas à frente do Governo do Maranhão e por suas opiniões incisivas sobre a política nacional. Nos últimos anos, assumiu um papel de destaque e foi alçado como uma das maiores figuras da esquerda brasileira.

Flávio Dino já foi juiz federal, deputado federal, presidente da Embratur e está no segundo mandato como governador do Maranhão.

Maranhão começa 2019 com quase três mil novas empresas

Relatório da Jucema indica crescimento na abertura de empresa em janeiro deste ano

Os primeiros números do ano, revelados no relatório estatístico da Junta Comercial do Maranhão (Jucema), indicam que o Maranhão continua em um ritmo forte de abertura de empresas. Com a marca de 2.971 formalizações, janeiro apresentou o melhor desempenho do período se comparado com todos os anos anteriores.

Em comparação com janeiro do ano passado, quando surgiram 2.589 novas constituições, o resultado obtido se apresenta 16% superior. As atividades que mais se destacaram em janeiro foi o comércio varejista, atacado, serviços de escritório e transporte terrestre, respondendo por 465 das aberturas.

Já se considerado os resultados para o Maranhão como um todo, o relatório da Jucema, também, indica que, no balanço de 2018, mais de 29 mil empresas foram formalizadas e mais de 9 mil empregos gerados, neste último com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O presidente da Jucema, Sérgio Sombra, destaca que há muitos pontos que estão estimulando o espirito empreendedor maranhense como as iniciativas de simplificação à formalização de negócios.

“O Governo do Estado contribui, efetivamente, para esse saldo positivo através de ações e projetos que proporcionam um melhor ambiente de negócios. O papel da Jucema nesse processo é implementar ferramentas e estratégias para que esse ciclo de otimismo seja uma constante na nossa economia”, reforçou.

Sérgio Sombra acrescentou que a perspectiva da Junta Comercial é que, ao longo de 2019, o ritmo de abertura de empresas continue sendo de superação.

A partir de novas medida de modernização a serem implementadas este ano, a abertura de empresas, e todos os procedimentos relacionados ao registro empresarial, ficarão mais desburocratizado, seguro e ainda mais acessível para quem deseja empreender no estado.

Atletas da base do Flamengo morrem em incêndio no Centro de Treinamento

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio

Jovens atletas do Flamengo estão entre os dez mortos em um incêndio em um alojamento no Ninho do Urubu, na Zona Oeste do Rio, no início da manhã desta sexta-feira (8). O Fla-Flu deste sábado, válido pela semifinal da Taça Guanabara, foi adiado. O governador Wilson Witzel decretou luto oficial de três dias.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. Os bombeiros chegaram a dizer que todos eram adolescentes, mas não há informações oficiais.

Às 9h50, a polícia chegou ao Ninho do Urubu para fazer a perícia. Um inquérito foi instaurado na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para apurar as causas do desastre. Uma das hipóteses investigadas é a de que tenha havia um curto-circuito no ar-condicionado.

Por volta das 11h, os primeiro corpos começaram a ser retirados e levados para o Instituto Médico Legal.

De acordo com um funcionário que trabalha no setor administrativo da base do Flamengo, os meninos seriam transferidos do local onde estavam alojados na semana que vem. Segundo ele, a base do clube migrou para onde era o profissional e já estava em processo de mudança.

O funcionário – que preferiu não se identificar – disse que, por causa da chuva na noite de quarta-feira, os meninos estavam de folga.

O funcionário disse que chegava ao Centro de Treinamento no momento em que as chamas começaram. “Chegamos pra trabalhar eram umas 6h, junto com bombeiros. Eu recebi um telefonema quando eu estava chegando”, disse ele.

“O fogo pegou exatamente no local que estavam as crianças. Não espalhou porque os bombeiros chegaram rápido. Ali tinham três ou quatro quartos. O fogo pegou na porta e reteve a passagem”, completou.