PSD tenta fusão com o PHS

Se as negociações se concretizarem, o PSD passará a ter a terceira maior bancada da Câmara dos Deputados, deixando para trás o PP e o MDB

Após a eleição de 2018 e com os resultados dos partidos que não passaram pela cláusula de barreira, muitas articulações passaram a acontecer para que os partidos que não obtiveram resultados necessários para passarem pela cláusula garantissem seus direitos.

As mais novas articulações envolvem o PSD e o PHS. O PSD do ministro das Comunicações, Gilberto Kassab tenta acelerar a fusão com o PHS, partido que não atingiu a cláusula de barreira nas eleições deste ano. Se as negociações se concretizarem, o PSD passará a ter a terceira maior bancada da Câmara dos Deputados, deixando para trás o PP e o MDB. Isso porque o PSD passará a contar com 40 deputados, incluindo os seis eleitos pelo PHS. Ficará atrás somente do PT e do PSL. Maior número de deputados representa mais recursos do fundo partidário e mais tempo de rádio e televisão.

O presidente do PHS, Eduardo Machado, tenta arranjar uma posição para ele na nova estrutura. Umas das possibilidades é que dirija a fundação ligada ao PSD, a Espaço Democrático.

No Maranhão o PHS é presidido pelo advogado Jorge Arturo e o PSD tem em seus quadros o deputado federal Edilázio Júnior.

O PHS vinha mantendo conversas com o PMN e até a definição dos acordos que estão previstas para acontecerem até a eleição do legislativo, novas negociações podem surgirem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *